patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

quinta-feira, 26 de junho de 2008

Imprensa




Efeito surpresa
.
CAPÕES ADIANTAM-SE AOS COMPETIDORES DIRECTOS
.
Fazer da antecipação um trunfo. Foi com este intuito que o Freamunde se adiantou à concorrência e apresentou, ontem de manhã, o seu plantel para 2008/09.O primeiro emblema da Honra a abrir as oficinas tem 12 caras novas previstas, entre reforços e jogadores promovidos da formação, dos quais apenas oito marcaram presença. Os brasileiros Tarciso, Alan Dinamite, Alex Júnior e Cascavel foram devidamente autorizados a apresentar-se em Freamunde apenas durante o dia de amanhã. Há uma ausência que ainda não tem rosto. Jorge Regadas continua à procura de um defesa-central para dar o plantel como fechado, situação que deve ficar resolvida até ao final da semana.Após as fotos de início de época, o grupo de trabalho treinou-se pela primeira vez, já que o compromisso oficial que vai inaugurar a época dos capões já se avista no horizonte: 1.ª eliminatória da Taça da Liga.Um dos reforços com mais cartel até chegou de um escalão inferior, directamente da 2.ª Divisão. O brasileiro Gustavo deixou o Chaves para se juntar aos capões e, no primeiro dia de trabalho, afirmou acreditar não ir ter “problemas na adaptação ao futebol da Honra” – onde já jogou pelos flavienses –, descansando os adeptos ao garantir estar “completamente recuperado” da lesão no joelho que o apoquentou na época transacta.




Brasileiros chegam apenas amanhã
.
Com um plantel renovado, o Freamunde apresentou-se ontem com vista à nova época, num primeiro dia de preparação de grande intensidade, um exemplo do que espera o grupo nas próximas semanas, tendo em conta que Jorge Regadas é um treinador exigente que privilegia o trabalho. Neste regresso aos treinos, compareceram oito dos 12 reforços já garantidos, tendo faltado Cascavel (ex-Trofense), Alan Dinamite (ex- América), Tarcísio e Alex Júnior (ex-São Cristóvão), todos eles brasileiros, que são esperados amanhã.
No primeiro dia de pré-época, o treinador Jorge Regadas garante ter plena confiança "num plantel formado maioritariamente por jovens, mas com qualidade para atingir os objectivos traçados e continuar êxitos como, no passado recente, a subida de divisão e a permanência no futebol profissional." No entanto, o plantel ainda não está fechado, dado que falta preencher uma vaga no centro da defesa, para a qual não existe ainda qualquer candidato, já que Bura e João Pedro estão praticamente descartados.
Entretanto, até ao final da próxima semana, o trabalho será essencialmente físico, estando o primeiro teste ao novo Freamunde, agendado para o dia 5 de Julho com o Braga.


Orçamento de 320 mil euros


O presidente Manuel Pacheco, que se assumiu como "um homem que gosta mais de fazer do que falar", confirmou que o orçamento para 2008/09 se equipara ao que o Freamunde dispunha para a época passada. O futebol azul e branco no seu universo custa cerca de 840 mil euros (já com a formação incluída), sendo que 320 mil são canalizados directamente para o futebol profissional. Apesar do "orçamento reduzido", como admite o presidente da Comissão Administrativa, este mostra-se "confiante" numa boa época, até porque, Jorge Regadas "é o melhor" treinador depois de José Mourinho, afirmou o líder azul sem pestanejar.

Um comentário:

gerson disse...

Veja só a diferença existente entre Europa e Brasil. 320 mil euros para o futebol dá em reais uns 800 mil. Esse dinheiro daria pra fazer um bom time aqui. Pouquíssimos clubes pequenos no Brasil têm um orçamento desses.