patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Sempre freamundense seja qual for a divisão


O Freamunde desceu de divisão em seniores, juniores e juvenis, mas jamais desistirá de chegar novamente ao TOPO. A época foi dificil, foi negativa, mas este enorme clube vai regressa em alta certamente! Com a colaboração de todos os freamundenses, com o empenho e apoio de todos, o Sport Clube Freamunde vai dar-nos muitas alegrias e motivos para festejar.

VIVA O SC FREAMUNDE!!!

Mini Sebastianas em Junho


sábado, 25 de maio de 2013

Juvenis à procura da manutenção amanhã em Penafiel.

 

SÓ A VITÓRIA INTERESSA.

A equipa de Juvenis do Freamunde tem amanhã ás 11 horas em Penafiel um jogo decisivo nas contas da manutenção. os «capões» necessitam de uma vitória para garantir a manutenção no Campeonato Nacional. Já o seu adversário de amanhã terá apenas de pelo menos empatar para não descer. Uma autentica final é o que se espera em Penafiel, com as duas equipas vizinhas em perigo de despromoção.

Todos a Penafiel apoiar os nossos jovens!!

domingo, 19 de maio de 2013

Resumo: Belenenses 2-1 Freamunde


Segunda Liga 2012/13 - Classificação Final


Sobem à 1ª Liga - Belenenses e Arouca
Descem ao Campeonato Nacional de Seniores: Covilhã, V. Guimarães B e Freamunde.

Belenenses 2-1 Freamunde


Um Belenenses em "velocidade de cruzeiro" fechou este sábado uma época de sucesso, com mais um triunfo, desta vez sobre o já despromovido Freamunde (2-1), em jogo da 42.ª e última jornada.

O 29.º triunfo do líder, que jogou cerca de 20 minutos reduzido a 10, por expulsão de Tiago Caeiro, começou a ser desenhado aos cinco minutos, numa grande penalidade apontada por Desmarets, e que seria dilatada aos 76 minutos, num grande golo de Fredy, de nada valendo o tento de Coelho, aos 84 minutos, também da marca de penálti.

A vitória veio abrilhantar ainda mais o dia de festa que se viveu no Restelo e que teve como ponto alto a entrega da taça de campeão da Segunda Liga à formação de Belém, que está de volta ao convívio entre os "grandes" do futebol português.

No entanto, a partida que encerrou a época no Restelo esteve longe de ser um "regalo" para os olhos de quem lá esteve, com um Belenenses em "modo económico" e um Freamunde a dar pouquíssima réplica ao campeão.

Perante um adversário bastante frágil, os "azuis" cedo impuseram o seu jogo e adiantaram-se no marcador, por intermédio de Desmarets, que não deu qualquer hipótese a Peter Rusina, na conversão de um castigo máximo. De resto, não fossem duas intervenções de grande nível do guardião eslovaco, a negar as intenções a Fredy e Arsénio, e o Belenenses poderia ter saído para o intervalo com o jogo resolvido, ainda para mais quando a única tentativa de remate dos capões surgiu apenas à beira do descanso.

Ainda que a vantagem nunca tenha estado em perigo, a formação da casa percebeu que o segundo golo poderia serenar os ânimos, mas só à entrada para o último quarto de hora o Belenenses conseguiu aumentar o "placar", num grande golo de Fredy, antes de Coelho reduzir para os "capões".

O fecho de época no Restelo apenas ficaria "manchado" pela expulsão de Tiago Caeiro, três minutos após entrar em campo, em contraste com as estreias dos jovens Rafael Veloso e Daniel Martins, que receberam um "brinde" de Van der Gaag e também inscreveram o seu nome na lista dos campeões.

Jogo no Estádio do Restelo, em Lisboa.
Belenenses - Freamunde, 2-1Ao intervalo: 1-0
Marcadores: 1-0, Desmarets, 6 minutos (grande penalidade). 2-0, Fredy, 76. 2-1, Coelho, 84 (grande penalidade).

Equipas:
Belenenses: Filipe Mendes (Rafael Veloso, 90), Duarte Machado, João Meira, João Afonso, Nélson (Daniel Martins, 80), Ricardo Alves, Diakité, Arsénio, Desmarets (Tiago Caeiro, 69), Fredy e Rambé. (Suplentes: Rafael Veloso, André Teixeira, Ruizinho, Tiago Caeiro, Filipe Ferreira, Diawara e Daniel Martins). Treinador: Mitchell van der Gaag

Freamunde: Peter Rusina, Zé Alberto, Baptista, Orlando, Hugo Costa, Nana K. (Machado, 69), Tengarrinha, Barbosa, Rogger (Diogo Ramos, 46), Bock (Joel, 46) e Coelho. (Suplentes: Tó Figueira, Pinto, Babo, Joel, Machado, Diogo Ramos e Brandão). Treinador: Jorge Regadas.

Árbitro: Renato Gonçalves (Guarda). Ação disciplinar: Cartão amarelo para Nélson (70) e João Meira (83). Cartão vermelho direto para Tiago Caeiro (72).

Assistência: cerca de 1.500 espectadores.
 @Record

Segunda Liga: 42ª e última jornada

U. Madeira-Trofense, 5-3
(Ricardo Fernandes 14', Silva 34', Rúben Andrade 70', Miguel Fidalgo 79' e Tiago 90+4'; Luiz Alberto 18', André Viana 35' e Paulinho 90+2')

Belenenses-Freamunde, 2-1
(Desmarets 6' g.p. e Fredy 77'; Coelho g.p. 83')

Naval-FC Porto B, 0-0

Benfica B-Santa Clara, 2-2
(Deyverson 38' e Diogo Rosado 79'; Reguila 34' e Serginho 62')

Feirense-Sp. Braga B, 3-0
(Diogo Cunha 28', Gonçalo 76' p.b. e Pires 82')

V. Guimarães B-Oliveirense, 1-0
(Crivellaro 52' g.p.)

Penafiel-Sporting B, 2-1
(Mbala 13' e 62'; Betinho 56')

Leixões-Sp. Covilhã, 0-1
(Gui 49')

Portimonense-Atlético, 2-1
(Anselmo 4' e Ruben 90+3' g.p.; Rolão 53')

D. Aves-Marítimo B, 0-2
(João Vieira 35' e 37')

Tondela-Arouca, 4-2
(Piojo 47' e 79', Pedrosa 86' e Benvindo 90'; Roberto 17' e Gabi 35' g.p.)

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Os adeptos do Freamunde respeitaram mais os jogadores do que o contrário

O Freamunde passou uma época inteira nos últimos lugares da Segunda Liga, salvo erro em apenas uma ou duas jornadas a equipa «saltou» fora das 3 ultimas posições, os lugares que dão direito a descida de divisão. mesmo assim os adeptos freamundenses nunca abandonaram a equipa e os jogadores, tiveram crença e apoiaram sempre principalmente nos jogos em casa, mesmo passando a temporada sempre a grande distancia da «linha de água», e mesmo estando despromovido, como foi o caso desta tarde, compareceram ao estádio 592 espectadores, e desengane-se quem pense que estiveram por lá muitos benfiquistas, seriam uns 10 ou 15, não mais! Não é um numero fantástico sem duvida, mas olhando ás médias da II Liga, é uma média excelente, e nesta jornada apesar de estar despromovido à partida, dos 11 jogos da jornada foi o estádio com a 5ª melhor assistência!!

Os adeptos foram mesmo assim apoiar a equipa e fizeram o que nem sempre os jogadores mostraram em campo, respeitar os adeptos e a camisola que vestiram em vinte e muitos jogos.
Repare-se no Covilhã, cidade muito maior do que Freamunde, ainda com hipótese de se salvar da descida, tiveram no estádio 110 pessoas!!!

Falando em termos de temporada em geral, o Freamunde conseguiu a 13ª posição no ranking de espectadores da época, sendo que falta ainda uma jornada mas que em nada alterará a posição conquistada até ao momento. Se as subidas e descidas tivessem a ver com o numero de espectadores, o nosso Freamunde teria ficado numa posição muito confortável.

Painel da 41ª jornada

Vitória x Penafiel - 1692 espectadores
Arouca x União - 1470
Trofense x Belenenses - 973
Oliveirense x Leixões - 638
Freamunde x Benfica B - 592
Santa Clara x Feirense - 474
Porto B x Braga B - 434
Atlético x Aves - 422
Sporting B x Portimonense - 366
Maritimo B x Tondela - 349
Covilhã x Naval - 110


Painel de época:


Façam alguma coisa por nós, mostrem alguma gratidão pelos adeptos e vençam o Belenenses!!!
Se a direcção falhou convosco, isso é outra questão!! Agradeçam pelo menos no ultimo jogo o acompanhamento que os sócios do Freamunde vos fizeram!!!

domingo, 12 de maio de 2013

Freamunde-Benfica B, 0-0: O nulo da despedida

Equipa da casa quebrou fisicamente

O despromovido Freamunde despediu-se sem glória dos seus adeptos, ao empatar com o Benfica B (0-0), num encontro com muitas oportunidades e que merecia golos, da 41.ª e penúltima jornada da 2.ª Liga.

O encontro merecia mais adeptos no estádio, numa primeira parte movimentada, a espaços bem jogada, com os locais a privilegiarem um futebol mais trabalhado e os "encarnados" o contra-ataque, e sete oportunidades de golo.

O experiente Bock travou um "duelo" especial com Mika, a figura do jogo, mas o guarda-redes do Benfica levou a melhor por três vezes (aos 15, 21 e 27 minutos) e, quando foi batido, Wei Huang salvou os "encarnados".

Mika foi também determinante frente a Diogo, logo aos oito minutos, e, mais tarde, aos 23, frente a Pedró.

Os locais tinham mais posse de bola e dominavam o jogo, mas sentiam algumas dificuldades para segurar o rápido contra-ataque do Benfica B, apesar do lance de maior perigo na primeira parte ter saído dos pés de Miguel Rosa, com um remate ao ferro da baliza de Peter Rusina.

A qualidade do espetáculo caiu no segundo tempo, mais pela quebra física dos locais, num período em que os "encarnados" estiveram mais perto de marcar.

Miguel Rosa, aos 48 minutos, e João Mário, na recarga, falharam a baliza de Peter Rusina, um guarda-redes que ainda apanhou um susto, aos 71, num remate cruzado do "capitão" Miguel Rosa.

Com este empate, o sétimo nos últimos sete encontros, o Benfica B passou a somar 61 pontos, ascendendo ao sexto lugar, enquanto o Freamunde ficou com 33, com possibilidades de terminar à frente do Sporting da Covilhã (35), despromovido hoje com o empate caseiro diante da Naval 1.º Maio.

Jogo no Estádio do Sport Clube de Freamunde

Freamunde - Benfica B, 0-0

Equipas:

Freamunde: Peter Rusina, Laranjeiro, Baptista, Luís Pedro, Tico, Tengarrinha, Barbosa, Pedró (Babo, 67), Coelho (Machado, 59), Diogo e Bock

(Suplentes: Tó Figueira, Orlando, Babo, Fábio Jorge, Machado, Tony e Joel)

Treinador: Jorge Regadas

Benfica B: Mika, Victor Lindelof (Carlos Ascues, 46), Wei Huang, Sidnei, Gianni Rodriguez, Luciano Teixeira, Ruben Pinto (Leandro Pimenta, 77), Diogo Rosado, Ivan Cavaleiro, Miguel Rosa e João Mário (Deyverson, 69)

(Suplentes: Miguel Santos, Carlos Ascues, Bruno Gaspar, Leandro Pimenta, Cafu e Deyverson)

Treinador: Luís Norton de Matos

Árbitro: Rui Costa (Porto)

Ação disciplinar: cartão amarelo para Coelho (39), Luís Pedro (53), Ivan Cavaleiro (84) e Diogo Rosado (90+4). Cartão vermelho direto para Pedró, no banco de suplentes (76), e Carlos Ascues (90)

Assistência: Cerca de 400 espectadores

Segunda Liga: 41ª jornada

Santa Clara-Feirense, 0-1
(Pires 41')

Freamunde-Benfica B, 0-0

Sp. Covilhã-Naval, 0-0

Trofense-Belenenses, 1-2(Paulinho 36', Rambé 45' e Kay 48')

Arouca-U. Madeira, 3-0(Joeano 18'; André Claro 25' e Soares 41')

Marítimo B-Tondela, 4-1
(Rodrigo António 16', André Soares 38', Ibrahim 48' e g.p 67'; Jô 82')

Atlético-D. Aves,  0-2
(Diogo Ribeiro 14' e Vasco Matos 80')

Sporting B-Portimonense, 2-1(Seejou King 19' e Plange 45+1; Anselmo 2')

Oliveirense-Leixões, 0-2(Fábio Santos 7' e Hernâni 42')

V.Guimarães B-Penafiel, 2-4(Areias 68' e 73;Vítor Bruno 5' e 14', Diogo Viana 43' e Coronas 84')

FC Porto B-SC. Braga B, 1-1
(Edu 44'; Emídio Rafael 26')

sábado, 11 de maio de 2013

Adversários do Freamunde na próxima época

 

O Freamunde como é sabido, já desceu de divisão, mesmo faltando duas jornadas para terminar o campeonato da II liga. Com as alterações feitas pela Federação Portuguesa de Futebol nos quadros competitivos, na temporada 2013/14 deixará de existir 3ª Divisão Nacional e 2ª Divisão B, passando a existir apenas um campeonato Nacional de seniores organizado pela FPF, denominado assim mesmo, CAMPEONATO NACIONAL DE SENIORES.

Este campeonato será formado por 8 series de 10 equipas, o Freamunde é quase certo ficará na serie B, e salvo uma ou outra alteração, provavelmente a serie do Freamunde será a seguinte:

- Freamunde
- V. Guimarães B
-Varzim
- Famalicão
- Ribeirão
- Vizela
- Tirsense
- Felgueiras
- Lixa
- Vila Flor

Será certamente uma serie forte, bem mais forte do que a serie A, que será provavelmente a seguinte:

- Valenciano
- Limianos
- Vianense
- Bragança
- Vilaverdense
- Ninense
- Pedras Salgadas
- Mirandela
- Fafe
- Santa Maria

Caminhada SC Freamunde

Bock: «Não vou abandonar e isso é certo»

O avançado Bock confirmou esta sexta-feira que vai continuar a jogar futebol, adiando a retirada dos relvados pelo menos por uma época, e mantém esperança numa possível repescagem do Freamunde na II Liga, evitando a descida de divisão. "[O Freamunde) é o clube que eu amo, é o meu clube e vejo esta descida com muita tristeza e um sentimento de grande impotência. Não há palavras para descrever este sentimento", disse Bock, em declarações à agência Lusa.

O experiente avançado, de 37 anos, prometeu, no entanto, "lutar com todas as armas até ao fim" para que o Freamunde possa ser antepenúltimo e beneficiar de uma eventual repescagem. Sobre o que correu menos bem, o "capitão" diz que "falharam muitas coisas", lembrando, nomeadamente, que "não é fácil ter três treinadores numa época" e que "a inexperiência da equipa também não ajudou".

"A equipa beneficiou da experiência do Orlando e do Tengarrinha, contratados em janeiro, mas os adversários diretos começaram a ganhar e nós também falhámos em alguns jogos", afirmou, depositando na cidade e nos freamundenses a decisão sobre o caminho a seguir. Em relação ao seu futuro, Bock diz já ter decidido continuar a jogar futebol, adiando a retirada dos relvados por mais uma época, e admitiu que poderá deixar o Freamunde. "O que sou como jogador, devo-o ao Freamunde, mas também não sei se querem que continue. Não vou abandonar [os relvados] e isso é certo", confirmou, explicando que não conseguiu ficar indiferente aos apelos do treinador Jorge Regadas, do preparador físico e dos próprios colegas de equipa, para quem "seria uma grande asneira acabar já".

"Vou deixar que as coisas aconteçam, mas ir para o estrangeiro só acontecerá se surgir uma oportunidade de me fazer perder a cabeça", concluiu. O Freamunde ficou oficialmente despromovido na quarta-feira, após o empate (2-2) no reduto da Naval 1.º Maio, a duas jornadas do fim da II Liga de futebol.

@record

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Nem tudo está tão mal no Freamunde como se diz!





No passado fim de semana o Freamunde venceu todos os jogos no que ao futebol de formação diz respeito. Em 10 jogos, 10 vitórias, o Freamunde marcou 55 golos e sofreu apenas 6!


RESULTADOS FUTEBOL FORMAÇÃO - 4 e 5 DE MAIO

JUNIORES SUB.19: SC Freamunde 2 x 1 UD Oliveirense
JUVENIS SUB.17: SC Freamunde 2 x 0 Fiães SC
JUVENIS SUB.16: USC Paredes 1 x 3 SC Freamunde
INICIADOS SUB.15: SC Freamunde 7 x 0 FC Paços de Ferreira
INICIADOS SUB.14: SC Freamunde 3 x 1 Boavista FC
INFANTIS SUB.13: AC Vila Meã 0 x 14 SC Freamunde
INFANTIS SUB.12: SC Freamunde 5 x 1 Canidelo
BENJAMINS SUB.11 A: AD Lousada 0 x 6 SC Freamunde
BENJAMINS SUB.11 B: SC Freamunde 2 x 0 AD Macieira
BENJAMINS SUB.10 B: SC Freamunde 11 x 2 Aliança Gandra

Empate dita descida do Freamunde

Naval 2-2 Freamunde
Naval 1.º de Maio e Freamunde empataram esta quarta-feira, 2-2, resultado que mantém os figueirenses na 2.ª Liga e dita a descida da equipa de Freamunde à 2.ª divisão.

Num encontro da 40 e antepenúltima jornada da prova, a Naval esteve em vantagem por duas vezes, devido a um bis de Regula (27 e 67 minutos), mas Coelho (42 e 75) respondeu de igual forma, na conversão de duas grandes penalidades.

Face ao empate, a Naval garantiu a manutenção na 2.ª Liga, enquanto o Freamunde desce à 2.ª divisão.

A partida iniciou-se com cerca de dez minutos de atraso em relação ao horário oficial (16:00), devido a uma intervenção dos delegados da Liga junto do árbitro Marco Ferreira.

Depois de as duas equipas terem enviado bolas ao ferro do adversário, a Naval adiantou-se aos 27 minutos, através de Regula, que, de fora da área, surpreendeu Peter.

O Freamunde chegou à igualdade ao minuto 42, na sequência de uma grande penalidade cobrada por Coelho a punir falta de Djibril sobre Orlando.

Numa etapa complementar mais movimentada, Regula, ao minuto 67, bisou no encontro e colocou a Naval novamente em vantagem, após erro defensivo de Orlando.

O Freamunde reagiu e, oito minutos volvidos, repôs a igualdade na sequência de novo castigo máximo cobrado por Coelho a punir mão de Tikito na grande área.

Os últimos minutos foram emotivos, com as duas equipas a procurarem o golo que lhes garantisse o triunfo, contudo, o empate prevaleceu, embora com sabor amargo para os visitantes, que assim desceram de divisão.

Jogo no Estádio Municipal José Bento Pessoa em Figueira da Foz

Naval 1.º de Maio - Freamunde, 2-2

Intervalo: 1-1

Marcadores:

1-0, Regula, 27 minutos

1-1, Coelho, 42 (grande penalidade)

2-1, Regula, 67

2-2, Coelho, 75 (grande penalidade)

Equipas:

Naval 1.º de Maio: Taborda, Tiago Mesquita, Robson Terra, Tikito, Tinoco, Djibril, Carlitos, André Fontes, Regula, André Carvalhas (Vítor Alves 70) e Telinho (Marcelo Santiago 82)

(Suplentes: Ricardo Neves, Raul, Diogo Vila, Marcelo Santiago, Eusébio, Pedro Moreira e Vítor Alves)

Treinador: Álvaro Magalhães

Freamunde: Peter, Laranjeiro, Orlando (Tony, 70), Luís Pedro, Tico, Babo (José Alberto, 57), Nana K., Brandão, Coelho, Joel (Diogo 62) e Bock

(Suplentes: Tó Figueira, Machado, Tony, Zé Alberto, Diogo, Lio e Baptista)

Treinador: Jorge Regadas

Árbitro: Marco Ferreira (Madeira)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Djibril (41), José Alberto (62), Coelho (72), Regula (77), Nana K. (85) e Brandão (87)

Assistência: 100 espetadores

Freamunde desce matematicamente de divisão

O Freamunde empatou esta tarde no terreno da Naval 2-2 e com este resultado desce matematicamente de divisão.Com apenas 6 pontos por disputar e o Freamunde à distancia de 8 pontos do primeiro clube acima da linha de água, torna-se impossível alcançar a manutenção na segunda Liga.
Está consumado assim o que todos nós já esperavamos, a descida à 2ª Divisão Nacional. Um dia muito triste do nosso clube, no ano em que o SC Freamunde comemorou 80 anos.

Agenda


segunda-feira, 6 de maio de 2013

"Árbitros falam como se já tivéssemos descido e não respeitam o Freamunde"

 
João Ferreira não foi poupado pelos dirigentes do Freamunde depois da derrota com o Braga B.
O diretor desportivo do Freamunde criticou João Ferreira, que arbitrou o encontro que a sua equipa perdeu frente ao Braga B (3-1), acusando-o de faltar ao respeito ao clube da II Liga. "Se tivermos de descer que seja em campo, mas continuámos a ser maltratados. Estou muito triste com o futebol e se querem que o Freamunde desça já, digam, pois assim nem comparecemos mais aos jogos", disse Hilário Leal, na sala de imprensa.

Com o presidente do Freamunde, José Coelho, a seu lado, Hilário Leal queixou-se de um golo mal anulado aos locais e da "arrogância" do árbitro setubalense, à semelhança, acrescentou, do que tem acontecido noutros encontros da II Liga. "Os árbitros falam com muitos dirigentes e jogadores nossos, como se já tivéssemos descido. Quem pensam que são? Colocam problemas sobre segurança, a GNR e aos nossos jogadores, mas este clube merece mais respeito", sublinhou.

Sobre a sua expulsão do banco de suplentes, na qualidade de delegado ao jogo, Hilário Leal explicou ter dito apenas "isto é uma festa". Além de Hilário Leal, o árbitro João Ferreira expulsou ainda o treinador adjunto do Freamunde, Paulo Ribeiro, num lance precipitado pelo vermelho direto exibido a Tengarrinha, médio dos locais, aos 75 minutos, por palavras.

O Freamunde perdeu em casa diante do Braga B por 3-1, em encontro da 39ª jornada da II Liga, um resultado que deixou a equipa, no penúltimo lugar, praticamente condenada à descida de divisão.

OJogo

Foto - TVS

domingo, 5 de maio de 2013

Freamunde-Sp. Braga B, 1-3: Anfitriões praticamente condenados

O Sp. Braga B começou, logo aos 15 segundos, a construir a vitória por 3-1, no reduto do Freamunde, que ficou praticamente condenado à descida, em encontro da 39.ª jornada da II Liga de futebol.

O avançado bracarense Manoel aproveitou um desvio no defesa Orlando e a má saída do guarda-redes Peter Rusina para ficar com a bola e, com a baliza deserta, inaugurou o marcador, "bisando" no jogo aos cinco minutos, beneficiando de uma posição duvidosa na área freamundense. Os locais entraram de início com uma equipa bastante diferente da habitual, porventura a pensar no encontro a meio da semana, no terreno da Naval 1.º Maio, e os dois golos sofridos a frio desmontaram a estratégia da equipa para um encontro em que tinham de vencer.

Pouco ligados, os freamundenses só por uma vez na primeira parte, aos 28 minutos, incomodaram Cristiano, num livre de Laranjeiro, enquanto Manoel, por duas vezes, e Guilherme, na cobrança de um pontapé de canto, podiam ter dilatado a vantagem dos bracarenses. O terceiro golo dos forasteiros surgiu no reatamento, aos 52 minutos, num desvio de Allan perto da linha de golo, e "matou" quase todas as esperanças da equipa da casa, que ainda reduziu por Joel, aos 58 minutos.

O avançado freamundense ainda viria a acertar no ferro da baliza bracarense, três minutos depois, num dos derradeiros lances de perigo dos locais, nessa altura já com os nervos à flor da pele. O médio Tengarrinha, aos 75 minutos, viu o cartão vermelho direto por palavras dirigidas ao árbitro, precipitando a expulsão do treinador adjunto dos locais, substituto no banco do castigado Jorge Regadas, e, já nos descontos, do delegado ao jogo do Freamunde.

Com este resultado, o Freamunde manteve o 21.º e penúltimo lugar, com os mesmos 31 pontos e praticamente condenado à descida de divisão (faltam disputar nove pontos e precisa de recuperar oito ao Trofense), enquanto o tranquilo Sporting de Braga B passou a somar 43.

Jogo no Estádio do Sport Clube de Freamunde

Freamunde-Sp. Braga B, 1-3

Marcadores: 0-1, Manoel, 01 minuto. 0-2, Manoel, 05. 0-3, Allan, 47. 1-3, Joel, 58

- Freamunde: Peter Rusina, Laranjeiro, Orlando, Luís Pedro, Pinto (Tico, 46), Tengarrinha, Barbosa, Christophe, Pedró (Machado, 46), Diogo e Joel

Suplentes: Tó Figueira, Tico, Baptista, Brandão, Babo, Machado e Bock

Treinador: Jorge Regadas

- Sp. Braga B: Cristiano, Ezequiel, Palmeira, Gonçalo, Emídio Rafael, Nikiema (Allan, 38), Nuno Valente (Artur Jorge, 65), Patrão, João Pedro, Manoel (Piqueti, 59) e Guilherme

Suplentes: Cavadas, Tomás Dabó, Artur Jorge, Tiago Ribeiro, Allan, Piqueti e Rabiola

Treinador: António Conceição

Árbitro: João Ferreira (Setúbal)

Ação disciplinar: cartão amarelo para Nikiema (30), Pinto (37), Luís Pedro (45), Barbosa (45+1), Emídio Rafael (52), Piqueti (62), Machado (89) e Orlando (90+2)Cartão vermelho direto para Tengarrinha (75). O treinador adjunto, Paulo Ribeiro (76), e o delegado ao jogo, Hilário Leal (90+3), foram expulsos do banco do Freamunde

Assistência: Cerca de 500 espetadores.

@Record

Segunda Liga: 39ª jornada

Arouca-Naval, 1-1
(Clemente 80'; Telinho 63')

Marítimo B-Belenenses, 1-1
(Kukula 56'; Fredy 75')

Atlético-U. Madeira, 0-1 (Steve 57')

Freamunde-Sp Braga B, 1-3
(Joel 58'; Manoel 1' e 5' e Allan 47')
Oliveirense-Aves, 1-2
(Barry 70'; Dally 58' e Renato Santos 75')

Trofense-Benfica B, 2-3(Leandro 41' e Herbert 90'+4; Ivan Cavaleiro 49', Deyverson 56' e Diogo Rosado 84' g.p)

FC Porto B-Feirense, 1-2 (Kelvin 40'; Jorge Gonçalves g.p 45+2 e Mikel p.b 75')

Sporting B-Tondela, 1-1 (Rubio 71' g.p; Vasil 50')

Sp. Covilhã-Portimonense, 0-3 (Anselmo 55', Fábio Felício 75' e Fabrício 90'+2)

V. Guimarães B-Leixões, 1-1 (Tomané 90'+1; Cadinha 22')

Penafiel-Santa Clara, 1-2 (Coronas 70'; Porcellis 18' g.p e Minhoca 86')

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Bock: «Sinto-me bem e vou continuar a jogar»

Recusa colocar ponto final na carreira



Diz o povo que a idade não perdoa, mas a verdade é que ainda não chegou à hora de Bock pendurar definitivamente as chuteiras. Aos 37 anos, o experiente avançado está aí para as curvas e até já pensa em dar continuidade ao que mais gosta de fazer na próxima temporada.

“A cada jogo que passa sinto-me com mais forças e por isso vou continuar a jogar. Está decidido”, começou por referir o atacante ao nosso jornal, admitindo, porém, que no arranque desta época estava convicto que esta seria a última.

O treinador do Freamunde, Jorge Regadas, acabou por ter alguma influência na tomada de decisão de Bock. “Na semana passada o Jorge Regadas disse-me que era impensável eu abandonar a carreira porque não estaria a ser correto comigo mesmo. Refleti e tenho de admitir que não faz sentido arrumar as botas, porque sinto-me muito bem fisicamente”, explicou o camisola 8.

Futuro

Desde 2007 no clube do concelho de Paços de Ferreira – anteriormente cumprira mais 3 épocas e meia, de forma não consecutiva –, Bock ainda não sabe que clube irá representar em 2013/14, visto estar em fim de contrato.

“É uma certeza que verão o Bock a jogar na próxima temporada. Só não ainda não sei em que clube”, disse o capitão de equipa, sublinhando que, neste momento, está “aberto a propostas”. Prolongar o vínculo com os freamundenses ou mudar de ares são cenários em aberto para um jogador que já faz parte da mobília do clube.

@Record

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Boavista 6 x 1 Freamunde - Taça de Portugal 2000/2001

Recordações


Se os jogos acabassem aos 60`, o Freamunde estava quase safo

Se os jogos da II Liga acabassem aos 60 minutos, o Freamunde tinha praticamente a manutenção garantida. Estaria neste momento bem acima da linha de água e com boa vantagem sobre os eventuais «descidos». as explicações para isto acontecer são um pouco especulativas, mas seria bom a equipa meditar sobre esta realidade.

Classificação do campeonato aos 60 minutos de jogo:

1º Belenenses - 72 pontos
2º Arouca - 67
3º Leixões - 59
4º Naval - 57
5º Sporting B - 55
6º Penafiel - 54
7º Oliveirense - 52
8º Benfica B - 52
9º Portimonense - 51
10º Santa Clara - 50
11º Tondela - 49
12º Feirense - 48
13º Braga B - 48
14º União - 47
15º Porto B - 46
16º Atlético - 44
17º FREAMUNDE - 43
18º Maritimo B - 40
19º Trofense - 40
20º Covilhã - 36
21º Aves - 35
22º Guimarães B - 29





Agenda Fim de Semana


quarta-feira, 1 de maio de 2013

Federação chumba alargamento


Liga propunha alteração para 18 clubes

A Direção da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) decidiu esta sexta-feira chumbar a proposta de alargamento da Primeira Liga, aprovado pela Assembleia Geral da Liga de clubes, considerando que não respeita os princípios da competição.

"A Direção da Federação Portuguesa de Futebol não pode concordar com as propostas da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, nos termos em que elas se apresentam. Por um lado, elas não respeitam os princípios da estabilidade e integridade das competições. Por outro lado, não asseguram cabalmente a integração do Boavista FC Futebol, SAD, na I Liga", refere um comunicado da FPF.

Na AG extraordinária da LPFP de 6 de abril, a proposta de alargar o campeonato principal a 18 clubes, recorrendo à disputa de uma "liguilha" para preencher a 18.ª vaga (o 17.º será o Boavista), a realizar no final da presente temporada, envolvendo os dois últimos classificados da Primeira Liga e os terceiro e quarto da Segunda Liga, foi aprovada por maioria simples.

Esta decisão da FPF serviria para recolocar o Boavista na I Liga, após a decisão do Conselho de Justiça da FPF, que deu provimento ao recurso dos "axadrezados" à punição de descida de divisão, na sequência do caso "Apito Dourado".

No comunicado, a direção da Federação Portuguesa de Futebol, hoje reunida em Lisboa, refere que "sempre entendeu", e agora reafirma-o "que qualquer alteração à regulação dos quadros competitivos deve forçosamente ocorrer no início de uma época desportiva e não no seu decurso".

Ora as deliberações da Liga previam a alteração, com efeitos na época desportiva que ainda decorre - a três jornadas para o final do campeonato nacional de futebol -, das normas regulamentares que regem as subidas e descidas de divisão, as quais foram fixadas no início da época 2012-2013.

Desta forma, a direção da FPF reconhece que os "direitos, interesses e expetativas legítimas" de todos os participantes nessas competições "se veem abalados no momento quase final da mesma", e que as regras que deviam aparecer no início das competições, surgem, "em momento terminal das mesmas".

A Direção da FPF decidiu ainda instar a Assembleia Geral da Liga Portuguesa de Futebol Profissional a aprovar até 30 de Junho de 2013, nos termos que entender convenientes, o regime de subidas e descidas a aplicar no final da época 2013/2014 , que permita que, na época desportiva seguinte (2014/2015), esteja concretizada a deliberação do Conselho de Justiça.

Em comunicado, a FPF acrescenta ainda, que "não se retira, de forma segura, a integração do Boavista FC Futebol, SAD, na I Liga", avançando que, neste domínio, "cumpre afirmar que a Direção da FPF mantém-se respeitadora das deliberações, e seus efeitos, dos seus órgãos jurisdicionais, designadamente do Conselho de Justiça, relativamente às quais é seu dever cumpri-las, mas ainda fazê-las cumprir".

A decisão da Direção da Federação Portuguesa de Futebol, em não aprovar o alargamento da I Liga, registou somente um voto em sentido contrário.

@Record