patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Freamunde vs Oliveirense na TV

O jogo referente à 19ª da Liga Vitalis entre o Freamunde e Oliveirense, terá honras de transmissão televisiva na SportTV, no dia 11 de Fevereiro, quinta-feira, ás 20:15h.
Este será o 4º jogo televisionado directamente em jogos em que intervém o SC Freamunde, sendo este o 2º realizado em casa.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Resultados das camadas jovens

JUNIORES: 2ª divisão nacional
Chaves 2-2 Freamunde
Class. 1º lugar

JUVENIS A: campeonato nacional
Freamunde 3-1 Limianos
class. 4º lugar

JUVENIS B: 2ª divisão distrital
Freamunde 0-0 Raimonda
class. 2º lugar

INICIADOS A: campeonato nacional
Maia 2-1 Freamunde
class. 9º lugar

INICIADOS B: 1ª divisão distrital
Amarante 7-1 Freamunde
class. 9º lugar

INFANTIS A: 1ª divisão distrital
Freamunde 4-3 Felgueiras
class. 2º lugar

INFANTIS B: 2ª divisão distrital
Freamunde 6-1 Leões da Citânia
class. 1º lugar

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

"O BI-CLUBISMO É UMA CHAGA QUE FERE..."

Ao visitar um blog do Portimonense, neste caso o Portimonense 1914, li um artigo muito interessante, escrito pelo gerenciador do referido blog, e o qual eu subscrevo na integra, e sinto-me completamente à vontade para o transcrever para aqui, porque sou, serei, e com muito orgulho, 100% FREAMUNDENSE!!!

Leiam com atenção:

Estou ciente de que este assunto pouco ou nada tem a ver com o Portimonense, porém, reflecte uma realidade que, quer queiramos quer não, partilhamos.
A claque maritimista fundada em 1995, os Ultras Templários, cessaram ontem as suas actividades de apoio ao Marítimo, segundo o comunicado disponível no seu blog oficial. De entre as razões que levaram a este acontecimento, podemos ler:
"A razão principal é evidente, a falta de amor das novas gerações pelo CSM e o nosso falhanço como grupo agregador de verdadeiros Maritimistas. O bi-clubismo é uma chaga que fere cada vez mais o nosso Club e em que nós enquanto grupo pactuamos e desde sempre foi enraizado. (...) Até os mais optimistas são unânimes em reconhecer que o afastamento das gentes, em particular a juventude do CSM em prol dos três clubes com mais história no continente é um sério risco à sobrevivência do nosso quase centenário Club. Mais grave ainda é quando o grande coveiro do nosso Club, o presidente, dá sinais de bajulamento chegando ao cúmulo de afirmar que é normal que nos jogos com essas ditas equipas sejamos minoria no Caldeirão."
(consultar o comunicado na íntegra aqui)
As palavras que aqui foram transcritas são suficientes para darem a entender onde quero chegar com isto. Este acontecimento é a prova de que o bi-clubismo, que além de dividir gentes de um país continental, divide gentes das ilhas (num acto que se julgava impensável, face á suposta união que os arquipélagos acarretam), pode ditar o fim de muitas claques de apoio organizado, bem como afastar (mais ainda) pessoas dos estádios locais, que preferirão pagar mais por bilhetes e deslocações em vez de vibrarem exclusivamente com o clube da sua terra, que assimila a sua identidade e cultura.
O bi-clubismo não é, contudo, perigoso se sentido de forma racional e ponderada. Há, no entanto, dados que nos levam a reparar que esta "enfermidade" já condicionou negativamente e irremediavelmente um indivíduo: quando este abandona o estádio local mais cedo, mesmo com o seu clube a ganhar, para ir para casa ou para um café ver o início ou o fim duma partida com um dos três "estarolas"; quando este leva para o estádio local uma camisola ou outro objecto referente a outro clube, numa enorme falta de respeito para com o clube que diz ser "seu"; quando este, em horários coincidentes, prefere ficar em casa a assistir a um jogo doutro clube, ou mesmo deslocar-se a um estádio mais longínquo tendo o "seu" clube um jogo em casa; entre muitos outros factores...

De que poderão queixar-se estes "adeptos"? De o seu clube da terra não ser suficientemente grande? Se se queixam disso, eu returco: com adeptos assim, jamais chegará a ser metade dum grande, ou até mesmo clubes com fortes massas associativas como o Vitória de Guimarães, Sporting de Braga, Belenenses, Leixões, entre outros...
Depende, portanto, de cada um de nós, desenvolver um maior clubismo e afeição àquele que é verdadeiramente o nosso clube, o clube da nossa terra, que nos viu crescer e que nos representa sempre que entra em campo.

Dário Guerreiro

Taça de Portugal

Freamunde 1-3 Braga


Visto pela imprensa:

Sérgio Pires - www.maisfutebol.iol.pt:
O Sp. Braga puxou dos galões, aproveitou a expulsão de um jogador adversário e tornou fácil um jogo que durante uma hora prometia tornar-se numa surpresa monumental (1-3). A fortuna de Filipe Oliveira, a garra de Moisés e a frieza de Matheus acabaram por colocar tudo na sua ordem natural: passou o Braga, naturalmente, mas com um resultado que serve de máscara à pálida exibição. Freamunde fica em casa.... O 2-1 estava feito e a sentença chegaria momentos depois, por Matheus, que aproveitou uma excelente recuperação de bola de Alan para driblar Tó Figueira e empurrar para o fundo das redes e fechar um resultado enganador.

O Jogo:
Três trincos (o quarto jogou como avançado) e cinco defesas não tornam obrigatoriamente uma equipa defensiva. É estranho que assim seja, mas o Freamunde de ontem provou-o. Jorge Regadas alterou radicalmente um onze que não perdia há quatro jogos. Ainda assim, e pese uma configuração que impedia qualquer saída para o contra-ataque, deve dar-se à sua equipa o mérito de não ter sido submissa e de se ter batido, de igual para igual, na larga maioria do tempo. Valorizou a vitória do Braga e obrigou o líder da Liga Sagres a jogar como Domingos pediu: nos limites.
Vencer a Taça de Portugal é um objectivo evidente e, ao contrário do título nacional, claramente assumido. O Braga não poupou ninguém mas, pelas características diferentes de um jogo a eliminar, não foi o rolo compressor que habitualmente é contra equipas de menor envergadura. Desconfiado da estratégia, aparentemente defensiva, dos capões, o respeito foi a principal qualidade exibida. Seguiu-se a concentração, o empenho e a intensidade. Só no fim, e já depois do 3-1, apareceu a velocidade, o requinte e os preciosismos técnicos.
O primeiro tempo, de estudo mútuo, terminou com o resultado certo: nulo, quase correspondente às oportunidades criadas por ambas as equipas. O intervalo mudou tudo e muito por culpa da subida dos laterais do Freamunde, que abriram o jogo e descoordenaram os encaixes já estabelecidos. O jogo entrou num ritmo frenético, que atingiu o auge no quarto de hora que começou no golo de Filipe Oliveira e terminou com a sentença final de Moisés. Pelo meio, Bertinho empatou e Marco Tiago foi expulso. Isto além de outros lances de golo e da contestação ao árbitro, que ainda que dispensável ajuda sempre ao ambiente. Foram 16 minutos de total emoção e nesses ganhou... a concentração. Ou o valor daqueles que mais estão habituados a tamanha intensidade. Foi no exagero dos festejos do Freamunde que o Braga recuperou a vantagem. E foi no desnorte da estocada que ditou a sentença final. O Braga está nos quartos e merece-o. Até porque o Freamunde valorizou o apuramento. E em situação alguma se rendeu.


Estádio do Freamunde
relvado mau
2 mil espectadores
Árbitro Carlos Xistra (Castelo Branco)
Assistentes Jorge Cruz e Celso Pereira
4º árbitro Nuno Roque
FREAMUNDE
Treinador Jorge Regadas
1 Tó Figueira GR 4
25 Raviola LD 5
20 Luís Pedro DC 4
5 Romaric DC 5
44 João Paulo DC a 64' 5
4 Marco Tiago LE 3
11 Emanuel MD 6
18 Luiz Carlos MD 6
6 Tarcisio MD 4
10 Marco Cláudio AV a 60' 4
8 Bock AV a 69' 5
12 Peraltinha GR
14 Pinto DC
7 Barbosa MD d 69' 3
3 Kika MO
31 Gustavo AE
9 Bertinho AV d 64' 5
29 Cascavel AV d 60' 5
Golo
[1-1] 70' Bertinho
amarelos 30' Bock, 62' e 65' Marco Tiago
vermelhos 65' Marco Tiago
Remates à baliza 5 [2+3] Remates para fora 4 [2+2] Foras de jogo 6 [5+1] Cantos 2 [1+1]
Faltas cometidas 20 [11+9]

BRAGA
Domingos Paciência Treinador
1 Eduardo GR 6
27 Filipe Oliveira LD 6
5 Moisés DC 7
4 Leone DC a 59' 5
6 Evaldo LE 5
88 Vandinho MD 5
45 Hugo Viana MO 6
8 Mossoró MO a 78' 4
30 Alan AD 7
19 Meyong AV a 61' 3
9 Paulo César AE 3
31 Kieszek GR
15 Miguel Garcia LD d 78' 4
3 Paulão DC d 59' 5
22 Rafael Bastos MO
7 Osvaldo AD
81 Adriano AV
99 Matheus AE d 61' 6
Golos
[0-1] 59' Filipe Oliveira [1-2] 72' Moisés
[1-3] 79' Matheus

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Freamunde x Braga

Marco Tiago pronto para receber o Braga
DEFESA REGRESSA APÓS SUSPENSÃO
O defesa Marco Tiago, após cumprir castigo, surge na convocatória e é a novidade do Freamunde para o embate caseiro frente ao Sporting de Braga, em jogo dos oitavos-de-final da Taça de Portugal, agendado para quarta-feira.
Marco Tiago cumpriu um jogo de suspensão frente ao Desportivo das Aves (vitória por 2-1), após ter sido expulso no desafio anterior, frente ao Penafiel, por acumulação de cartões amarelos, e poderá reocupar o lugar no lado esquerdo da defesa.
O brasileiro é uma presença habitual no "onze" de Jorge Regadas e o terceiro melhor marcador da equipa na Liga de Honra, com três golos apontados na conversão de grandes penalidades, uma das suas especialidades.
Bruno Ferraz, a recuperar de uma entorse no joelho direito, está lesionado e não vai poder alinhar no quarto jogo da época da formação nortenha na Taça de Portugal.
O Freamunde venceu as eliminatórias frente ao Mangualde (2-1 fora), Carregado (3-0 em casa) e União de Leiria (5-4 nas grandes penalidades em casa, após 2-2 no final do prolongamento), enquanto o Sporting de Braga derrotou o Sporting da Covilhã (1-0 fora) e o Vitória de Setúbal (3-0 em casa).

Lista de convocados
Guarda-redes: Tó Figueira e Peraltinha,
Defesas: Romaric, João Paulo, Luís Pedro, Raviola, Marco Tiago e Pinto,
Médios: Tarcísio, Brandão, Kika, Junior Maranhão, Luiz Carlos, Marco Cláudio, Gustavo, Barbosa e Emanuel,
Avançados: Cascavel, Bock e Bertinho.
Cascavel: «Nós também podemos passar»
FILHO DE PAULINHO CASCAVEL ATRAVESSA BOM MOMENTO
O brasileiro Cascavel defendeu hoje que a união do grupo será o maior trunfo do Freamunde para eliminar quarta-feira o Sporting de Braga, "claramente favorito" no jogo dos oitavos-de-final da Taça de Portugal.
"O Braga é, a par do Benfica, a melhor equipa da Liga. Defende e ataca bem, tem melhores individualidades e é claramente favorito, mas nós também poderemos passar. Estamos numa boa fase e vamos tentar que a união do grupo consiga anular as suas capacidades", disse Cascavel à agência Lusa, depois de o Freamunde ter eliminado a União de Leiria (5-4 após grandes penalidades), na ronda anterior.
O avançado, de 22 anos, disse ainda não haver razões para considerar mais acessível a segunda linha do Sporting de Braga, lembrando que "quem realmente quer mostrar o seu valor e conseguir alguma visibilidade são os jogadores da segunda equipa".
Cascavel, a atravessar a melhor fase da sua carreira, é o principal goleador do Freamunde, com quatro dos cinco tentos na Liga de Honra apontados nas últimas quatro jornadas, tendo marcado ainda nas duas últimas eliminatórias da Taça de Portugal, mas estes registos dizem-lhe pouco sobre o que poderá fazer na quarta-feira.
"A equipa está no bom caminho, depois de ter passado fases menos positivas, e tenho conseguido aproveitar. Sei que na quarta-feira o jogo será diferente e terei menos oportunidades do que é habitual, mas terei de estar ainda mais concentrado para aproveitar o que possa surgir", sublinhou, repetindo os conselhos do pai.
Paulinho Cascavel, pai do avançado do Freamunde, jogou em Portugal entre 1985 e 1991, tendo conquistado por duas vezes o título de melhor marcador do campeonato português, ao serviço do Vitória de Guimarães (22 em 1986/87) e Sporting (23 em 87/88).
in "Record online"

Valdinho no Moncorvo

Valdinho, 20 anos, vai jogar até final da época no Torre de Moncorvo, equipa da III Divisão. O avançado teve poucas oportunidades na actual época, tendo apenas sido suplente utilizado em dois jogos da Vitalis.

Filipe Pastel rescindiu com Feirense
Filipe Pastel já não é jogador do Feirense. O médio contratado no início da época alegou inadaptação ao clube, onde realizou oito jogos e marcou dois golos, e acordou a rescisão amigável com o presidente Rodrigo Nunes. A saída de Filipe Pastel aumentou a atenção ao mercado, pelo que nos próximos dias são esperados um médio e um avançado.

in "O Jogo"

Será reforço??

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Liga Vitalis: 16ª jornada

RESULTADOS:
Covilhã 2-2 Beira Mar
Aves 1-2 Freamunde
Carregado 2-3 Trofense
Fátima 2-5 Santa Clara
Oliveirense 3-0 Varzim
Portimonense 2-1 Estoril
Feirense 1-0 Chaves
Penafiel 0-0 Gil Vicente
.
CLASSIFICAÇÃO

sábado, 16 de janeiro de 2010

Desp. Aves 1-2 SC Freamunde

Terceira vitória consecutiva



O Freamunde alcançou uma excelente vitória no difícil reduto do Aves, e continua a «trepar» na tabela classificativa. Numa fase muito difícil do campeonato em que a equipa teve 2 jogos seguidos fora de portas, conseguiu com todo o mérito conquistar duas vitórias.

Foi um jogo complicado também pelo facto do relvado se encontrar muito pesado, com muita água e lama, por isso a partida foi essencialmente de muita luta e sacrifício. O Freamunde não poderia ter começado melhor, logo no 1º minuto de jogo, Romaric saltou mais alto e de cabeça fez o 0-1. O Aves tentou reagir, e foi-se chegando mais junto da baliza de Tó Figueira em busca do prejuízo, contudo nunca conseguiu criar verdadeiro perigo, mesmo assim João Silva, jovem e excelente avançado dos avenses ao minuto 37, fez o golo do empate. O Freamunde mais uma vez não poderia ter reagido melhor, conseguiu 5 minutos volvidos repor a vantagem, com o golo a ser apontado por Cascavel.

Na 2ª parte, com o terreno a ficar ainda pior, o jogo tornou-se ainda mais de muita luta e pouco futebol, o Aves criou as melhores oportunidades na tentativa de virar o resultado, mas a equipa do Freamunde, muito bem, continuou segura, controlando o jogo e assegurando os 3 pontos.


QUARTA-FEIRA - 19:30H

SC Freamunde x Sp. Braga ( Taça de Portugal)

TODOS AO ESTÁDIO

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Agenda

SENIORES - Liga Vitalis
Desp. Aves x Freamunde
Sábado, 15:00h

JUNIORES - 2ª Divisão Nacional-serie A
Freamunde x Famalicão
Sábado, 15:00h

JUVENIS A - Campeonato Nacional-serie A
Freamunde x Cachão
Domingo, 9:00h

JUVENIS B - 2ª Divisão Distrital-serie 6
Sobrosa x Freamunde
Domingo,9:00h

INICIADOS A - Campeonato Nacional-serie B
Freamunde x Desp. Aves
Domingo, 11:00h

INICIADOS B - 1ª Divisão Distrital-serie 2
Freamunde x Penafiel
Sábado, 13:00h

INFANTIS A - 1ª Divisão Distrital-serie 2
Ac. Felgueiras x Freamunde
Sábado, 16:00h

INFANTIS B - 2ª Divisão Distrital-serie 7
Sobrão x Freamunde
Sábado, 14:00h

ESCOLINHAS FUT 7
SERIE 1 - Freamunde x Rio Ave - Sábado, 9:30h
SERIE 2 - Freamunde x I. Milheirós - Sábado, 10:30h
SERIE 3 - Paço Sousa x Freamunde - Sábado, 9:30h
SERIE 4 - Amarante x Freamunde - sábado, 9:30h

Juniores do SC Freamunde em destaque no Jornal de Noticias

Longo caminho a percorrer até pensar na subida

Susana Silva
Os juniores do Freamunde não tiveram o melhor arranque no Nacional da 2.ª Divisão, mas sete vitórias consecutivas colocaram a equipa no primeiro lugar e mais perto do desejado regresso ao escalão maior.
Apesar de ocuparem a primeira posição da Série A, treinador e jogadores ainda não assumem a subida como meta. "O apuramento para a segunda fase é o único objectivo. Estamos muito perto, mas ainda não o conseguimos. Quando isso acontecer, então traçaremos novos objectivos", revelou o treinador Carlos Coelho, ainda com o mau início bem presente no pensamento.
O ponto de viragem, segundo o técnico, surgiu à segunda jornada, após a derrota, fora, com o Bragança. "Reflectimos, discutimos o porquê e descobrimos que era necessário uma nova atitude. Tivemos de nos adaptar ao campeonato para conseguirmos ter melhores resultados". Neste momento, Carlos Coelho aponta o colectivo como ponto forte da equipa. "Mas mesmo aí ainda temos um longo caminho a percorrer. Se melhorarmos nesse capítulo podemos alcançar a segunda fase e então pensaremos em voos mais altos", explicou.
O capitão Daniel Leal, médio de 18 anos, atribui o primeiro lugar ao trabalho diário do grupo e só lamenta que não se dê tanta atenção a esta prova. "É normal as pessoas só olharem para a 1.ª Divisão Nacional, mas também há qualidade na segunda, pois o campeonato até é mais competitivo", anotou o médio, que sonha um dia chegar à selecção nacional.
Pedro Baptista, central de 17 anos, gostava, na próxima época, de jogar com equipas muito mais fortes. "Mas para já pensamos na segunda fase", defende o jovem. E apoio não falta aos juniores. "As pessoas da terra têm bastante orgulho nas camadas jovens e nos seniores e gostam de marcar presença", enaltece o defesa.

Proveitos visíveis
Rui Neto
, director do departamento juvenil freamundense, assume como objectivo "a valorização dos atletas, para que no futuro possam integrar o plantel sénior". E, os sete jogadores formados no clube que estão actualmente na equipa principal são o melhor exemplo de que o os capões têm sabido tirar proveito do investimento feito na formação.

plantel
Guarda-redes: Moura, André e Meireles.
Defesas: Eduardo Torres, Pintinho, Pedrosa, Marcos, Pedro Batista, Paulo Monteiro e Márcio. Médios: Gustavo, Paulo Ferreira, Ricardo, Daniel Leal, Pedro e Andrezinho.
Avançados: Joel Gonçalves, Pepe, Fábio, Nandinho e Raul Barbosa.
Equipa Técnica: Carlos Coelho (Treinador), Mateus Costa e Rui Ribeiro (Adjuntos).

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Algumas curiosidades da 1ª metade da Liga Vitalis 2009/10


Melhor ataque - Portimonense - 22 golos
Melhor defesa - Feirense - 11 golos
Pior ataque - Varzim - 9 golos (-1 jogo)
Pior defesa - Covilhã - 25 golos
Mais cartões amarelos - Freamunde - 50
Mais cartões vermelhos - Estoril - 5
Menos amarelos - Santa Clara - 30
Menos vermelhos - Penafiel - 1 (duplo amarelo)
Mais derrotas - Carregado - 9
Mais vitórias - Beira mar -9
Mais empates - Aves -9
Melhor marcador - Carlos Pinto - Carlos Pinto (Chaves) - 8 golos
Melhor média de golos - Wilson (Portimonense) - 1 golo/jogo
Mais golos de penalti - Freamunde -5
Jogo com mais golos - Portimonense 3-3 Fátima
Jogo com mais cartões - Estoril - Freamunde - 11 cartões

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Comparações

Com meio campeonato completo na edição 2009/10 da Liga Vitalis, vamos a comparações entre as ultimas duas edições da competição em igual momento, ou seja, à 15ª jornada.
2009/2010

2008/2009


2007/2008

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Penafiel 2-3 SC Freamunde

Tarde negra para Capela
O jogo começou mal para João Capela aos 16', quando Ferreira foi puxado dentro da área por Raviola e o árbitro não marcou penálti. Depois foi um sem número de erros, com o assistente Tiago Rocha a puxar para si o papel de protagonista ao validar o terceiro golo do Freamunde, em claro fora-de-jogo, e ao assinalar o segundo penálti contra o Penafiel, num lance em que a bola foi rematada à queima-roupa e bateu no braço de Ricardo, com o jogador posicionado de costas para a bola e com o braço encostado ao corpo.
Quanto ao jogo, o Penafiel fez alinhar o reforço Josué, ex-Covilhã, que mostrou boa qualidade. Os penafidelenses tiveram mais posse de bola e criaram mais oportunidades de golo, mas o Freamunde respondeu sempre bem e também criou várias ocasiões de perigo. Mesmo a perderem por 2-1, os penafidelenses procuravam o empate, mas o golo de Bock, em claro fora-de-jogo, quebrou por completo a formação visitada.

Descontentamento deu em detenção de adepto
No final do Penafiel-Freamunde, um grupo de adeptos locais esperou pelo árbitro para expressar o seu desagrado pelo trabalho realizado e trocou palavras com elementos ligados ao Freamunde. A GNR tentou demover os mais irritados, acabando por ser detido um adepto penafidelense. Depois tudo serenou.

Declarações
Pedro Simões, treinador-adjunto do Penafiel
"Já vi este filme. Reagimos ao primeiro golo, mas fomos surpreendidos pelo segundo penálti"

Pedro Monteiro, treinador-adjunto do Freamunde
"As duas equipas queriam ganhar. Fomos eficazes e pelo empenho merecemos ganhar"
Estádio Municipal 25 de Abril
Árbitro João Capela [AF Lisboa]

Penafiel
José Eduardo
Alex Garcia
José Costa
Ricardo Nascimento
Zé Nando INT
Luís Ferreira 56'
Hugo Soares
Josué
Kanu
Guedes
Carlos Carneiro 41'
Treinador Lázaro Oliveira
Willian
Wagner
Vítor 56'
Pedro Coronas
Elízio INT
Rafa
Hernâni a 41'
-
Golos 66' [1-1] Vítor (66'), 90+3' g.p. [2-2] Vítor
Amarelos 10' Alex Garcia, 16' Luís Ferreira, 32' Hugo Soares, 36' José Eduardo, 86' Ricardo Nascimento

Freamunde
Tó Figueira
Raviola
Romaric
Luís Pedro
Marco Tiago
Luiz Carlos 68'
Emanuel
Tarcísio
Marco Cláudio
Cascavel 68'
Júnior Maranhão 77'
Treinador Jorge Regadas
Peraltinha
Kika 77'
Barbosa
Bock 68'
Brandão 68'
Gustavo Sousa
João Paulo

Golos 37' [0-1] Cascavel, 87' g.p. [1-2] Marco Tiago, 90' [2-3] Bock
Amarelos 15' Luís Pedro, 25' Raviola, 49' e 90+3' Marco Tiago, 80' Brandão
vermelho 90+3' Marco Tiago
in "O Jogo"

Liga Vitalis: 15ª jornada


Desp. Aves 0-0 Santa Clara
Gil Vicente 4-0 Trofense
Carregado 0-2 Beira Mar
Penafiel 2-3 Freamunde
Portimonense 3-1 UD. Oliveirense
CD. Fátima 0-0 Desp. Chaves
Feirense 1-1 Estoril-Praia
Sp. Covilhã - Varzim (adiado)

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Milton pretendido

PONTA-DE-LANÇA PODE REGRESSAR Milton pode estar de regresso a Freamunde, depois uma passagem de sucesso que lhe garantiu a mudança para o campeonato cipriota (Doxa), no início da época passada. O ponta-de-lança, de 30 anos, ficou na história dos capões ao apontar, diante da U. Madeira, o golo que valeu a subida do Freamunde à Liga de Honra, há três temporadas.
O avançado continua ligado ao Doxa, mas a pouca utilização (foi titular em 4 dos 15 jogos já realizados da Liga cipriota) pode precipitar a rescisão do seu contrato, sendo o seu regresso desejado em Freamunde. Conhecido de Jorge Regadas, depois de duas épocas sob a sua orientação, Milton irá aumentar o leque de opções para o ataque, fazendo concorrência direta a Bertinho, Cascavel e Bock e ainda a Gustavo e Nuno Silva, estes menos utilizados.No ano da subida, Milton marcou 6 golos em 28 jogos ao serviço do Freamunde, registo apenas superado pelos 10 tentos apontados dois anos antes (em 2004/05) ao serviço do Barreirense, também na 2.ª Divisão.
.
in Record

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Diogo Rosado pode ser reforço


Diogo Rosado, atleta produto das escolas de formação do Sporting e um dos atletas em que o clube leonino deposita mais esperança no futuro, pode ser ser opção para o meio campo ofensivo do SC Freamunde. Segundo alguns órgãos de imprensa, o jovem de 19 anos pode chegar a Freamunde por empréstimo. Diogo Rosado tem sido presença assídua em todas as selecções jovens de Portugal e está neste momento integrado nos trabalhos do plantel sénior do Sporting, depois de ter estado emprestado desde o inicio da época ao Real Massamá, mas pelo que se sabe, os leões pretendem que o atleta integre uma equipa da Liga Vitalis, para ganhar experiência e ritmo competitivo.

B.I. do jogador:
Nome: Diogo Jorge Rosado.
Data de nascimento: 21-02-1990 (19 anos).
Nacionalidade: Portuguesa.
Peso: 74 quilogramas.
Altura: 185 centímetros.
Posição: Médio e extremo.Percurso: Grupo Desportivo Peniche e Sporting Clube de Portugal.
Clube actual: Sporting Clube de Portugal.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Valdinho emprestado ao Vila Meã?

Valdinho

A edição de hoje do jornal A Bola, avança que Valdinho, avançado do Freamunde será emprestado ao Vila Meã, clube que disputa a serie B da 3ª Divisão Nacional, e que ocupa actualmente a primeira posição na tabela classificativa. O angolano, formado nas escolas do Freamunde, tem sido muito pouco utilizado pelo técnico Jorge Regadas, e caso se confirme este empréstimo, terá assim mais oportunidades de evoluir como atleta de alta competição.

Quem também é referido como possível reforço de Inverno na mesma edição do jornal, é Nélson do Leixões. Mais uma vez os órgão de comunicação social dão como provável, a vinda do lateral esquerdo para o Freamunde, o que seria um regresso que todos os freamundenses viriam com muito bons olhos.