patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Projeto de SAD poderá ser a salvação do Freamunde, diz presidente

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt
O presidente do Freamunde advertiu na terça-feira os sócios do clube de que, sem a constituição de uma Sociedade Anónima Desportiva (SAD), o atual líder da II Liga "muito dificilmente terá viabilidade".

"Sem a SAD, muito dificilmente haverá viabilidade. A solução não é ótima, mas parece-me boa", disse Miguel Pacheco, em resposta ao ex-presidente do clube Manuel Pacheco, no final da acalorada sessão de esclarecimento promovida pela direção freamundense.
Os 52 associados que compareceram na Casa da Cultura de Freamunde quiseram saber mais sobre a constituição da SAD, a apresentar em Assembleia-geral (AG) na próxima terça-feira, dia 30, mas as negociações ainda em curso fizeram adiar a divulgação do projeto e o nome dos investidores, que tomarão a seu cargo a gestão do futebol.
"Devemos de ver a SAD como a autonomização da equipa de futebol, em que as pessoas ou empresas querem gerir o futebol sénior e um escalão de formação, mediante o investimento de capital e a respetiva constituição da sociedade", explicou Domingos Alves, conselheiro jurídico do clube.
O causídico lembrou que "o dossier do passivo correu bem", com a aprovação do Processo Especial de Reestruturação (PER), que deu folga ao clube para liquidar os "700 ou 800 mil euros" em dívida, mas "o problema é maior no dossier ativos, por falta de receitas".
"A SAD é a única forma que se constata hoje em dia para conseguir receitas e quem paga, quer mandar", acrescentou Domingos Alves, para quem "há um conjunto de regras e condições básicas a cumprir", com o intuito de "fazer o melhor contrato possível" para o Freamunde.
A proposta em fase de negociação aponta para uma repartição do capital social, ficando 30 por cento da responsabilidade do clube e os restantes 70 do lado dos investidores, os quais, segundo foi dito, pagarão um aluguer mensal de "oito a nove mil euros" pela utilização das instalações, caucionando sempre o orçamento para cada época.
"O estádio e as instalações são e continuam a ser do Freamunde", frisou o conselheiro jurídico do clube durante a sessão, que se prolongou por mais de duas horas.
O projeto será dado a conhecer na próxima terça-feira em AG, exclusiva aos sócios com as quotas em dia, sendo quase certo que a decisão final ficará para data posterior, correspondendo aos anseios manifestados pela maioria dos sócios, desejosos de "tempo para que se decida em consciência".
A pressa na resolução do problema foi entretanto atenuada pelo cumprimento do controlo financeiro por parte do clube, ao liquidar no final da última semana, dentro do prazo, dois dos três meses de salários em atraso.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Feliz Natal!!


 

O Blog Freamunde Allez deseja a todos os freamundenses e a todos os visitantes um Santo e Feliz Natal!!

Dally pede desculpa por baixar calções

 
O minuto 83 marcou o empate entre Chaves e Freamunde. Depois de ter apontado o golo que valeu a igualdade para os capões, Dally teve um gesto que valeu a expulsão. O extremo baixou os calções na direção dos adeptos flavienses e viu de imediato o vermelho.

“Muito arrependido” do que fez, Dally explicou a Record o gesto. “Baixei um pouco os calções, depois de ter sido insultado durante toda a segunda parte. Desde que saímos dos balneários fui alvo de atitudes racistas por parte dos adeptos do Chaves. Depois, quando marquei o golo, explodi. Devia ter aguentado”, lamentou Dally. O avançado pediu “desculpa aos dirigentes do Freamunde, que não mereciam este caso, e aos colegas”. “Mas também peço desculpa aos adeptos do Chaves, porque nem todos foram racistas comigo”, acrescentou.

Em relação ao jogo, o Chaves começou melhor a chegou à vantagem logo aos 7’, por Luís Pinto. O Freamunde empatou aos 83’, por Dally.

Freamunde campeão de Inverno da II Liga


quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Resumo: Belenenses 2-0 Freamunde


Freamunde cai de pé no Restelo

Equipa de Lito Vidigal recebeu e venceu o Freamunde por 2-0 no primeiro jogo dos oitavos de final da Taça de Portugal.





O Belenenses apurou-se para os quartos de final da Taça de Portugal de futebol, ao receber e vencer o Freamunde, por 2-0, no Estádio do Restelo, no primeiro jogo dos "oitavos" da prova. Abel Camará adiantou os lisboetas no marcador, aos 34 minutos, e Pelé, aos 90+3, finalizou a qualificação dos azuis para a ronda seguinte da prova rainha do futebol português.

Na ressaca da segunda derrota consecutiva no campeonato, diante do Braga, os azuis do Restelo atiraram o vice-líder da II Liga para fora da Taça de Portugal e alcançaram os quartos de final pela 36ª vez na sua história (a última havia sido em 2012/13). Ainda assim, os capões, que procuravam a segunda presença nos "quartos", foram os primeiros a criar perigo, num remate de Robson ao lado, ao qual responderia Deyverson, também ele com a mira ligeiramente deslocada.

De resto, durante a primeira meia hora, estes foram os únicos lances dignos de registo, uma vez que as duas equipas estiveram claramente longe do melhor desempenho, com evidente falta de discernimento de parte a parte. Contudo, os lisboetas acabariam mesmo por inaugurar o marcador, quando Abel Camará aproveitou da melhor forma uma defesa incompleta de Jorge Baptista e "faturou" o segundo tento na prova, depois de também ter contribuído para a goleada sobre o Trofense (5-0), na eliminatória anterior.

Ainda antes do intervalo, Miguel Rosa e Palmeira colocaram em sentido a defensiva visitante, mas no regresso do descanso o Freamunde revelou-se afoito e esteve perto de igualar a partida em duas ocasiões, a primeira negada pela barra e a segunda pela excelente intervenção de Matt Jones, em resposta a um livre de Jô.

Lance após lance, os capões iam-se aproximando da baliza belenense, mas a reação visitante foi contrariada, a partir da hora de jogo, com as entradas de Fredy e Bruno China, que estabilizaram o jogo do Belenenses, numa etapa complementar que se revelou bem mais interessante.

@OJogo
fotos: zerozero.pt

domingo, 14 de dezembro de 2014

Grande 2ª parte do Freamunde não chegou para conquistar os 3 pontos

FREAMUNDE 1-1 DESP. AVES



O Freamunde perdeu ontem claramente 2 pontos. Num jogo com duas partes distintas, a equipa da casa no computo geral foi superior, e a haver um vencedor seria o Freamunde a merecer esse desiderato.
Numa primeira parte bastante equilibrada e sem grandes situações de golo de parte a parte, foi o juiz da partida, Soares Dias a desiquilibrar e assinalar uma grande penalidade que deixou muitas muitas duvidas, contudo a formação do Aves não aproveitou e o guarda redes do Freamunde marco fez uma excelente defesa.
Na 2ª parte, o Freamunde entrou a todo o gas, com jogadas consecutivas de perigo a rondar a baliza de Quim, até que ao minuto 57, Lio com uma »bomba» do meio da rua, fez um golo de levantar o estádio. Após o golo, o Freamunde não tirou o pé do acelerador e continuou a criar perigo, contudo o 2º golo não surgiu e foi a equipa visitante a conseguir chegar ao empate através de um lance de bola parada. Aqui novamente o árbitro da partida a dar uma «ajudinha» ao deixar passar uma lance claro de bola na mão a favor do Freamunde e que logo de seguida deu em falta a favor do Aves, que originou o tal livre que deu golo do empate. Depois de sofrer o empate a equipa do Freamunde sentiu o golo e não conseguiu ser tão acutilante, mesmo assim conseguiu criar mais 3 lances de muito perigo para chegar à vantagem, enquanto que o Aves, novamente através de um lance de bola parada também podia ter marcado.

Para a história fica um empate que soube a muito pouco, num jogo em que o Freamunde foi muito superior principalmente na 2ª parte.

Jogo no Complexo Desportivo do SC Freamunde, em Freamunde.

Freamunde-Aves, 1-1.

Ao intervalo: 0-0. Marcadores: 1-0, Lio, 53 minutos. 1-1, Tito, 75.

Equipas:

Freamunde: Marco, Rainho, Rocha, Monteiro, Bruno Santos, Lio, Robson (Tiago Cintra, 81), Barbosa, Jô, Ansumane (Dally, 81) e Fausto (Tiago Leão, 90).

Suplentes: Jorge Baptista, Tiago Cintra, Tiago Leão, Huguinho, Luís Pedro, Toni e Dally.

Treinador: Filipe Rocha.

Aves: Quim, Leandro, Romaric, Miguel Vieira, Jorge Ribeiro, Diogo Pires, Grosso (Tito, 66), Renato Reis (André Costa, 88), Pedro Pereira (Luís Manuel, 81), Perdigão e Platiny.

Suplentes: Fábio, Júnior Pius, Tito, Andrew, Zé Valente, André Costa e Luís Manuel.

Treinador: Fernando Valente.

Árbitro: Artur Soares Dias (Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Diogo Pires (13 e 67), Barbosa (30), Tito (72), Rocha (79), Quim (84) e André Costa (88). Cartão vermelho, por acumulação de amarelos, para Diogo Pires (67).

Assistência: Cerca de 900 espetadores.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Sábado vais faltar??!!



No próximo Sábado ás 17 horas, o Freamunde realiza o seu ultimo jogo em casa do ano de 2014. após uma descida de divisão em 2013, este ano foi, e ainda está a ser um ano sem comparação na história do Freamunde, subida à II Liga com um trajeto notável, e primeira metade do campeonato 14/15 em grande. O Freamunde foi líder durante várias jornadas e continua em 2º lugar num campeonato disputadissimo.

O SPORT CLUBE FREAMUNDE  merece esta homenagem por parte de nós sócios e adeptos. Ir estádio no próximo Sábado é o mínimo que podemos fazer por este clube, que para além de tudo está a passar por dificuldades financeiras.

Freamunde empata no terreno do Benfica B



Benfica B 1-1 Freamunde

O Benfica B e o Freamunde empataram esta segunda-feira 1-1, no jogo que encerrou a 18.ª jornada da Segunda Liga portuguesa de futebol, com a equipa forasteira a aproveitar um erro do defesa Marcos Valente para conquistar um ponto. O Benfica B, que não vence há quatro jogos, inaugurou o marcador aos 72 minutos por Rui Fonte, mas o Freamunde aproveitou uma falha do defesa Marcos Valente para empatar o jogo e mantém o segundo lugar no campeonato a dois pontos do líder Oliveirense.

Num final de tarde frio no Centro de Estágio do Seixal, o Benfica B entrou melhor na partida e entre os 20 e os 24 minutos teve duas boas oportunidades para inaugurar o marcador. Primeiro foi Hélder Costa, que, descaído para a direita, entrou na área e remata para defesa apertada de Marco. Depois foi Rui Fonte a aproveitar um mau alívio da defesa contrária para rematar de forma acrobática para mais uma boa intervenção do guarda-redes contrário. Na segunda parte, o Freamunde entrou com maior pendor ofensivo e esteve perto de inaugurar o marcador aos 58 minutos. Rainho entra pela esquerda e cruza atrasado, com Jô a surgir a desviar mas a bola passou por cima da baliza de Bruno Varela. Numa altura em que não estava tão bem na partida, o Benfica B inaugurou o marcador, por intermédio de Rui Fonte.

O avançado recebeu um passe atrasado de Nuno Santos e rematou de pé esquerdo para o fundo da baliza. Poucos minutos depois, o Benfica B esteve perto do segundo. Hélder Costa remata para defesa difícil de Marco, com Rui Fonte a surgir na recarga, mas o defesa Rocha cortou quando a bola seguia para a baliza deserta. Aos 79 minutos, o Freamunde empatou o jogo. Erro incrível de Marcos Valente que sozinho, tropeçou e caiu, deixando a bola para Tiago Cintra, que isolado se limitou a desviar de Bruno Varela, garantindo um ponto para a sua equipa. Jogo no Centro de Estágio do Seixal.

Benfica B-Freamunde, 1-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores: 1-0, Rui Fonte, 72 minutos. 1-1, Tiago Cintra, 79.

Equipas:

Benfica B: Bruno Varela, Nélson Semedo, João Nunes, Marcos Valente, Dolly Menga, Lindelof, Ruben Pinto (Renato Sanches, 68), João Amorim, Hélder Costa, Nuno Santos (Victor Andrade, 84) e Rui Fonte (Romário, 80).

Suplentes: Miguel Santos, Victor Andrade, Pedro Rebocho, Fábio Cardoso, Rochinha, Romário e Renato Sanches.

Treinador: Hélder Cristóvão.

Freamunde: Marco, Bruno Santos, Monteiro, Rocha, Rainho, Toni (Luís Pedro, 71), Lio (Tiago Cintra, 75), Robson, Dally (Allan, 85), Fausto e Jô.

Suplentes: Jorge Baptista, Tiago Cintra, Tiago Leão, Huguinho, Luís Pedro, Djojo e Allan.

Treinador: Filipe Rocha.

Árbitro: Iancu Vasilica (Vila Real).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Nelson Semedo (9), Tony (62) e Rainho (90+2).

Assistência: cerca de 1.200 espetadores.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Freamunde empata e perde liderança

Bruno Santos, o melhor jogador do Freamunde em campo.


O Freamunde empatou esta quinta-feira sem golos na receção ao Portimonense e perdeu a liderança da 2.ª Liga para a Oliveirense, num jogo intenso da 17.ª jornada, que valeu, essencialmente, pela segunda parte.

Os algarvios assumiram mais as "despesas" do jogo na primeira parte, mas os locais fizeram justiça ao título de melhor defesa do campeonato, com apenas oito golos sofridos, e nunca permitiram lances de perigo junto à sua baliza.

O jogo repartido a meio campo, mas com ascendente dos forasteiros, ganhou maior interesse na segunda parte, período no qual os locais foram mais atrevidos, beneficiando de uma melhor dinâmica ofensiva.

Robson explorava bem os espaços entre linhas e os avançados mais pressionantes, o que coincidiu com um recuo do Portimonense.

A incerteza no resultado manteve-se até final, com as duas equipas a repartirem os lances de perigo: Lio, aos 54, quase marcou para o Freamunde, com um remate à entrada da área.

O Portimonense respondeu por João Paulo, aos 71, de cabeça, após canto, e, aos 85, foi a vez de Kanazaki, isolado por Rafinha, cabecear fraco e à figura de Bruno Santos.

Com este empate, o Freamunde caiu para o segundo lugar, com 33 pontos, menos dois do que o novo líder isolado Oliveirense, vencedor do jogo com o Sporting da Covilhã (2-1), enquanto o Portimonense desceu ao oitavo lugar com 25.

Jogo no estádio do SC Freamunde, em Freamunde.

Freamunde-Portimonense, 0-0.

Equipas:

Freamunde: Marco Rocha, Bruno Santos, Monteiro, Rocha, Rui Raínho, Barbosa (Luís Pedro, 74), Lio, Robson (Dally, 74), Jô, Fausto Lourenço (Tiago Leão, 80) e Ansumane. (Suplentes: Jorge Baptista, Luís Pedro, Hugo Lopes, Huguinho, Allan, Tiago Leão e Dally).
Treinador: Filó.

Portimonense: Ricardo Ferreira, Ricardo Pessoa, João Paulo, Fabrício Paraíba, Mamadu, Ryuki, Ewerton, Zambujo (Rafinha, 59), Fernandinho (Juninho, 80), Fabrício Messias e Kanazaki. (Suplentes: Carlos Henriques, Acácio, Rodrigo Sousa, Juninho, Rafinha, Jorge Teixeira e Adelino).
Treinador: Vítor Maçãs.

Árbitro: Manuel Mota (Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ewerton (17), Mamadu (40), Kanazaki (42), Barbosa (42), João Paulo (45+1), Fabrício Messias (57), Rafinha (62), Ansumane (70), Bruno Santos (82) e Dally (90+2).

Assistência: 590 espetadores.

LUSA
FOTO: ZEROZERO

II Liga: 17ª jornada

17.ª JORNADA

D. Aves-Benfica B, 3-3
(André Costa 41', Caballero 52' g.p. e Pedro Pereira 72'; Rui Fonte 11' e 58' e João Teixeira 30')

Chaves-Beira-Mar, 3-0
(Arnold 31', João Vieira 71' e Barry 83')

Sporting B-U. Madeira, 0-1(William Soares 21')

Leixões-FC Porto B, 2-3(Valente 46' e Moedas 91' g.p. ; Ivo Rodrigues 66', 78' g.p. e André Silva 81')

Atlético-Oriental, 0-1
(Vítor Almeida p.b. 93')

Sp. Braga B-Olhanense, 2-0(Mauro 37' e Fábio Martins 73')


Oliveirense-Sp. Covilhã, 2-1(Ivan Santos 66' e Carlitos 82' ; Kizito 60')

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

6ª vitória fora de casa e manutenção do 1º lugar

Vitória "B" 0-1 Freamunde





O Freamunde deslocou-se ao terreno do Guimarães B e alcançou uma preciosa e dificil vitória.
A equipa B vimaranense que procurava vencer e assumir a liderança da II Liga, logo aos 10 minutos de jogo ficou em desvantagem numérica após expulsão de Areias que teve uma entrada durissima sobre Jô. mesmo com menos um elemento, o jogo manteve-se equlibrado, com mais posse de bola do Freamunde mas com poucas oportunidades de parte a parte.
No segundo tempo o Vitória começou melhor e teve talvez a mais flagrante oportunidade de golo da partida ao enviar a bola ao poste da baliza de Marco. Após este lance, o Freamunde assumiu mais as «despesas» do jogo e tentou definitivamente conquistar os 3 pontos, tendo alcançado o precioso tento aos 86 minutos de jogo através de Fausto Lourenço.

Com esta vitória o Freamunde mantém a liderança na II Liga, que já vem desde a 4ª jornada.

Fotos: www.vitoriasc.pt