patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Regresso ao trabalho após quarentena

PARAGEM DE UMA SEMANA POR CAUSA DA GRIPE A

O Tamiflu resolve


A equipa do Freamunde, ainda sem Marco Tiago, Junior Maranhão e Gustavo, regressou hoje aos treinos, após uma semana de paragem devido ao caso positivo de Gripe A (H1N1) do avançado Cascavel.
O médico do clube da Liga de Honra, Mendes Conceição, disse à Agência Lusa que Cascavel teve hoje alta do Hospital de Guimarães, onde esteve internado durante seis dias, com autorização para regressar já ao trabalho.
"Ele (Cascavel) deixou hoje o hospital com a indicação para começar já a trabalhar, mas só o deverá fazer lá para quinta-feira, e de forma individual", sustentou.
Mendes Conceição disse ainda que a ausência no treino de hoje dos brasileiros Marco Tiago, Junior Maranhão e Gustavo, atletas que "apresentaram quadros febris baixos na terça e quarta-feira, não teve a ver com motivos clínicos" e garantiu a sua integração já na terça-feira.
O capitão do Freamunde, Bock, explicou à Lusa que a "situação nova" que resultou do caso positivo de Gripe A (H1N1) foi "mais complicada pelo alarido mediático" que teve, apesar de os "cuidados redobrados" que tomou por causa dos filhos.
"Preocupei-me mais até quinta-feira, o período mais crítico para um eventual contágio, procurando não passar muito tempo com a filha mais pequena, de apenas cinco meses. Passei muito tempo em casa e, felizmente, não tive sintomas", disse Bock, garantindo que "os cuidados com o vírus foram sempre levados a sério, mesmo antes deste caso".
O guarda-redes Tó Figueira observou que "o caso veio fortalecer mais o grupo", prometendo "trabalhar para dedicar a vitória a Cascavel".
"Foi ele, mas podia ter sido um de nós e, por isso, temos de estar solidários com o Cascavel. Estivemos em repouso, em casa, e esse foi o facto diferente, mas também não havia campeonato. Acredito que iremos recuperar bem os níveis físicos", sustentou Tó Figueira.
O Freamunde regressou hoje aos treinos, após a "quarentena domiciliária" decretada na sequência do resultado positivo ao vírus da Gripe A (H1N1) de Cascavel, confirmado na passada terça-feira.


IN "Record"

Nenhum comentário: