sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

JUNIORES: Vitória amanhã garante disputa pela subida à 1ª Divisão Nacional

A equipa de juniores do Freamunde, em caso de vitória amanhã frente ao Fafe, garante desde já, e quando ainda falta mais uma jornada, o titulo da serie A do Campeonato nacional de juniores 2ª divisão, e o consequente apuramento para disputar a subida à 1ª Divisão Nacional.
Recorde-se, que há já 3 anos que a nossa equipa não conseguia alcançar o apuramento para a fase de subida da competição. Desta feita, tudo se enquadra para que esse objetivo seja cumprido, mas para isso é necessário vencer o jogo de amanhã, precisamente frente ao 2º classificado da serie, o Fafe.

TODOS AO COMPLEXO APOIAR OS NOSSOS JOVENS!!
AQUI COMEÇA O FUTURO DO NOSSO CLUBE!!

SC FREAMUNDE X AD Fafe
Sábado - 15:00 horas


Helton é o novo treinador do SC Freamunde

O ex guarda-redes Helton é o novo treinador do SC Freamunde. O novo treinador dos «capões» deixou os relvados na época 2015/16, cumprindo pelo FC Porto 12 jogos, depois de 11 temporadas ao serviço dos Dragões.
O SC Freamunde anunciou esta tarde a contratação de Helton na sua página oficial do Facebook.

Jogo com Salgueiros do próximo Domingo adiado para Fevereiro



O jogo frente ao Salgueiros referente à próxima jornada do CP foi adiado para dia 7 de Fevereiro ás 21:00 horas.
A direção publicou o seguinte comunicado na sua página do facebook oficial:


"O Sport Clube Freamunde informa que chegou a acordo com o Sport Comércio e Salgueiros para o adiamento do jogo relativo à 16.ª jornada do Campeonato de Portugal.
Deste modo, o encontro será disputado no próximo dia 7 de fevereiro de 2018, pelas 21H00, no Estádio Prof. Dr. José Vieira de Carvalho, na Maia.
O SC Freamunde agradece a compreensão do SC Salgueiros, neste momento difícil da vida do clube.
A direção do Sport Clube Freamunde,
Freamunde, 11 de janeiro de 2018"

Agenda

Foto de Sport Clube de Freamunde.

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Fausto rescinde por mutuo acordo com o SC Freamunde


Fausto Lourenço já não é jogador do SC Freamunde. O jogador de 30 anos termina assim uma ligação de 3 anos com o clube azul. Fausto fez parte de 2 grupos fantasticos que lutaram até final do campeonato por inéditas subidas à I Liga, e ficará na história do clube.

Fausto deixou estas ultimas palavras na sua página pessoal no facebook;
"Venho por este meio comunicar umas das decisões mais difíceis da minha vida.
Rescindi contrato, amigavelmente, com o SC Freamunde.
Como é público, o SC Freamunde atravessa uma enorme crise financeira, crise essa que espero, do fundo do coração, que seja ultrapassada brevemente.
Em primeiro lugar cabe-me dizer que o máximo foi dado, sempre (dentro e fora de campo), que foi um orgulho erguer a braçadeira de Capitão e vestir esta camisola(146 jogos) que levo para a vida. Fiz o possível e o impossível para ajudar o clube a ultrapassar uma segunda fase como a do contexto atual.
Em segundo lugar, dizer também, que fiquei por vontade própria, queria fazer parte da solução e ajudar o clube a retomar a estabilidade. Com isto não sou mais nem menos que ninguém, apenas era vontade em ajudar um clube que aprendi a ser adepto.
Muito pouca gente aguentaria o que o grupo aguentou, digo isto com toda a certeza do mundo.
Aos Freamundenses, aos jogadores, direções, posto médico, rouparia (e aqui tenho de destacar a ENORME DONA AURORA), e ao restaurante "O Telheiro" resta-me agradecer. A todos os que estiveram estes 3 anos e meio comigo em Freamunde, naturalmente, há pessoas que levo para a vida, e teria de nomear imensas, outras que já não falo (o que é perfeitamente normal), mas a todos um MUITO OBRIGADO.
Teria muito mais para escrever mas estaria toda a noite a fazê-lo.
Desculpem qualquer coisa e até um dia."

Da nossa parte resta-nos enviar um obrigado ao Fausto pela postura tida ao longo destas 3 épocas e meia, e pela forma como lutou pelo nosso clube. Boa sorte para o futuro!!

domingo, 7 de janeiro de 2018

Derrota em Amarante com sabor positivo

FREAMUNDE APRESNTOU UM «ONZE» COM UMA MÉDIA DE IDADES DE 21.9 ANOS

Foto de Sport Clube de Freamunde.

O Freamunde após 3 semanas muito apresentou-se em Amarante para disputar a 15ª jornada do CPP, mesmo praticamente não treinando durante esse período, e tendo visto o plantel sendo reduzido em cerca de metade dos elementos.
Para o desafio de Amarante, o Freamunde apresentou apenas um defesa central de rais (Amadeu), outro adaptado (João) e um defesa esquerdo adaptado (Luís). Dois jogadores estrearam-se neste jogo, outros também se estrearam como titulares, para além do banco de suplentes ser composto na sua totalidade por jogadores pertencentes à equipa júnior do clube. Meireles, Leandro e Hilário entraram na segunda parte, dando bem «conta do recado». Muitas incidências em apenas um jogo, fazem com que o resultado perante um experiente Amarante tenha sido apesar da derrota positivo.

O «onze» titular do Freamunde teve uma média de idade de 21.9 anos, se aos 11 acrescentarmos os 3 jovens que entraram na 2ª parte, a média desce para 20.9 anos.

O SC Freamunde apresentou 5 jogadores na equipa titular formados no clube, mais 3 que entraram na 2ª parte, totalizam 8 de entre 14 que atuaram esta tarde com a camisola azul e branca, todos eles com idade inferior a 22 anos. De uma coisa os freamundenses podem estar orgulhosos, da sua formação continuam a sair jogadores com carácter e muita qualidade.

Quanto ao jogo em si, o Amarante a jogar em casa, foi mais dominador, criou as melhores oportunidades, contudo o Freamunde conseguiu sempre estar muito seguro na sua retaguarda, tentando sempre que possível atacar a baliza amarantina, conseguindo também algumas oportunidades para concretizar.

FREAMUNDE: Vitor Braga; Casimiro, Amadeu, João e Luís; Jorge Vilela, Elsinho e Sala; Fausto, Miguel Angelo e Tiago Leão.

sábado, 6 de janeiro de 2018

Todos a Amarante

Foto de Sport Clube de Freamunde.
Se duvidas existiam, o Freamunde vai mesmo a jogo

É ja amanha que regressa a competição ao Campeonato de Portugal. Depois da paragem natalicia, disputa-se amanhã a ultima jornada da 1ª volta do campeonato.
Muitos dos jogadores do plantel do Freamunde sairam, ficando apenas cerca de 10 atletas dos que iniciaram a temporada. A eles vão-se juntar atletas juniores para completar os 18 habituais que compoem a ficha de jogo.
É um momento dificil da vida do clube, talvez nunca na sua história tenha acontecido algo parecido, no entanto, é também nestas alturas que se vêm os grandes clubes e principalmente os grandes adeptos. Estes jovens vão precisar do nosso apoio amanhã! Temos que apoia-los desde o primeiro ao ultimo minuto. Independentemente do resultado e das incidencias do jogo, devemos dar-lhes toda a força.
O SC Freamunde para ultrapassar este periodo negro tem de se unir como nunca, e temos a certes tudo se irá resolver e no futuro teremos o nosso clube novamente pujante e forte.
Mas esta hora é de união!!
Todos a Amarante!!

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Rui Nereu rescindiu contrato com o SC Freamunde


O guarda-redes Rui Nereu anunciou nas redes sociais que já não é jogador do Freamunde.
O atleta que cumpria a sua 4ª temporada no clube azul, 3 delas consecutivas, disse na sua página pessoal: "na minha relação de trabalho com o SC Freamunde deixou, já há algum tempo de estarem reunidas as condições para que se pudesse continuar a desenvolver um trabalho profissional digno. Lamento de todo que as coisas tivessem de terminar assim, mas já não havia mais condições para continuar a trabalhar no clube." 

Desta forma, o Freamunde passa a ter nos seus quadros apenas um guarda-redes Vitor Braga que está no Freamunde por empréstimo do moreirense.
data-ad-client="ca-pub-2768206720682073" data-ad-slot="3003501390" data-ad-format="auto">

Ultimos jogos do nosso clube no ano de 2017


sábado, 23 de dezembro de 2017

Reestruturar plantel

Jogar pior será dificil

Como toda a gente sabe, o Freamunde continua por solucionar a grave crise financeira que atravessa, fruto principalmente de uma divida bastante alta referente à Sad.
Como este problema gravissimo se vem arrastando desde o inicio da época, os jogadores (muitos deles) vão saindo, e até ao momento, que seja publico já abandonaram o clube 7 atletas na totalidade. Fala-se que mais alguns podem seguir o mesmo caminho, correndo o nosso clube o risco de ficar quase sem jogadores para atacar o que resta do campeonato, ou seja 16 jogos na totalidade.

Neste momento de aflição, há que agradecer aos atletas todo o esforço feito pelo clube durante todo o alargado periodo em que não receberam salários.

Caso o problema atual financeiro seja debelado ou pelo menos tratado de forma ao clube poder terminar a época em curso no Campeonato Portugal, o facto de praticamente ter de ser um novo plantel a ter de disputar os restantes jogos do campeonato não nos parece preocupante, porque com todo os respeito pelos que estão e pelos que sairam, principalmente os treinadores, jogar pior do que que esta equipa tem jogado durante a época desde o seu inicio (ainda não havia salarios em atraso) vai ser dificil. Portanto, pior servido com quase toda a certeza o SC Freamunde não ficará. O principal neste momento é fazer com que o clube tenha condições para terminar a temporada normalmente concluindo a época na ultima jornada do campeonato.

5 atletas abandonam o Freamunde

Carlos Freitas, Luiz Alberto, Nikiema, Niang e Rúben Neves saíram devido aos salários em atraso.
O Natal ainda não trouxe nenhuma prenda para o Freamunde. Pelo contrário. O 12.º classificado - em posição de descida - da Série B do Campeonato de Portugal ficou sem mais cinco jogadores que pediram para sair devido aos salários em atraso, segundo confirmou a O JOGO Miguel Pacheco, presidente dos capões. "Pediram a carta de desvinculação e nós demos. Já tinham saído o Luís Cortez [para o Trofense] e o Luizinho [Real Jaén, Espanha] e agora saíram o Luiz Alberto, o Carlos Freitas, o Rúben Neves, o Nikiema e o Niang", avançou.
A situação continua, portanto, muito delicada nos freamundenses, mas Miguel Pacheco mantém a esperança em que, com a quadra natalícia, possa aparecer um investidor que solucione os problemas. "A melhor prenda de todas seria arranjar solução financeira para o clube/SAD. Estamos a fazer tudo para arranjarmos a solução em tempo útil", afirmou.
Apesar de reconhecer que a equipa fica mais "fragilizada", o dirigente conta reestruturar o plantel depois de resolver a questão financeira. "Sem estes virão outros. O problema maior é arranjarmos estabilidade. Continuo esperançado que vamos reequilibrar a equipa e, com a tal estabilidade, até melhorá-la", concluiu.