patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Nova época de "O Estrelinha Vai à Escola"


1 DE OUTUBRO... o início tão esperado por todos... O ESTRELINHA VAI ESTAR NA ESCOLA outra vez... YUUUUPI!!!!

Taça da Liga: Freamunde 2-3 Rio Ave

Triunfo em Freamunde num jogo emotivo
VILACONDENDES VENCEM POR 3-2

1062760
O Rio Ave, com vários jogadores menos utilizados, venceu esta quarta-feira em Freamunde - onde jogou em inferioridade numérica desde os quatro minutos - por 3-2, num jogo intenso da primeira mão da segunda fase da Taça da Liga.
O jogo pareceu poder ficar "sentenciado" logo aos 4', quando Baptista, inadvertidamente, rasteirou Diego Lopes na área do Freamunde, foi expulso e João Tomás converteu a respetiva grande penalidade. Mesmo revolucionando o onze, no qual apenas Diego se manteve relativamente ao último jogo do campeonato, o Rio Ave tinha via aberta para construir um resultado robusto e não ter problemas na deslocação ao reduto da equipa da II Liga, mas Bock, aos 13 minutos, restabeleceu a igualdade.

Contudo, João Tomás, após uma jogada individual de Feliz na esquerda, voltaria a marcar, aos 29', na recarga a um remate de Jeferson. O Freamunde, mais retraído, demorou a adaptar-se à alteração promovida pelo técnico Nuno Sousa, que substituiu Lio por Barbosa, e viria a sofrer o terceiro golo, por Diego Lopes, aos 34', na emenda a um centro de João Tomás da esquerda.

Os locais foram melhores no segundo tempo, beneficiando da atitude mais passiva do Rio Ave, em vantagem no número de jogadores e no resultado, e reentraram no jogo aos 51 minutos, por Joel, com um cabeceamento em rotação após centro da direita de Bock. Com grande alma, os jogadores da II Liga podiam ter restabelecido a igualdade cinco minutos depois, mas Barbosa cabeceou mal e fraco, após novo trabalho individual de Bock.

Até ao final, as duas equipas podiam chegado ao golo, com destaque para um lance do freamundense Machado e um remate de Hassan ao ferro, ambos já em período de compensação.

Jogo no Jogo no Complexo Desportivo do Freamunde

Freamunde-Rio Ave, 2-3

Marcadores: 0-1, João Tomás, 5' (grande penalidade). 1-1, Bock, 13'. 1-2, João Tomás, 29'. 1-3, Diego Lopes, 34'. 2-3, Joel, 51'

- Freamunde: Peter, Laranjeiro, Baptista, Luís Pedro, Tico, Brandão, Babo, Pedró, Lio (Barbosa, 22), Joel (Cristophe, 72) e Bock (Machado, 82)

Suplentes: Tó Figueira, Nana K, Barbosa, Fábio Jorge, Machado, Diogo e Cristophe)

Treinador: Nuno Sousa

- Rio Ave: Ederson, André Costa, Rodriguez (Soares, 46), Jeferson, André Dias, André Vilas Boas, Vítor Gomes, Diego (Del Valle, 70), Ukra, Feliz e João Tomás (Hassan, 61)

Suplentes: Rafa, Edimar, Braga, Wires, Soares, Hassan e Del Valle

Treinador: Nuno Espírito Santo

Árbitro: Artur Soares Dias (Porto)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Jeferson (15), Vítor Gomes (48), Tico (79), Feliz (85) e André Costa (89). Cartão vermelho direto para Baptista (4)

Assistência: Cerca de 400 espetadores

@Record
Foto: Global Imagem

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Convocados para o jogo frente ao Rio Ave de amanha





Convocados do SC Freamunde para o confronto com o Rio Ave:
Peter Rusina, To Figueira, Laranjeiro, Tico, Luís Pedro, Baptista, Nana K, Brandão, Diogo, Babo, Barbosa, Lio, Pedro´, Fábio Jorge, Joel, Machado, Bock, Cristophe.

Lesionados: Zé Alberto e Pinto.

Presidente do Freamunde disse que vai ser um dia de festa

O presidente do Freamunde, José Coelho, considerou o embate com o Benfica como um “momento de muita satisfação e festa” para o clube da II Liga.
“O que se espera na Taça de Portugal é que um clube mais pequeno encontre um maior, cumprindo o espírito da prova. Isso aconteceu connosco e só espero que seja um dia de festa”, disse José Coelho à agência Lusa.

O presidente do Freamunde admitiu que a visita do Benfica poderá ajudar as finanças do clube, mas evitou alongar-se no tema.

“Tudo o que vier será bem-vindo, até porque o clube, como muitos outros, está necessitado de receitas, mas só no dia é que se poderá saber ao certo”, sublinhou.

Para o treinador do clube nortenho, Nuno Sousa, o sorteio foi “muito bom” em todos os aspetos.

O técnico, estreante nas provas profissionais, falou na “vertente espetáculo”, por ser “um jogo que empolga os adeptos e os próprios jogadores”, interessados em mostrar o seu valor, e na questão financeira, que é “sempre importante”.

“Vai ser um bom jogo e sempre teremos pela frente em nossa casa uma equipa que irá jogar aberto, o que não tem acontecido nos jogos que temos realizado para o campeonato”, acrescentou, prometendo “dar luta ao Benfica”.

O Freamunde, que ocupa o último lugar da II Liga de futebol, vai defrontar o Benfica pela primeira vez em competições oficiais, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal, a 20 de outubro.

A gafe de Nuno Luz da SIC questionando Rui Costa

Após o sorteio da 3ª eliminatória da Taça de Portugal, Nuno Luz jornalista da SIC cometeu uma ridicula gafe ao perguntar a Rui Costa director do Benfica se ele se sentia feliz por regressar a Freamunde!!! LOL

Freamunde recebe o Benfica para a Taça de Portugal





O Freamunde vai receber o Benfica na 3ª eliminatória da Taça de Portugal. 

A eliminatória vai realizar-se no dia 20 ou 21 de Outubro.

domingo, 23 de setembro de 2012

Freamunde perde na Oliveirense

Golo madrugador decido jogo
Barry marcou logo aos 2 minutos
 
 Um golo logo aos dois minutos, marcado por Barry, garantiu este domingo a vitória da Oliveirense sobre o Freamunde, por 1-0, na sétima jornada da 2.ª Liga.

O jogo começou praticamente com o golo dos anfitriões, quando Barry respondeu da melhor maneira a um cruzamento de Zé Pedro, cabeceando para o fundo da baliza de João Figueira.

Depois disso, o Freamunde ainda tentou esboçar uma reação, mas o domínio do jogo pertenceu quase sempre à Oliveirense, que chegava com alguma facilidade à área do seu adversário sem, no entanto, criar grande perigo.

Nos últimos cinco minutos da primeira parte, o Freamunde foi mais audaz e rondou a baliza da Oliveirense, mas sem qualquer efeito. Na segunda parte, a equipa de Nuno Sousa pressionou mais, mas a chuva que se fez sentir empapou o relvado e dificultou a ação das equipas.

Ainda assim, um cabeceamento de Joel, aos 59 minutos, levou muito perigo à baliza de João Pinho, que efetuou uma grande defesa. Capela, aos 80 minutos, quase ampliava a vantagem para a Oliveirense, num remate de meia distância, mas a bola saiu ao lado da baliza de João Figueira.

Nos últimos minutos, o Freamunde jogou mais com o coração do que com a cabeça na procura do empate, que acabou por não contecer.

Jogo no Estádio Carlos Osório, em Oliveira de Azeméis

Oliveirense-Freamunde, 1-0

Árbitro: João Ferreira (Setúbal)

Ao intervalo: 1-0

Marcador: 1-0, Barry, aos 2 minutos

Oliveirense: João Pinho, Bruno Sousa, Banjai, Diego, Chico Silva, Diogo, Zé Pedro, Rui Lima (Rafa, 90), Avto (Capela, 65), Hélder Silva (Carlitos, 76), e Barry.

Treinador: João de Deus

Freamunde: João Figueira, Laranjeiro, Luís Pedro, Baptista, Tico, Barbosa (Cristophe, 71), Lio, Zé Alberto, Pedros, Diogo (Bock, 78) e Joel.

Treinador: Nuno Sousa.

Ação disciplinar: cartão amarelo a Luís Pedro (10), Chico Silva (58) e Capela (74).

Assistência: cerca de 500 espetadores.

@Record

sábado, 22 de setembro de 2012

Covocados para o Oliveirense x Freamunde





O Freamunde tem uma deslocação muito difícil ao terreno da Oliveirense, numa fase em que a equipa de Oliveira de Azeméis esta em crescendo e ocupa uma posição na primeira metade da tabela classificativa. De qualquer forma e apesar de os últimos resultados terem sido fracos, o Freamunde tem boas recordações do Estádio Carlos Osório, porque foi precisamente neste campo que a equipa de Nuno Sousa conseguiu a sua única vitoria na temporada frente a uma equipa do seu escalão, mesmo tendo sido 3 pontos conquistados numa outra prova, a Taça da Liga.


Convocados do Freamunde para o Oliveirense x SC Freamunde:

Peter, To Figueira, Laranjeiro, Tico, Luís Pedro, Baptista, Zé Alberto, Edu, Diogo, Babo, Barbosa, Lio, Pedro´, Fábio Jorge, Joel, Machado, Bock, Cristophe.

LESIONADOS: Nana K, Pinto.
CASTIGADOS: Brandão



Aprovada criação de uma Sociedade de Desenvolvimento Desportivo

LÍDER DA AG EXPLICA QUE NÃO SE TRATA DE UMA SAD



Os sócios do Freamunde deliberaram esta sexta-feira, por unanimidade, dar poderes à mesa da Assembleia-geral (AG) para trabalhar o modelo da Sociedade de Desenvolvimento Desportivo, com o objetivo de criar valor para o clube da II Liga.

A ideia desta sociedade por quotas surgiu como resposta às dificuldades sentidas pela atual direção em fazer face aos seus compromissos, pretendendo "criar valor para o Freamunde", o que implica "a profissionalização do clube a 100 por cento". "É preciso esclarecer que não estamos a falar de uma SAD [Sociedade Anónima Desportiva] e que esta ideia não afeta em nada a natureza do clube, que continuará a fazer o que faz e a jogar onde joga", explicou aos associados o presidente da AG, Arnaldo Meireles.

A Sociedade de Desenvolvimento Desportivo do Sport Clube Freamunde, como se designará, vai permitir que quem trabalhe no futebol possa investir legalmente no clube, seguindo uma "política comercial mais agressiva" e igualmente aberta aos associados.

"Não se pede dinheiro a ninguém, mas pergunta-se se as pessoas querem ganhar com o Freamunde, tornando-se investidores, em substituição da política dos donativos", sublinhou Arnaldo Meireles. A Mesa da AG irá agora trabalhar no 'desenho' da solução e na elaboração dos respetivos estatutos, que incluirão, como fez questão de dizer o seu presidente, "todas as cláusulas de salvaguarda que a lei permitir". A ratificação deste projeto será feita em AG, em data anterior a 30 de setembro, o mesmo acontecendo com as contas do exercício fiscal da época desportiva de 2011/2012, que não puderam hoje ser apresentadas. Este adiamento foi justificado com a necessidade de "encaixar o modelo de gestão antigo [Comissão Administrativa] no modelo de direção atual".

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

2º pior arranque de sempre do Freamunde na II Liga

O Freamunde está a ter o 2º pior arranque do seu historial na II Liga de futebol. Nas outras 8 participações do clube da 2ª divisão mais alta do futebol português, apenas na época de estreia deste campeonato no quadro competitivo nacional de futebol, o Freamunde teve um arranque mais fraco, à passagem da 6ª jornada os «capões» tinham somente 1 ponto somado, mas atenção, nessa já longínqua temporada, o SC Freamunde acabou por descer de divisão, num campeonato parecido com este, disputado por 20 equipas.

De facto o Freamunde tem apresentado um futebol muito fraco, principalmente em casa, onde a equipa apresenta francas dificuldades, e onde temos sido autênticos «anjinhos», derrotados por todos os adversários com uma aparente facilidade que preocupa!
Na presente temporada salva-se a passagem da equipa à 2ª fase da Taça da Liga e à 3ª eliminatória da Taça de Portugal, algo que já não acontecia há uns anos, mas convenhamos que a cada jornada que passa, estes 2 feitos começam a ser muito pouco para compensar as sucessivas (quase) goleadas sofridas em casa!

O treinador Nuno Sousa prometia futebol espetáculo numa entrevista logo após ter sido contratado e, não está a conseguir fazer cumprir essa promessa. Do que é dado a conhecer, Nuno Sousa não é homem de fazer muitas alterações no seu esquema de jogo, parece ser fiel ao seu sistema táctico de eleição (4-4-2), mas se não fizer alguma coisa rapidamente para alterar o rumo dos acontecimentos, arrisca-se a ficar na história do clube pela negativa!

Classificação do Freamunde a 6ª jornada nas outras presenças na II Liga
  • 1990/91 - 1 ponto, 6 golos marcados e 14 sofridos, 20º lugar
  • 1999/00 - 9 p, 12gm, 7gs, 7º lugar
  • 2000/01 - 6 p, 6gm, 5gs, 16º lugar
  • 2007/08 - 6 p, 6gm, 9gs, 11º lugar
  • 2008/09 - 8 p, 4gm, 3gs, 11º lugar
  • 2009/10 - 8 p, 7gm, 7gs, 10º lugar
  • 2010/11 - 6 p, 2gm, 3gs, 13º lugar
  • 2011/12 - 8 p, 7gm, 6gs, 8º lugar
  • 2012/13 - 2 pontos, 5 golos marcados, 11 sofridos, 21º lugar

II Liga: 6ª jornada

Freamunde-Penafiel, 1-3
(Lio 49'; Rafa 14', Aldair 61' e 85')


Naval-U. Madeira, 0-1
(Jhon 34')

Atlético-Oliveirense, 1-2
(Marco Bicho 42'; Vítor Moreno a.g. 45'+1 e Barry 90'+2)

Marítimo B-Sp. Covilhã, 2-0
(Ytalo 26' e André Ferreira 68')

Sp. Braga B-Portimonense, 1-2(Carlos Eduardo 48'; Erick 37' e M. Madeira 44')

Benfica B-Tondela, 2-2
(Miguel Rosa 41' e Cafú 83'; Jô 23' e Tiago Barros 45')

FC Porto B-Belenenses, 0-1
(Arsénio 90'+3)

Feirense-Aves, 0-0

Arouca-Sporting B, 1-2
(Zarabi 31'; Esgaio g.p. 62' e g.p. 67')

Trofense-V. Guimarães B, 0-0

Santa Clara-Leixões, 13 de outubro, 16 horas

Freamunde 1-3 Penafiel

Aldair bisa em domínio penafidelense

O Penafiel conquistou esta quarta-feira a segunda vitória consecutiva fora de portas, ao bater merecidamente o Freamunde, em inferioridade numérica desde os 58 minutos, por 3-1, em jogo da sexta jornada da 2.ª Liga.

O avançado Aldair foi a figura maior de um jogo de domínio repartido, ao apontar dois dos três golos da equipa, aos 61 e 85 minutos, com remates de longe, tirando partido da inferioridade numérica dos locais, após expulsão de Brandão, por acumulação de amarelos, aos 58.

A formação penafidelense entrou no jogo a dominar e a beneficiar da melhor distribuição em campo dos seus jogadores, que lhe permitia sair para o ataque em vantagem numérica, tendo-lhe pertencido as únicas oportunidades de golo do primeiro tempo. Romeu Torres, o mais perdulário, falhou frente a Tó Figueira, aos 10 minutos, antecipando o golo que Rafa viria a marcar, aos 14', num cabeceamento após canto da esquerda.

Sem capacidade de reação e pressionado pela desvantagem no marcador, o Freamunde via o adversário jogar e desperdiçar lances de golo, com destaque para Ferreira, aos 22 minutos, e Romeu Torres, que, aos 25, permitiu a defesa de Tó Figueira na cobrança de uma grande penalidade.

O técnico do Freamunde, Nuno Santos, mexeu na equipa ao intervalo, com as entradas de Zé Alberto e Joel, e a equipa melhorou substancialmente, acabando por empatar, por Lio, aos 58, na cobrança de uma grande penalidade, por mão de Gabriel na área penafidelense. Mais pressionantes sobre o homem da bola e com o meio-campo mais adiantado, os locais pareciam capazes de dar a volta ao resultado, mas os dois cartões amarelos visto por Brandão no espaço de oito minutos (50 e 58) foram um golpe demasiado forte para a equipa, em especial a partir do segundo golo do Penafiel.

Aldair, aos 61, rematou fora de área, num "chapéu" de medidas certas para Tó Figueira, que pareceu ter sido apanhado desprevenido no lance do terceiro golo, aos 85, novamente apontado por Aldair e igualmente fora de área.

Com esta vitória, o Penafiel, que não perde para o campeonato desde 22 agosto (derrota em casa com o Arouca por 3-0), ascendeu ao grupo das equipas com 10 pontos, na primeira metade da classificação, enquanto o Freamunde manteve o penúltimo lugar, com dois pontos conquistados.

Ao intervalo: 0-1.
Marcadores: 0-1, Rafa, 14 minutos. 1-1, Lio, 49 (grande penalidade). 1-2, Aldair, 61. 1-3, Aldair, 85.

Freamunde: Tó Figueira, Laranjeiro, Batista, Luís Pedro, Tico, Brandão, Babo (Zé Alberto, 46), Lio (Machado, 80), Pedró, Cristophe (Joel, 46) e Bock. (Suplentes: Peter, Zé Alberto, Barbosa, Fábio Jorge, Pedrinho, Machado e Joel). Treinador: Nuno Sousa.

Penafiel: Coelho, Gabriel, Fábio Ervões, Leomar, Vítor Bruno (Elísio, 72), Ferreira, Rafa, Aldair, Robson (Sérgio Organista, 84), Mbala e Romeu Torres (Joel, 73). (Suplentes: Nuno Santos, Joel, Pedro Santos, Pedrinha, Elísio, Sérgio Organista e Pedro Coronas). Treinador: Miguel Leal.

Árbitro: Marco Ferreira (Madeira).
Ação disciplinar: cartão amarelo para Brandão (50 e 58), Vítor Bruno (64), Bock (65), Fábio Ervões (74), Elísio (81), Tico (86) e Zé Alberto (87).
Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Brandão (58).
Assistência: Cerca de 500 espectadores.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Bock faz hoje 37 anos!

Avançado do Freamunde festejou mais de três centenas de golos como sénior mas nunca teve uma chance no principal escalão. No dia em que cumpre 37 anos, admite que empresários não ajudaram.
Bock, capitão do Freamunde e que comemora hoje 37 anos, disse ter feito bem em prolongar a carreira por mais um ano e lamentou nunca ter jogado no principal campeonato. "Sinto-me feliz por estar a justificar a decisão de ter continuado a jogar futebol. Mantenho a alegria de me levantar todos os dias para treinar e só me sinto triste por saber que está a chegar ao fim", disse Bock à agência Lusa.

Numa entrevista em que se dispôs a falar abertamente de tudo, Fernando Jorge Tavares Oliveira, mais conhecido por Bock, disse ter chegado a um ponto em que não pode arriscar fazer planos para o futuro, lembrando que, "nesta fase da carreira, uma lesão grave representa o fim".

Revendo o percurso, iniciado no Passarinhos da Ribeira, seguindo as pisadas do pai, até ao Freamunde, o seu "clube do coração", Bock fala na "história de um rapaz de origens humildes, que sempre correu atrás do seu sonho, mas que, assumidamente, falhou o objetivo principal de jogar na I Liga". A justificação para o sucedido, admitiu, poderá ter passado pela influência dos empresários, garantindo que foi "muito prejudicado", tendo em conta o seu currículo, recheado de golos, que faz justiça à sua condição de avançado.

"Só na formação, desde que me estreei a marcar, ainda infantil, pelo Passarinhos, num jogo frente ao Infesta, e, depois no FC Porto, fiz 630 golos", afirmou, sem hesitar, Bock. O"capitão e referência maior do Freamunde, da II Liga, necessitou apenas da calculadora para somar os restantes tentos apontados como sénior, adiantando, "com grande dose de segurança", ter marcado "mais 306 golos" até hoje.

"A minha relação com os golos tem muito a ver com a minha maneira de sentir o jogo, o gosto de ter a bola, de assumir e não ter medo de errar", explicou, escolhendo o golo marcado ao Desportivo das Aves, há duas épocas, como o melhor da carreira, num lance em que, deixou para trás "cinco ou seis adversários", antes de finalizar.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Agenda


Vais ficar em casa a ver a Champions League??

Não acredito!!!! O Freamunde - penafiel de amanhã sim é o verdadeiro jogo da Liga dos Campeões!!

FREAMUNDE SEMPRE!!

domingo, 16 de setembro de 2012

Freamunde segue em frente na Taça de Portugal

Pedro´ autor do único golo do Freamunde

O Freamunde qualificou-se este domingo para a 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, ao derrotar o Salgueiros 08 por 1-0, com um golo de Pedró, aos 83 minutos de um jogo com poucos motivos de interesse.

A festa da Taça tem a particularidade de juntar "pequenos" e "grandes", ou, em casos particulares, fazer regressar a palcos maiores alguns clubes com história e currículo a condizer.

Foi o que ocorreu em Freamunde, com a visita do Salgueiros 08, herdeiro administrativo do "histórico" Sport Comércio e Salgueiros, equipa que hoje milita na III Divisão, depois de uma travessia pelos distritais.

Recorrendo a antigos jogadores do clube, como Albertino (completa 41 anos em novembro), e outros em final de carreira, como Vítor Fróis (36), Pinheiro (35) ou Quim Ferraz (38), o Salgueiros 08 apresentou-se contido em Freamunde, procurando tirar partido da maior experiência face a um conjunto com muitas alterações no "onze".

Peter Rusina surgiu na baliza do Freamunde e quase comprometia, aos 06 minutos, valendo a posição irregular de um avançado contrário a impedir a confirmação do golo do Salgueiros 08, no primeiro e único momento de perigo criado pela equipa ao longo do encontro.

Pedró levava a equipa freamundense para a frente, mas as suas ações não tinham continuidade nos colegas do ataque, em especial Cristophe, com duas perdidas, aos 08 e 31 minutos, a mais flagrante quando, isolado, acertou nas malhas laterais.

Os locais pecavam também por não explorarem a "veterania" dos centrais Albertino e Vítor Fróis, usando e abusando do jogo exterior, com o inevitável Pedró a ser responsável pelo remate mais perigoso, que obrigou Miguel Matos a mostrar serviço.

O guarda-redes do Salgueiros 08 voltou a estar em foco aos 51 minutos, ao desviar para canto um remate de Laranjeiro, mas seria já com Bock em campo que o Freamunde chegaria ao golo, aos 83 minutos, por Pedró, com um remate cruzado ao ângulo, a concluir uma das melhores jogadas de envolvimento do ataque freamundense.

O avançado freamundense Diogo, utilizado na segunda parte, viu o cartão vermelho direto aos 87 minutos, deixando a equipa reduzida a 10 elementos, uma desvantagem que o Salgueiros não conseguiu aproveitar, apesar dos incentivos dos numerosos adeptos que acompanharam a equipa.

Jogo no Estádio do Sport Clube Freamunde.

Freamunde: Peter, Laranjeiro, Batista, Luís Pedro, Tico, Nana K (Fábio Jorge, 70), Babo, Barbosa, Pedró, Joel (Diogo, 64) e Cristophe (Bock, 58). (Suplentes: Tó Figueira, Edú, Pedrinho, Fábio Jorge, Machado, Diogo e Bock). Treinador: Adélio Faria (adjunto de Nuno Sousa).

Salgueiros 08: Miguel Matos, Joel, Albertino, Vítor Fróis, Moreira, Luca, Pinheiro, Alex (Rui João, 63), Toste (Quim Simões, 85), Carminé e Quim Ferraz (Hugo Oliveira, 80). (Suplentes: Chico, Rui João, Bruno, Quim Simões, Hugo Oliveira, Couto e Fábio). Treinador: Carlos Secretário. Árbitro: Hugo Pacheco (Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Alex (58), Nana K (61), Luís Pedro (71), Fábio Jorge (77) e Batista (78). Cartão vermelho direto para Diogo (87).

Assistência: cerca de 700 espetadores.

Taça de Potugal


segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Estrelinha TV: Resumos do fim de semana

Resumos dos jogos do Freamunde do final de semana de 8 e 9 de Setembro.

domingo, 9 de setembro de 2012

Empate nas Aves

Aves-Freamunde, 0-0 
Nulo em jogo com 5 expulsões


O Desportivo das Aves desperdiçou, este sábado, a oportunidade de ascender aos primeiros lugares da 2.ª Liga, ao empatar 0-0 diante do Freamunde, num jogo em atraso da terceira jornada que ficou marcado por cinco expulsões.

O árbitro Rui Silva, de Vila Real, chamou a si o protagonismo de um jogo fraco, com a exibição de cartões sem critério, que prejudicaram as duas equipas e o espetáculo, que teve em Tó Figueira e Dally outras das figuras.

O guarda-redes freamundense segurou o empate aos 83 minutos, ao defender uma grande penalidade cobrada pelo avançado marfinense do Aves, que, no espaço de quatro minutos, viu dois cartões amarelos.

O Freamunde foi a melhor equipa no primeiro tempo, ameaçando por três vezes a baliza de Marafona, com destaque para um lance individual protagonizado por Bock, aos 24 minutos, concluído com um remate às malhas laterais, contra nenhum remate direcionado à baliza pela formação local.

O intervalo fez bem ao Aves, que reentrou melhor no jogo e, até aos 60 minutos, podia ter marcado por duas vezes, em lances protagonizados pelo reforço Renato Santos e Vasco Matos, aos 55 e 59 minutos. A partir daí, o espetáculo, que nunca chegou a ter grande qualidade, decaiu pelas decisões polémicas de Rui Silva, que fica com o benefício da dúvida no lance da grande penalidade, a penalizar uma alegada mão na bola de Brandão na área do Freamunde.

Com este resultado, o Aves passou a somar nove pontos, isolando-se no sétimo lugar, enquanto o Freamunde, que conseguiu o segundo empate consecutivo, tem dois pontos.

Jogo no estádio do Clube Desportivo das Aves.

Desportivo das Aves - Freamunde, 0-0.

Equipas:

Desportivo das Aves: Marafona, Leandro, Romaric (João Paulo, 41), Élvis, Mamadu, Tito, Romeu, Pedro Grosso (Dally, 62), Renato Santos (Vasco Rocha, 76), Vasco Matos e Rabiola. (Suplentes: Rui Faria, João Paulo, Renato Reis, Valdinho, Vasco Rocha, Binaia e Dally).
Treinador: José Vilaça.

Freamunde: Tó Figueira, Zé Alberto (Laranjeiro, 46), Luís Pedro, Pinto (Batista, 19), Tico, Brandão, Babo, Pedró, Lio, Diogo (Cristophe, 78) e Bock. (Suplentes: Peter, Laranjeiro, Batista, Barbosa, Nana K, Joel e Cristophe).
Treinador: Nuno Sousa.

Árbitro: Rui Silva (Vila Real).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Romeu (37), Brandão (57 e 83), Luís Pedro (58), Pedró (63), Lio (65 e 90), Tico (76) e Dally (81 e 84). Cartão vermelho direto para Rabiola (73) e por acumulação de cartões amarelos para Brandão (83), Dally (84) e Lio (90). O treinador do Freamunde, Nuno Sousa, foi expulso (90).

Assistência: Cerca de 800 espectadores.

@Record
Foto: www.facebook.com/scfreamunde

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Aves x Freamunde: Sábado 17 horas

SEGUNDA LIGA
DESP. AVES X SC FREAMUNDE
Sábado, 8 de Setembro
17:00 horas

O Freamunde tem amanhã um importante jogo na Vila das Aves, um jogo em atraso referente à 3ª jornada da 2ª Liga, e que em caso de vitória dos freamundenses, poderá colocar a equipa numa posição melhor na tabela classificativa.
 Seria importante neste jogo deslocar uma boa falange de apoio dos freamundenses, Vila das Aves é perto, vai estar bom tempo, e temos que acreditar que podemos trazer de lá um bom resultado, e de uma vez por todas mudar o rumo dos resultados negativos.
O apoio de todos é fundamental!

TODOS AS AVES!!

UMA VEZ FREAMUNDE, FREAMUNDE SEMPRE!!

Ranking de multas 2012/13

O Freamunde esta colocado em 13º no ranking de multas aplicado pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional. 856€ e´ o total pago pelo SC Freamunde ate ao momento.

Confira a lista

Portimonense-2614€,
Naval-2119€,
Tondela-2107€,
Leixões-2067€,
Sporting B-1995€,
Covilhã-1694€,
Penafiel-1556€,
Arouca-1516€,
União-1256€,
Porto B-1067€,
Oliveirense-981€,
Feirense-915€,
Freamunde-856€,
Braga B-811€,
Aves-787€,
Santa Clara-764€,
Belenenses-686€,
Trofense-585€,
Guimarães B-402€,
Benfica B-389€,
Maritimo B-350€
Atlético-349€

domingo, 2 de setembro de 2012

Leixões 2-2 SC Freamunde

Primeiro ponto para os visitantes

O Freamunde pontuou este domingo pela primeira vez na Segunda Liga, ao empatar 2-2 em casa do Leixões, que, por seu lado, cedeu pela primeira vez pontos perante o seu público.

Num jogo muito disputado, o Freamunde beneficiou de duas grandes penalidades (32 e 55 minutos), convertidas por Lio, para chegar à igualdade.

O Leixões marcou cedo, logo no primeiro minuto, por Tiago Borges, que aproveitou uma desatenção da defesa contrária para rematar forte e cruzado.

O Freamunde recompôs-se e, aos poucos, conseguiu aproximar-se da área leixonense através de um futebol apoiado e paciente, ainda que pouco incisivo e sem causar grande perigo para a baliza de Rui Sacramento.

Mas, aos 34 minutos, num ataque conduzido pelo lado esquerdo, Pedró ultrapassou Nuno Silva e este derrubou-o, fazendo penálti, que o árbitro assinalou prontamente e Lio converteu, restabelecendo assim a igualdade.

O empate durou dois minutos, pois Pedras correspondeu bem a um cruzamento da esquerda, antecipou-se a um defensor contrário e, com o pé esquerdo, rematou forte, fazendo o 2-1.

A segunda parte foi dominada pelo Freamunde, com um futebol tricotado e venenoso, para o qual o Leixões não encontrou o antídoto adequado.

Durante largos minutos, a equipa visitante instalou-se no meio-campo contrário e foi procurando desequilibrar a defesa leixonense com trocas de bola sucessivas, até que, numa jogada envolvente, arrancou outro penalti, que Lio aproveitou para fazer o 2-2 final.

Tudo se complicou para a equipa treinada por Horácio Gonçalves quando, no espaço de quatro minutos, Moedas viu dois cartões amarelos e o vermelho, sendo expulso, deixando assim a sua equipa em inferioridade numérica.

Numa ação individual quase perfeita na grande área leixonenses, Bock falhou por pouco o terceiro golo para o Freamunde, atirando fraco e ao lado.

O Leixões procurou responder e, em dois remates de longe, de Gonçalo Graça (73) e Zé Pedro, andou também muito perto da vitória, mas a bola, nos dois casos, saiu ligeiramente ao lado da baliza de Tó Figueira, com este já batido.

Nos descontos, o Leixões reclamou um penálti por alegada mão de um defesa contrário, mas em vão.

Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos.

Leixões - Freamunde, 2-2.

Ao intervalo: 2-1.

Marcadores:

1-0, Tiago Borges, 01 minuto.

1-1, Lio, 32 (grande penalidade).

2-1, Pedras, 34.

2-2, Lio, 55 (grande penalidade).

- Leixões: Rui Sacramento, Steven, Nuno Silva, Zé Pedro, Sequeira, Moedas, Patrão, Luís Silva, Tiago Borges (Tsoumagkas, 62), Gonçalo Graça e Pedras (Mailo, 86).

(Suplentes: Matos, Nelson, Tsoumagkas, José Augusto, Mailo e Kaká).

Treinador: Horácio Gonçalves.

- Freamunde: Tó Figueira, Babo, Luís Pedro, Pinto, Tico, Brandão, José Alberto, Pedró, Lio (Barbosa, 75), Cristophe (Diogo, 54) e Bock (Joel, 82).

(Suplentes: Petiz, Nana K., Barbosa, Joel, Diogo, Laranjeiro e Batista).

Treinador: Nuno Sousa.

Árbitro: Artur Soares Dias (Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Christophe (22), Nuno Silva (31, Luís Pedro (43), Pinto (52), Zé Pedro (55), Diogo (59), Moedas (64 e 68), Brandão (85) e Patrão (90+3). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Moedas (68).

Assistência: Cerca de 1.200 espectadores.

5ª jornada - SEGUNDA LIGA

 

Tondela-Sp. Braga B, 2-1(Dyego Sousa 68' g.p. e Piojo 78'; Nuno Valente 7')

Leixões-Freamunde, 2-2 (Tiago Borges 1' e Pedras 34'; Lio 32' g.p. e 56' g.p.)

Penafiel-Trofense, 1-1 (Romeu Torres 64'; Paulinho 34' g.p.)

Belenenses-Naval, 1-0(João Meira 35')

V. Guimarães B-Arouca, 1-1(Paulo Oliveira 40'; Joeano 57')

Aves-Santa Clara, 0-0

Sp. Covilhã-Atlético, 1-0
(Fabrício 76')

Portimonense-Feirense, 2-1(Luís Carlos 3' e Ruben 84'; Diogo Cunha 18')

Oliveirense-FC Porto B, 3-0 (Barry 44', Banjai 48' e Rui Lima 51' g.p.)

Sporting B-Marítimo B, 3-2 (Betinho 24', Ricardo Esgaio 39' g.p. e Diego Rubio 58' g.p.; Patrick Bauer 16' e André Ferreira 77')
 
U. Madeira-Benfica B, 0-2
(André Almeida 54' e Correa 80')