domingo, 12 de abril de 2015

Olhanense-Freamunde, 1-0 RUBRO-NEGROS NÃO VENCIAM EM CASA À 3 MESES

O Olhanense venceu este sábado o Freamunde por 1-0, em jogo da 38.ª jornada da 2ª Liga, com um golo de Weldon a colocar ponto final em três meses de jejum de vitórias caseiras dos algarvios.

O golo do avançado brasileiro, aos 76 minutos, na melhor ocasião de uma partida de fraca qualidade, permitiu ao Olhanense acabar com um ciclo sem vitórias em casa que se prolongava desde 11 de janeiro, quando venceu por 2-1 a Oliveirense, na 22.ª jornada.

Quase sem momentos de interesse, a primeira parte revelou-se apenas um somatório de erros individuais e coletivos de ambas as partes: Olhanense e Freamunde acumularam passes falhados e sem destino, para desespero dos adeptos presentes.

Na melhor jogada, aos nove minutos, Rodrigo António encontrou espaço dentro da área mas viu o seu remate ser intercetado por um defesa contrário, enquanto, do outro lado, só Djim tentou, com um remate fraco ao lado, de cabeça (34).

O espetáculo continuou a ser mau na segunda metade mas, apesar da fraca qualidade, as duas equipas conseguiram chegar com perigo mais vezes às duas balizas, com o Freamunde a ameaçar primeiro, por Rainho, num remate de meia distância defendido por Ricardo Ribeiro (69).

Na reação, um contra-ataque conduzido por Gonzalez Prado encontrou Femi Balogun isolado e o jogador nigeriano só teve de fixar o guarda-redes para assistir Weldon, que encostou para a baliza para assinar o seu segundo golo da época.

Até final do jogo, o Freamunde forçou mas só criou perigo no primeiro minuto de descontos, com Ricardo Ribeiro a desviar um remate de Dally, que acabou expulso momentos depois, por entrada perigosa sobre Pedrelli.

Com o triunfo, o Olhanense, 19.º, com 41 pontos, ganhou um espaço de seis pontos para os lugares de descida, enquanto o Freamunde ocupa um provisório sétimo lugar, com 61.

Jogo no Estádio José Arcanjo, em Olhão.

Olhanense - Freamunde, 1-0.

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:

1-0, Weldon, 76 minutos.

Equipas:

Olhanense: Ricardo Ribeiro, Duarte Machado, Nuno Diogo, Diakhite, Pedrelli, Murilo, Rodrigo António, Celestino (Diogo Melo, 41), Femi Balogun, Galassi (Gonzalez Prado, 70) e Weldon (Coubronne, 86).

(Suplentes: Svedkauskas, Giraldo, Gonzalez Prado, Faye Balla, Diogo Melo, Ponce e Coubronne).

Treinador: Cristiano Bacci.

Freamunde: Marco, Mesquita, Rocha, Luís Pedro, Rainho, Barbosa (Jô, 79), Pedrinho, Robson, Fausto, Ansumane (Paulo Roberto, 79) e Djim (Dally, 62).

(Suplentes: Jorge Baptista, Lio, Jô, Leandro, Paulo Roberto, Artur Jorge e Dally).

Treinador: Filipe Rocha.

Árbitro: Manuel Mota (Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Rocha (42), Barbosa (45), Robson (64), Luís Pedro (76), Rodrigo António (80), Fausto (84), Weldon (84). Cartão vermelho direto para Dally (90+1). Filipe Rocha, treinador do Freamunde, foi expulso do banco (81).

Assistência: Cerca de 500 espetadores.

@Record

terça-feira, 7 de abril de 2015

Agenda

Chaves líder em pontos e em penalties


Nas ultimas 10 jornadas o Chaves tem tido a estrelinha de campeão do seu lado. tem ganho os jogos quase todos nos últimos minutos das partidas, e tem tido as equipas de arbitragem do seu lado porque a maioria das vitórias tem resultado através de grandes penalidades! Alguns dos penaltis até podem ter sido bem assinalados, mas outros deixam muito a desejar e para além disso é preciso ter muita «sorte» em ter sempre os senhores árbitros do seu lado, porque é preciso ter mesmo muita sorte em ter sempre árbitros com coragem para assinalar penaltis sucessivos nos últimos minutos de jogo!!
Vão ser campeões e se calhar com mérito mas como dizia o outro, "...não havia necessidade..."!!


ultimas 11 jornadas

jornada 37 - penalti aos 88` e 90`+ 4
jornada 35 - penalti aos 82`
jornada 34 - penalti aos 81`
jornada 32 - penalti aos 90`
jornada 29 - penalti aos 90`+5
jornada 27 - penalti aos 27`

segunda-feira, 6 de abril de 2015

37ª Jornada resultados e classificação

37.ª JORNADA

Olhanense-Benfica B, 1-2 
( Rodrigo António 86'; João Teixeira 10',Victor Andrade 68';)


Sporting B-Leixões, 3-1 
(João Palhinha 39', Diego Rubio 44', Gelson Martins 78'; Enoh 64')

Ac. Viseu-Oriental, 4-0 
(Tiago Almeida 39' e 58', João Amorim 76', Clayton 80')

Chaves-V. Guimarães B, 2-0
(Guzzo 88' g.p, Luís Barry 90'+4 g.p)

Atlético-Sp. Covilhã, 2-1 
(Ibrahim Kargbo 70', Manuel Palacios 81'; Traquina 83')

Aves-Farense, 2-0 
(Miguel Vieira 2', Higor Platini 82')

Sp. Braga B-Portimonense, 0-2
(Dener 59', Ricardo Pessoa 79')

UD Oliveirense-Feirense, 0-1
(Luiz Phellype 44')

Trofense-Beira-Mar, 0-3
(Manafá 16', Leandro Chaparro 63' e 86')

Marítimo B-U. Madeira, 1-2
(Dyego Souza 43'; Rúben Andrade 67' e Miguel Fidalgo 77' g.p)

Tondela-FC Porto, 3-1
(Piojo 12' e 34' g.p. Tomás p.b. 61 Tomás p.b. 61; Frédéric Maciel 44',')

Jogo antecipado da 39.ª JORNADA

Freamunde-V. Guimarães B, 2-0
(Djim 14' e Fausto 85')


CLASSICAÇÃO


Freamunde-Santa Clara, 0-0: Capões atrasam-se na luta pela subida

Freamunde e Santa Clara empataram este sábado sem golos, num fraco jogo de futebol, no qual os açorianos tiveram as melhores oportunidades e ficaram mais satisfeitos com o resultado, após a 37.ª jornada da 2ª Liga.

Com este empate e mais um jogo disputado, o Freamunde, agora com 61 pontos e no sexto lugar, voltou a perder pontos para a concorrência e pode ter ficado irremediavelmente afastado da luta pela subida de divisão, depois dos triunfos do Desportivo de Chaves e Tondela, os primeiros do campeonato, em zona de subida.

Em dificuldades para segurar a permanência, o Santa Clara ganhou um ponto (soma 36) e ascendeu ao 20.º lugar, numa luta que promete durar até ao final da prova.

Num jogo sem grande emotividade nem qualidade, os açorianos foram sempre mais perigosos, tirando partido da mobilidade dos quatro elementos mais adiantados da equipa (Reginaldo, Rafael Batatinha, Ludovic e Vouho), e estiveram muito perto de marcar aos 33 minutos.

Rafael Batatinha, isolado, perdeu o frente a frente com Marco Rocha e, na recarga, valeu Luís Pedro, de cabeça, a negar para canto o golo a Reginaldo. Na sequência do mesmo, o central freamundense voltou a ser providencial a negar o golo a Pacheco.

O Freamunde, com um fosso por preencher entre o meio-campo e o ataque, tinha bola, mas faltava apoio aos avançados e não conseguia criar perigo.

Os pupilos de Filó acusaram algum desgaste físico e falta de discernimento para vencerem a barreira defensiva do Santa Clara, não criando uma única oportunidade de golo fragrante durante toda a partida, subsistindo dúvidas sobre uma eventual grande penalidade, muito contestada pelos adeptos locais, por alegada mão na bola de um defesa do Santa Clara.

Mesmo com um domínio do Freamunde mais acentuado na segunda parte, em especial nos derradeiros minutos, foi o Santa Clara a ficar de novo mais perto de marcar, em dois cabeceamentos de Vouho e Accioly, aos 67 e 69 minutos.

Jogo no estádio do SC Freamunde, em Freamunde.

Freamunde - Santa Clara, 0-0.

Equipas:

Freamunde: Marco Rocha, Tiago Mesquita, Rocha, Luís Pedro, Rui Raínho, Pedrinho, Barbosa (Jô, 67), Robson, Fausto Lourenço, Ansumane (Lio, 75) e Djim (Dally, 67).

(Suplentes: Jorge Baptista, Amadeu, Huguinho, Lio, Jô, Dally e Paulo Roberto).

Treinador: Filó.

Santa Clara: Serginho, Mike, Amoreirinha, Accioly, Paulo Henrique, Malafaia, Pacheco, Rafael Batatinha, Reginaldo (Ruizinho, 84), Ludovic (João Ventura, 73) e Vouho (Clemente, 77).

(Suplentes: Pedro Freitas, Materazzi, Ruizinho, Clemente, Nuno Silva, João Ventura e Ely).

Treinador: Filipe Gouveia.

Árbitro: Manuel Oliveira (Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Malafaia (70) e Dally (79).

Assistência: Cerca de 900 espetadores.

@Record

segunda-feira, 30 de março de 2015

Resumo Freamunde 2-0 Vitória B

Freamunde-V. Guimarães B,2-0: Regresso às vitórias em jogo antecipado

JÁ NÃO VENCIA HÁ SEIS JORNADAS


O Freamunde recebeu e venceu este domingo o V. Guimarães B por 2-0, quebrando um ciclo de seis jogos sem ganhar, em encontro antecipado da 39.ª jornada da Segunda Liga.

Djim inaugurou o marcador, aos 14 minutos, de livre direto, e Fausto Lourenço fez o segundo e resolveu o jogo a favor do Freamunde, aos 85, a concluir um contra-ataque, num resultado certo, embora pesado para a formação vimaranense.

As duas equipas encaixaram-se e disputaram o jogo, repartido inicialmente, com os olhos postos na baliza adversária, enriquecendo o espetáculo, que ganhou um protagonista aos 14 minutos, quando Djim, de livre direto, fez um golo de levantar o estádio, na segunda tentativa.

Pedrinho era o jogador dos locais que metia velocidade no jogo e, aproveitando a vocação ofensiva do lateral direito Tiago Mesquita, combinou várias vezes com o colega de equipa, chegando este último a ameaçar o segundo já nos descontos.

O Vitória nunca se rendeu à desvantagem e Areias, em especial, deu muito trabalho aos centrais do Freamunde, juntamente com Nassim, um jogador criativo, embora algo complicativo na finalização.

Aos 25 minutos, os jogadores do Guimarães ficaram a reclamar carga de Luís Pedro na área do Freamunde sobre Areias, mas Jorge Tavares mandou jogar.

Na segunda parte, o Vítória assumiu o comando do jogo, mas sem assustar verdadeiramente a baliza do Freamunde, equipa que concedeu o domínio territorial e procurava explorar o contra-ataque.

O intermitente Djim ainda protagonizou dois lances individuais para os locais, mas seria Fausto Lourenço, a cinco minutos do fim, já depois das entradas de Dally e Jô para o ataque, que o jogo ficaria resolvido.

Num lance puro de contra-ataque pelo lado esquerdo, a bola circulou por vários jogadores e, depois de um desvio falhado de Dally, a bola chegou a Fausto Lourenço, que, à meia volta, bateu Miguel Oliveira pela segunda vez e fez descansar os adeptos do Freamunde.

Com este triunfo, o Freamunde igualou as equipas 'B' do Sporting e Benfica e o Sp. Covilhã, todos com 60 pontos, mas mais um jogo, enquanto o V. Guimarães B manteve-se com 54 e numa posição tranquila na classificação.

Jogo no Estádio do SC Freamunde.

Freamunde - V. Guimarães B, 2-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Djim, 14 minutos.

2-0, Fausto Lourenço, 85.

Equipas:

Freamunde: Marco Rocha, Tiago Mesquita, Rocha, Luís Pedro, Rui Raínho, Pedrinho, Barbosa, Robson (Lio, 86), Fausto Lourenço, Ansumane (Jô, 72) e Djim (Dally, 69).

Suplentes: Jorge Baptista, Amadeu, Huguinho, Lio, Jô, Dally e Paulo Roberto).

Treinador: Filó.

V. Guimarães B: Miguel Oliveira, Arrondel, Lima Pereira, Denis, Luís Rocha, João Pedro, Bruno Alves, Cláudio, Nassim (Joseph, 86), Knezevic (Rómulo, 61) e Areias.

Suplentes: Miguel Silva, Isaac, Helinho, Gilberto, Telmo Castanheira, Joseph e Rómulo).

Treinador: Armando Evangelista.

Árbitro: Jorge Tavares (Aveiro).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Bruno Alves (35), Nassim (35), Robson (45+1), Djim (48), Fausto Lourenço (70), Tiago Mesquita (74), Luís Pedro (76) e Rómulo (90+4).

Assistência: Cerca de 800 espetadores.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Farense-Freamunde, 2-1: Algarvios travam visitantes

O Farense, em inferioridade numérica desde o minuto 42, venceu este domingo o Freamunde por 2-1, conseguindo o triunfo na segunda parte do jogo da 36.ª jornada da 2.ª Liga.

Irobiso abriu o marcador para a equipa da casa, logo aos cinco minutos e, ainda na primeira parte, Bruno Gonzalez recebeu ordem de expulsão, mas os algarvios, que viram Djim igualar aos 50, acabaram por festejar o triunfo graças a um tento de Neca, quatro minutos depois.

O Farense, que regressou às vitórias quatro jornadas depois, aguentou a pressão até ao fim e prolongou a crise do adversário, que se mantém na luta pela subida mas somou o sexto jogo consecutivo sem triunfar.

A equipa da casa abriu o marcador logo na primeira oportunidade, aos cinco minutos, por Irobiso, abrindo caminho para uma primeira parte bastante repartida, com o Freamunde a assumir mais ascendente e o Farense a apostar no contra-ataque.

O cenário resultou na divisão das melhores oportunidades: aos 37 minutos, Pedrinho cabeceou ao segundo poste e São Bento salvou em cima da linha, com os forasteiros a protestarem que a bola já estaria dentro, e, três minutos depois, Harramiz obrigou Marco a duas excelentes defesas.

O Farense ficou reduzido a dez jogadores aos 42 minutos, com a expulsão de Bruno Gonzalez, que viu dois amarelos em três minutos, e cedeu a igualdade já no início da segunda metade, por Djim (50'), que tinha sido aposta do técnico do Freamunde ao intervalo.

O empate durou apenas quatro minutos: aos 54', Neca aproveitou um passe longo de Califo e a saída extemporânea do guardião Marco, ganhando a discussão a dois defesas para rematar de primeira, num golo de belo efeito.

O Farense recuou as suas linhas e aguentou a vantagem até ao apito final, perante um Freamunde pressionante que justificou o empate, do qual esteve muito perto aos 73 minutos, num lance de perigo evitado por São Bento com a ajuda da barra.

Jogo no Estádio de São Luís, em Faro.

Farense - Freamunde, 2-1.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Irobiso, 5 minutos.

1-1, Djim, 50'.

2-1, Neca, 54'.

Equipas:

- Farense: São Bento, Hugo Ventosa, Diogo Silva, Lameirão, Califo, Rui Duarte, Neca (Kiki Ballack, 90'+3), Harramiz, Bruno Gonzalez, Irobiso (Bruno Carvalho, 77') e Yang Tan (Edinho Júnior, 60').

Suplentes: Ricardo, Mailó, Kiki Ballack, Alan Khabalov, Edinho Júnior e Bruno Carvalho.

Treinador: Abel Xavier.

- Freamunde: Marco, Mesquita, Rocha, Amadeu (Dally, 71'), Rainho, Robson, Pedrinho (Jô, 62'), Lio, Fausto, Paulo Roberto e Ansumane (Djim, 46').

Suplentes: Jorge Baptista, Barbosa, Jô, Huguinho, Artur Jorge, Dally e Djim.

Treinador: Filipe Rocha.

Árbitro: Bruno Esteves (Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Califo (11'), Paulo Roberto (28'), Bruno Gonzalez (39' e 42'), Mesquita (63'), Hugo Ventosa (66'), Irobiso (68'), Djim (69'), Neca (72') e Rocha (82'). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Bruno Gonzalez (42').

Assistência: Cerca de 800 espectadores.

@Record

II Liga: 36ª jornada

36.ª JORNADA

domingo

U. Madeira-Trofense, 1-0 
(Mendy 51')
Portimonense-Olhanense, 1-1 
(Ricardo Pessoa 68', g.p.; Diakhité 79')
Santa Clara-Sp. Braga B, 0-0 
Sp. Covilhã-Marítimo B, 2-1
(Diogo Coelho 7' e 45'; Eber Bessa 76')
Farense-Freamunde, 2-1
(Irobiso 5' e Neca 54'; Djim 50')
FC Porto B-Chaves, 2-2 
(Rafa 5' e Anderson 87'; Siaka Bamba 48' e Luís Barry 58')
Feirense-Ac. Viseu, 3-0 
(Luiz Phellype 15' e 82' e Tonel 53')
Oriental-Tondela, 1-1 
(Hugo Grilo 75'; Nuno Santos 61')
V. Guimarães B-Aves, 1-0 
(Vigário 61')
Leixões-Oliveirense, 4-1
(Tiago de Leonço 58', Mendes 61', Enoh 86' e Novais 90'+4; Yero 64' g.p.)
Beira-Mar-Benfica B,  1-2
(Edivânio 36'; Vítor Andrade 51', Nuno Santos 59' g. p.)
Sporting B-Atlético, 2-0
(Ponde 34' g.p. 67')

quinta-feira, 19 de março de 2015

Freamunde-FC Porto B, 0-2: Dragões atrasam capões

O Freamunde desperdiçou hoje uma nova oportunidade de pressionar os primeiros classificados da II Liga de futebol, ao perder na receção ao FC Porto B, por 2-0, em encontro da 35.ª jornada.
Fréderic inaugurou o marcador, aos 33 minutos, e André Silva, já na segunda parte, aos 72, fechou a contagem e confirmou o triunfo dos ‘azuis e brancos’, pelo mesmo resultado do jogo da primeira volta, atrasando os freamundenses na corrida pela subida de divisão.
Com esta derrota, a oitava dos locais no campeonato, o Freamunde perdeu a hipótese de passar provisoriamente para a frente da classificação. Desceu a quarto – ultrapassado pelo Benfica B – com 57 pontos, atrás do Chaves (recebe o Farense, a 29), que tem 60 pontos, e do Tondela (recebe o Santa Clara, a 29), que tem 59.
O Benfica B e o Sporting B apanham na tabela o Freamunde, com 57 pontos, sendo que as ‘águias’ ficam com o terceiro lugar por melhor diferença entre golos marcados e sofridos (18 contra 13 do Freamunde e quatro dos ‘leões’).
Previous Image
Next Image
Fotos: Pedro Costa
No jogo desta tarde os pupilos de Luís Castro foram mais rápidos sobre a bola, tiveram capacidade de pressionar alto o adversário e funcionaram como um bloco, face a uma equipa algo previsível, lenta de processos e que não vence desde a 30.ª jornada (1-0 no terreno do Leixões).
A segunda parte foi diferente e mostrou um Freamunde mais ambicioso e rápido, chegando a encostar o Porto B à sua grande área.
Raínho, que substituiu ao intervalo Huguinho, deu clarividência nas saídas para o ataque e por três vezes o Freamunde esteve perto do empate, por Luís Pedro, Tiago Mesquita e Barbosa.
A pressão dos locais acentuou-se com o recuo de Pedrinho para a posição de Barbosa, na zona central do terreno, substituído por Jorginho, que, numa intervenção infeliz, aos 72 minutos, perdeu infantilmente a bola a meio campo, possibilitando um contra-ataque que André Silva, facilmente, aproveitou para aumentar a diferença.
O golo funcionou como um ‘murro no estômago’ dos locais e as dificuldades acentuaram-se três minutos depois, com a expulsão de Luís Pedro, por acumulação de cartões amarelos.
O campeonato regressa a 27, para o reinício da 35.ª jornada, disputando-se nesse Sporting de Braga B – União da Madeira, com os insulares, sétimos da tabela, com 53 pontos, ainda motivados na corrida à subida de divisão.

Jogo no estádio do SC Freamunde, em Freamunde.
Freamunde – FC Porto B, 0-2.
Equipas:
– Freamunde: Marco Rocha, Tiago Mesquita, Rocha, Luís Pedro, Huguinho (Rui Raínho, 46), Pedrinho, Barbosa (Jorginho, 64), Robson, Leandrinho, Djim (Dally, 74) e Ansumane.
(Suplentes: Jorge Baptista, Amadeu, Rui Raínho, Lio, Jorginho, Dally e Paulo Roberto).
Treinador: Filó.
- FC Porto B: Kadu, David Bruno, Lichnovsky (Diego Carlos, 81), José António, Rafa, Tomás Podstawski, Francisco Ramos, Leandro Silva (João Graça, 89), Fréderic, André Silva e Pité (Roniel, 71).
(Suplentes: Caio, Diogo Verdasca, Diego Carlos, João Graça, Roniel e Anderson Dim).
Treinador: Luís Castro.
Árbitro: Rui Rodrigues (Lisboa).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Luís Pedro (14 e 75), José António (45+1), Pité (51), Rocha (52), Dally (78). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Luís Pedro (75).
Assistência: Cerca de 1.300 espetadores.

segunda-feira, 16 de março de 2015

SC Freamunde solidário: Recolha de sangue

Resumo Oriental 0-0 Freamunde


Oriental-Freamunde, 0-0 EQUIPA ORIENTADA POR FILÓ DOMINOU ENCONTRO


Oriental e Freamunde empataram este domingo 0-0, em Lisboa, em jogo da 34.ª jornada da 2.ª Liga, com os forasteiros a perderem a oportunidade de se colarem ao Chaves na liderança do campeonato.

O Freamunde dominou praticamente todo o encontro, beneficiando sempre das melhores ocasiões para fazer o golo da vitória, mas a formação de Filó mostrou desacerto na hora de finalizar, perante um Oriental que na segunda parte se remeteu à sua grande área procurando o empate.

Com a igualdade, o Oriental mantem-se no 14.º lugar, somando 45 pontos, enquanto o Freamunde tem 57 e falha a possibilidade de alcançar o Chaves na primeira posição, podendo perder o 2.º posto para o Tondela, que joga hoje na Madeira frente ao União.

A jogar em casa, o Oriental entrou melhor, com mais intensidade e dinamismo, mas sem chegar com perigo à baliza do Freamunde, que só apareceu no jogo depois dos 20 minutos, assumindo a partida até ao intervalo, sempre com o belga Djim em destaque.

O avançado emprestado pelo FC Porto teve três ocasiões para inaugurar o marcador. Aos 21 minutos, na sequência de um canto, surgiu solto na pequena área e cabeceou ao lado, aos 26 não aproveitou uma falha do defesa Hugo Grilo, que o colocou isolado dentro da área, atirando ao lado, e aos 36 desperdiçou novamente de cabeça, após cruzamento de Pedrinho.

O Oriental lutou muito, sempre com muita disponibilidade por parte dos jogadores, mas o desacerto de Henrique Gomes e Roncatto nas laterais não permitiu que a bola chegasse em condições ao avançado Mauro Bastos, que muita das vezes se via obrigado a sair da sua posição para tentar captar a bola.

A formação de João Barbosa só por uma vez incomodou Marco, num remate de meia distância de Bruno Aguiar que passou perto do poste, aos 43.

Na etapa complementar, o Freamunde voltou a entrar melhor, com mais vontade de desfazer o nulo, e Ansumane dispôs de uma boa oportunidade para marcar, aos 61 minutos, com o guineense a fazer todo o corredor direito e a atirar forte para uma defesa de recurso de Janota.

Até final, o Freamunde continuou a controlar o encontro remetendo a formação orientalista ao seu meio campo, e tentou chegar ao golo de todas as formas, mas nunca conseguiu bater Ricardo Janota.

Jogo no Campo Eng.º Carlos Salema, em Lisboa.

Oriental: Ricardo Janota, Tiago Rosa, Yago (André Almeida, 55), Hugo Grilo, João Pedro, Seidi (Miguel Paixão, 81), Bruno Aguiar, Tom, Henrique (Pedro Alves, 63), Mauro Bastos e Roncatto.
Suplentes: Mota, Pedro Alves, Valdo, Ballack, Leonel, André Almeida e Miguel Paixão.
Treinador: João Barbosa.

Freamunde: Marco, Mesquita, Rocha, Luís Pedro, Huguinho, Lio, Barbosa, Pedrinho (Raínho, 88), Ansumane, Djim (Dally, 80), e Leandro (Jô, 81).
Suplentes: Jorge Baptista, Rainho, Jo, Amadeu, Paulo Roberto, Braima Candé e Dally.
Treinador: Filó.

Árbitro: Marco Ferreira (Madeira).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Seidi (37) Lio (59), Mesquita (77).

Assistência: cerca de 350 espetadores.

LUSA