patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Pedrinho recebeu prémio de Jogador do Mês LEDMAN LigaPro

Pedrinho, jovem médio do SC Freamunde, recebeu o prémio de Jogador do Mês da LEDMAN LigaPro, pelas exibições realizadas durante o mês de janeiro.
A distinção foi entregue no Estádio do Sport Clube de Freamunde, antes do encontro entre SC Freamunde e UD Oliveirense, a contar para a jornada 32 da LEDMAN LigaPro.
O prémio foi entregue pelo Diretor Executivo da Liga Portugal, Luís Costa, e ainda pelo representante da Samsung (Ricardo Mendes) e pelo presidente da SC Freamunde (clube), Miguel Pacheco. 
Pedrinho obteve 15,24% dos votos, acima dos 7,73% para Gleison, do FC Porto B, e os 4,56% de Hugo Firmino do Oriental Lisboa.

FREAMUNDE-OLIVEIRENSE, 1-0: DIOGO RAMOS RESOLVE COM GOLO MADRUGADOR

O Freamunde venceu este sábado, em casa, o laterna-vermelha Oliveirense, com um golo madrugador de Diogo Ramos, em jogo da 32.ª jornada da 2.ª Liga. 

O golo da equipa de Freamunde deu confiança ao grupo para aguentar a vantagem sem grandes dificuldades ao longo dos 90 minutos, conquistando um triunfo importante na corrida à subida à Liga NOS.

Logo aos três minutos, após uma insistência do lado direito, Leandro fez um cruzamento para a área e Diogo Ramos, sem oposição, teve apenas que empurrar para o golo.


A Oliveirense ainda conseguiu reagir e, por uma vez nos primeiros 45 minutos, esteve perto da igualdade. Em virtude de uma desatenção entre os centrais Rocha e Eridson, Brou aproveitou o erro para se isolar, mas Marco, atento, não permitiu a progressão do jogador.

Na segunda parte, a situação da Oliveirense complicou-se ainda mais, com a equipa a ficar reduzida a 10 elementos, após a expulsão do capitão Godinho, que viu cartão vermelho direto por uma falta sobre Celeste.

Mesmo assim, o Freamunde não conseguiu aumentar a vantagem, apresentando-se pouco insistente e eficaz no ataque.

A oportunidade mais flagrante de dilatar o resultado aconteceu aos 76 minutos. Pedrinho, ao ver o guarda-redes adiantado, tentou, quase na linha de meio-campo, fazer o chapéu a Hélder Godinho, mas a bola acabou ir à barra.

Jogo disputado no Estádio do Freamunde.

Ao intervalo: 1-0.

Marcador: 1-0, Diogo Ramos, 4 minutos.

Freamunde: Marco, Leandro, Eridson, Rocha, Rainho, Paulo Grilo, Robson, Pedrinho, Pedro Pereira (Mauro Dalla Costa, 78), Diogo Ramos (Anderson, 84) e Celeste (Ivan Perez, 74). 
Suplentes: Rui Nereu, Amadeu, Ivan Perez, Huguinho, Jiapeng Feng, Mauro Dalla Costa e Anderson.
Treinador: Carlos Brito.

Oliveirense: Helder Godinho, Zé Pedro (Marocas, 60), Luís, Stephane Madeira, Kaká (Oliveira, 54), Guimarães, Godinho, Renan, Leleco, Brou (Serginho, 75) e Mário Mendonça.
Suplentes: Raphael Mello, Serginho, Marocas, Babo, Oliveira, Thompson e Rafa.
Treinador: João Bastos.

Árbitro: Pedro Campos (Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Godinho (57), Diogo (64), Guimarães (77), Robson (90+2). Cartão vermelho direto para Godinho (63).

Assistência: Cerca de 500 espetadores.


pontuação individual

MARCO - 7
LEANDRO - 5
ROCHA - 6
ERIDSON - 5
RAINHO - 5
GRILO - 6
ROBSON - 5
PEDRINHO - 6
CELESTE - 5
PEDRO PEREIRA - 5
DIOGO - 7
PEREZ - 1
MAURO - 1
ANDERSEN - 1

MELHOR EM CAMPO - DIOGO RAMOS

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

SPORTING B-FREAMUNDE, 1-1: GOLAÇO DE FRANCISCO GERALDES NÃO CHEGOU

O Sporting B e o Freamunde empataram este domingo 1-1, em encontro da 31.ª jornada da 2.ª Liga, numa partida em que os leões jogaram toda a segunda parte reduzidos a 10 elementos.

O Freamunde adiantou-se no marcador por Diogo Ramos, aos 52 minutos, quando já jogava com mais um, por expulsão de Kikas, nos descontos da primeira parte (45+1), mas Francisco Geraldes empatou na cobrança de um livre direto, aos 73. Aos 80 minutos, Pedrinho ainda falhou uma grande penalidade, que teria dado o triunfo aos forasteiros.

O Sporting B, que apenas venceu uma partida nos últimos 11 jogos, está no 12.º lugar, com 40 pontos, enquanto o Freamunde, que vai em cinco jogos sem vencer, está em sexto, com 49.

Na Academia em Alcochete, o Sporting B entrou melhor na partida e, logo nos primeiros minutos, Chaby entrou pela esquerda e cruzou para a área, com Francisco Geraldes a chegar atrasado.

Os leões dominavam a partida, perante um Freamunde - com o novo treinador Carlos Brito na bancada - bem organizado e que procurou chegar à baliza de Stojkovic através de remates de longe, mas na primeira parte não houve flagrantes oportunidades de golo para nenhum dos lados.

No último lance da primeira parte, Kikas viu o segundo amarelo e deixou o Sporting B reduzido a 10 elementos.

Aos 52 minutos, o Freamunde adiantou-se no marcador. Ivan Perez coloca a bola no meio, com Diogo Ramos a surgir solto e a rematar para defesa de Stojkovic, mas à segunda o avançado colocou a bola no fundo da baliza.

Poucos minutos depois, na sequência de um pontapé de canto, a bola sobrou para Ivanildo Fernandes, que rematou para defesa apertada do guarda-redes do Freamunde.

O Sporting B acabou por chegar ao empate aos 73 minutos, num livre direto batido de forma superior por Francisco Geraldes, que não deu hipótese de defesa a Marco.

Aos 80 minutos, Pedro Pereira caiu na área, na disputa de um lance com Ivanildo Fernandes, e o árbitro marcou grande penalidade. Chamado à conversão, Pedrinho rematou por cima e o empate manteve-se até ao final.

Jogo no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

0-1, Diogo Ramos, 52 minutos

1-1, Francisco Geraldes, 73

Sporting B: Stojkovic, Jorge Silva, Domingos Duarte, Ivanildo Fernandes, Mica Ponto, Kikas, Ryan Gauld, Francisco Geraldes, Daniel Podence, Chaby (Mama Baldé, 56) e Betinho (Zezinho, 46).

(Suplentes: Guilherme Oliveira, Tomas Rukas, Cristian Ponde, Mama Baldé, Luís Elói, Rafael Barbosa e Zezinho).

Treinador: João de Deus.

Freamunde: Marco, David Bruno (Leandro, 65), Rocha, Luís Pedro, Rainho, Robson, Pedrinho, Ivan Perez, Celeste (Pedro Pereira, 74), Fausto (Dalla Costa, 83) e Diogo Ramos.

(Suplentes: Rui Nereu, Leandro, Eridson, Huguinho, Dalla Costa, Pedro Pereira e Anderson).

Treinador: Carlos Brito.

Árbitro: João Bento (Santarém)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Kikas (15 e 45+1), Fausto (17), Diogo Ramos (45), Francisco Geraldes (61), Luís Pedro (64), Daniel Podence (64), Rainho (72), Rocha (77), Ivanildo Fernandes (81) e Pedro Pereira (90+2). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Kikas (45+1), 

Assistência: Cerca de 300 espetadores.

Pontuação individual

MARCO - 5
DAVID BRUNO - 4
LUÍS PEDRO - 6
ROCHA - 6
RAINHO - 5
ROBSON - 5
PEDRINHO - 5
IVAN PEREZ - 6
CELESTE - 5
FAUSTO - 5
DIOGO - 6
LEANDRO - 4
PEDRO PEREIRA - 4
MAURO - 2

MELHOR EM CAMPO - IVAN PEREZ

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

CARLOS PINTO JÁ NÃO É TREINADOR


Carlos Pinto já não é treinador
Foto: Luís Vieira
O Freamunde comunicou esta quarta-feira a rescisão contratual com o treinador Carlos Pinto. Os capões referem, em comunicado, que a saída do técnico aconteceu por "incompatibilidades com a política desportiva do clube".

Carlos Pinto começou a temporada e deixa a equipa após um nulo caseiro diante do Ac. Viseu. O Freamunde está no sexto lugar, com 48 pontos e 30 jogos, a seis pontos do lugar do primeiro lugar de subida.
Autor: Flávio Miguel Silva

Freamunde 0-0 Ac Viseu

O Freamunde voltou, esta quarta-feira, a atrasar-se na luta pela subida na 2.ª Liga, ao empatar 0-0 na receção ao Académico de Viseu, que estreou o técnico Bruno Ribeiro, num jogo da 30.ª jornada marcado por lesões.

O próprio Bruno Esteves também teve de ser substituído pelo quarto árbitro, André Narciso, aos 62 minutos, devido a um problema muscular, três minutos antes de Cafu, suplente utilizado no Freamunde, também sair com queixas, repetindo o que sucedera antes com os viseenses Kiko e Lameirão, aos 50 e 55 minutos, respetivamente.

As inúmeras perdas de tempo fizeram ultrapassar os sete minutos de compensação concedidos num jogo pobre e em que o empate penaliza mais as ambições dos locais, focados nos primeiros lugares, apesar de o Académico de Viseu ter sido quase sempre melhor.

O estreante Bruno Ribeiro procurou explorar os corredores, tirando partido da velocidade e qualidade técnica dos alas do Académico, Yuri e Carlos Eduardo, no apoio direto a Forbes, com Clayton nas costas do elemento mais adiantado, e cobertura direta de um dos médios de contenção, Capela ou Romeu Ribeiro.

Em ação defensiva, a formação viseense pressionava logo o portador da bola, retirando espaço ao adversário e condicionando a forma de jogar do Freamunde, assente num futebol em apoios.

A formação viseense estava melhor no jogo, mas a luta pela posse de bola retirava brilho a um jogo lento, numa primeira parte com três remates às duas balizas, mas nenhum deles perigoso.

O técnico freamundense demorou 59 minutos a mexer na equipa e no jogo, com as entradas de Fausto Lourenço e de Cafu, dois agitadores que estiveram nos melhores lances da equipa, aos 65, 66 e 67 minutos, respetivamente, mas a lesão de Cafu retirou a dinâmica que a equipa tinha entretanto construído.

Na parte final, o Freamunde intensificou a pressão, com o capitão Pedrinho a chamar a si a responsabilidade de organizar o jogo, mas o terreno pesado pela chuva que se intensificou com o decorrer do jogo e a falta de discernimento que foi tomando conta dos colegas de equipa facilitou os objetivos dos viseenses, claramente satisfeitos com o nulo.

Sem vencer há quatro encontros, o Freamunde caiu para o sétimo lugar, com 30 pontos, a cinco do líder provisório Feirense e a três do Desportivo de Chaves (joga ainda nos Açores), enquanto que o Académico de Viseu desceu para o 12.º lugar, com 39.

Jogo no estádio do SC Freamunde, em Freamunde.

Freamunde: Marco Rocha, Leandro Albano, Rocha, Luís Pedro, Rui Raínho, Paulo Grilo, Celeste, Pedrinho, Ivan Pérez (Fausto Lourenço, 59), Diogo Ramos e Mauro Dalla Costa (Cafu, 59, Robson, 75).

(Suplentes: Rui Nereu, Amadeu, Huguinho, Robson, Pedro Pereira, Fausto Lourenço e Cafu).

Treinador: Carlos Pinto.

Académico de Viseu: Ricardo Janota, Tomé, Lameirão (Tiago Gonçalves, 55), Bura, Kiko (Tiago Costa, 50), Capela, Romeu Ribeiro, Yuri, Clayton, Carlos Eduardo e Forbes (Steve Ekedi, 81).

(Suplentes: Ruca, Tiago Costa, Tiago Gonçalves, Bruno Loureiro, Moses Phiri, Zé Pedro e Steve Ekedi).

Treinador: Bruno Ribeiro.

Árbitro: Bruno Esteves (Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Leandro Albano (17), Kiko (34), Capela (48), Luís Pedro (55), Hugo Grilo (58) e Pedrinho (64).

Assistência: Cerca de 300 espetadores.
Autor: Lusa

PONTUAÇÃO INDIVIDUAL

MARCO - 7
LEANDRO - 6
LUIS PEDRO - 5
ROCHA - 7
RAINHO - 6
GRILO - 6
PEDRINHO - 6
IVAN PEREZ - 4
CELESTE - 5
DALLA COSTA - 5
DIOGO - 5
CAFU - 4
FAUSTO - 4
ROBSON - 3




terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

CHAVES-FREAMUNDE, 1-0: GOLO SOLITÁRIO VALE CONSOLIDAÇÃO DE VICE-LIDERANÇA

Um golo solitário de Perdigão, aos 38 minutos, deu este sábado a vitória caseira ao Desportivo de Chaves frente ao Freamunde, em partida da 29.ª jornada da Segunda Liga, e consolidou a vice-liderança.

Com esta vitória, a equipa de Trás-os-Montes cimentou a segunda posição do campeonato com 53 pontos e reduziu para dois a desvantagem para o líder FC Porto B, que hoje perdeu em casa diante do Famalicão. 

O Chaves entrou melhor na partida, mais pressionante e eficaz, a criar situações de perigo junto da baliza de Marco, empurrando o Freamunde para a sua zona defensiva. 

Logo aos sete minutos, Sandro Lima, isolado, viu o guardião dos capões negar-lhe o golo. 

Pouco depois, Miguel Oliveira atirou à figura de Marco e Braga rematou forte ao lado da baliza dos visitantes. 

Sem estranhar, a equipa de Trás-os-Montes inaugurou o marcador aos 38 minutos por Perdigão, que, isolado por Braga, não deu hipóteses ao guardião do Freamunde. 

Os comandados de Carlos Pinto foram duas vezes à baliza de Paulo Ribeiro, tendo Pedrinho, aos seis minutos, atirado ao lado e Pedro Pereira, aos 22, rematado por cima. 

No regresso dos balneários, o Freamunde entrou mais dinâmico e procurou a igualdade, instalando-se no meio-campo do emblema azul-grená.

Aos 60 minutos, Diogo, solto na pequena área, cabeceou e obrigou Paulo Ribeiro a uma grande defesa, tendo, dez minutos depois, Robson tematado ao lado, quando estava sozinho diante do guardião. 

Até ao final, o Chaves segurou e geriu o resultado, podendo mesmo ter dilatado a vantagem por Braga, aos 49 minutos, que rematou ao lado, e Luís Silva, aos 74', que atirou à malha lateral.

Jogo no Estádio Municipal Eng.º Manuel Branco Teixeira, em Chaves.

Desportivo de Chaves - Freamunde, 1-0. 

Ao intervalo: 1-0. 

Marcador:

1-0, Perdigão, 38 minutos. 

Equipas:

Desportivo de Chaves: Paulo Ribeiro, Edu, Miguel Oliveira, Miguel Ângelo, Nélson Lenho, Patrão, Diogo Cunha (Siaka Bamba, 65), Luís Silva, Braga, Sandro Lima (Tozé Marreco, 81) e Perdigão (João Reis, 70). 

(Suplentes: António Filipe, Diogo Coelho, Luís Pinto, João Reis, Siaka Bamba, Bruno Magalhães e Tozé Marreco).

Treinador: Victor Oliveira.

Freamunde: Marco, David Bruno, Amadeu (Cafu, 87), Luís Pedro, Rainho, Paulo Grilo, Robson (Celeste, 77), Pedrinho, Fausto, Diogo e Pedro Pereira (Mauro Dalla Costa, 64). 

(Suplentes: Dany, Barbosa, Ivan Perez, Rocha, Cafu, Mauro Dalla Costa e Celeste).

Treinador: Carlos Pinto.

Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco) 

Ação disciplinar: Cartão amarelo para David Bruno (16), Luís Pedro (18), Patrão (32), Paulo Grilo (53), Siaka Bamba (80), Rainha (84), João Reis (88), Tozé Marreco (90+2) e Luís Silva (90+3). 

Assistência: 3.401 espectadores
Autor: Lusa
PONTUAÇÃO INDIVIDUAL
MARCO -7
DAVID BRUNO - 7
AMADEU - 7
LUIS PEDRO - 6
RAINHO - 6
GRILO - 7
ROBSON - 6
PEDRINHO - 7
FAUSTO - 6
PEDRO PEREIRA - 6
DIOGO - 6
CELESTE - 3
CAFU - 2
MAURO - 3
MELHOR EM CAMPO - Pedrinho

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Derrota após 9 jogos sem perder

FREAMUNDE-FC PORTO B, 1-2: LÍDER CONSEGUE REVIRAVOLTA

Ismael Díaz e André Silva faturaram
Freamunde-FC Porto B, 1-2: Líder consegue reviravolta
Foto: Simão Freitas
O FC Porto B consolidou este domingo a liderança da 2.ª Liga, depois de conseguir a reviravolta frente ao Freamunde, por 2-1, numa partida relativa à 28.ª jornada.

A equipa da casa chegou cedo ao golo, por intermédio de Robson, aos 11 minutos da primeira parte, mas os 'dragões' reagiram no segundo tempo e iniciaram a reviravolta pelos pés de Ismael e de André Silva.

Com este triunfo, o FC Porto B passou a somar 55 pontos e lidera com cinco de avanço sobre o Desportivo de Chaves, enquanto o Freamunde caiu para quarto, com 47.

O Freamunde entrou melhor na partida, mas ofensivo e eficaz a criar situações de perigo junto da baliza de Gudiño e, por isso mesmo, não foi de estranhar o golo madrugador de Robson.

O avançado, oportuno, aproveitou da melhor forma uma recarga em frente à baliza portista, e atirou para o golo.

Entretanto, os 'dragões' reagiram à desvantagem e estiveram muito perto de chegar à igualdade. A primeira vez aconteceu aos 21 minutos, altura em que Gleison, em posição frontal, rematou forte à baliza, obrigando Marco a uma defesa difícil.

O guarda-redes do Freamunde esteve, aliás, em destaque, no primeiro tempo, sendo o principal responsável por FC Porto B não marcar neste período.

Aos 44 minutos, André Silva, num frente a frente com Marco, cabeceou, mas mais uma vez valeu a atenção do guardião, que permitiu que o Freamunde saísse para intervalo na frente.

Mas no segundo tempo o domínio dos portistas foi evidente, não dando grandes hipóteses para que o Freamunde subisse no terreno.

O empate aconteceu aos 72 minutos, através de Ismael, que, de cabeça, não perdoou um erro defensivo, e fuzilou a baliza dos 'capões'.

A formação comandada por Carlos Pinto não conseguiu reagir ao golo do FC Porto B e acabou mesmo por sofrer mais um já bem perto do final através de André Silva.

Jogo disputado no Complexo Desportivo do Freamunde.

Freamunde - FC Porto B, 1-2.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Robson, 11 minutos.

1-1, Ismael, 72.

1-2, André Silva, 80.

Equipas:

- Freamunde: Marco, Leandro, Eridson, Luís Pedro, Huguinho, Paulo Grilo, Robson, Pedrinho, Pedro Pereira (Celeste, 62), Diogo (Mauro Dalla Costa, 83) e Fausto (Cafu, 74).

(Suplentes: Dany, Amadeu, Barbosa, Ivan Perez, Cafu, Mauro Dalla Costa e Celeste).

Treinador: Carlos Pinto. 

- FC Porto B: Gudiño, Victor Garcia, Rodrigo, Verdasca, Rui Moreira, Omar, Gleison (Rúben Macedo, 81), Graça (Jorge, 90+2), Francisco Ramos (Tomas, 74), Ismael e André Silva.

(Suplentes: João Costa, Tomás, Leonardo, Jorge, Fede Varela, Sérgio Ribeiro e Rúben Macedo).

Treinador: Luís Castro.

Árbitro: Tiago Antunes (Coimbra).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Eridson (53), Francisco Ramos (59), Verdasca (64), Gudiño (66), Robson (67), Pedrinho (80), Ismael (82), Omar (88).

Assistência: Cerca de 800 espectadores.
LUSA





PONTUAÇÃO INDIVIDUAL

MARCO - 8
LEANDRO - 6
LUIS PEDRO - 6
ERIDSON - 6
HUGUINHO - 6
PAULO GRILO - 6
ROBSON - 7
PEDRINHO - 7
FAUSTO - 6
PEDRO PEREIRA - 6
DIOGO - 6
CELESTE - 3
CAFU - 3
MAURO - 2

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

GIL VICENTE-FREAMUNDE, 0-0: GALOS DOMINARAM MAS NÃO MARCARAM

O Gil Vicente e o Freamunde, clubes situados nos quatro primeiros lugares da II Liga, anularam-se este sábado em Barcelos, em encontro da 27.ª jornada.

A formação barcelense dominou a partida, mas não esteve eficaz na concretização, enquanto o Freamunde foi perfeito a defender, mas inoperante no contra golpe.

Os locais entraram a todo o gás e criaram imensas dificuldades ao último reduto dos visitantes, que tiveram uma contrariedade logo aos 21 minutos, quando o central Rocha se lesionou e teve que ser substituído, por Eridson.

A pressão gilista foi constante e a primeira situação de golo eminente aconteceu aos 27 minutos, com Marco a negar o golo a Cadú, que apareceu na área a rematar de cabeça.

O domínio dos barcelenses foi tal que, até ao intervalo, o Freamunde foi inoperante no ataque e poucas vezes se acercou da área contrária.

O Gil Vicente até podia ter saído para o descanso em vantagem no marcador, já que, em período de compensação, Simy, de cabeça, enviou uma bola à barra da baliza de Marco.

Na segunda parte, continuou a domínio dos donos da casa, que, aos 56 minutos estiveram perto de marcar, mas Simy, bem colocado, rematou fraco e à figura de Marco.

Logo a seguir, Paulinho viu o segundo cartão amarelo e o Gil Vicente passou a jogar em inferioridade numérica, o que provocou uma reação dos visitantes, que estiveram perto de marcar aos 59 minutos, não fosse a intervenção de Serginho, a defender o remate de Diogo Ramos.

Aos 72 minutos, foi Pedrinho a rematar de cabeça, mas a bola saiu rente ao poste esquerdo.

Com o aproximar do final do jogo, as duas equipas tentaram tudo para conseguir o golo do triunfo, que acabou por não surgir.

Jogo no Estádio Cidade de Barcelos.

Gil Vicente - Freamunde, 0-0.

Equipas:

- Gil Vicente: Serginho, Ricardinho, Cadú, Sandro, Bruno Silva, Djamal, Alphonse, Paulinho, Vagner (Yartey, 68), Simy (João Pedro, 82) e Avto (Vítor Gonçalves, 68).

(Suplentes: Ivan, Platiny, Vítor Gonçalves, João Pedro, Jonathan, Yartey e Renan).

Treinador: Nandinho.

- Freamunde: Marco, David Bruno, Rocha (Eridson, 21), Luís Pedro, Rui Raínho, Paulo Grilo, Robson, Pedrinho, Celeste (Cafu, 79), Diogo Ramos e Fausto (Anderson, 64).

(Suplentes: Rui Nereu, Eridson, Ivan Perez, Cafu, Mauro Dalla Costa, Pedro Pereira e Anderson).

Treinador: Carlos Pinto.

Árbitro: Artur Soares Dias (Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Fausto (08), Paulinho (29 e 57), Rui Raínho (45) e Eridson (89). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Paulinho (57).

Assistência: Cerca de 1.700 espectadores.

Pontuação individual

MARCO - 8
DAVID BRUNO - 5
ROCHA - 4
LUÍS PEDRO - 8
RAINHO - 6
GRILO - 8
ROBSON - 5
PEDRINHO - 6
FAUSTO - 5
CELESTE - 5
DIOGO - 6
ERIDSON - 7
ANDERSON - 1
CAFU - 3

Melhor em campo - Luís Pedro - Sempre muito seguro na defesa, foi o «patrão» da equipa. Teve tempo ainda para lançar algumas incursões no ataque.