patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

sábado, 23 de outubro de 2010

Oliveirense 1-1 SC Freamunde




Oliveirense: Bruno Vale, Bruno Sousa, Laranjeira, Banjai, Chico Silva, Bru, Magano, Ricardo Sousa (Zé Pedro, 59), Nuno Lopes (Yero, 79), Pimenta (Carlitos, 54) e Clemente.

Freamunde: Tó Figueira, Raviola, Hélder Sousa, Sérgio Nunes (Luis Pedro, 84), Serginho (Marco Matias, 45), Tarcisio, Pedro Henrique, Junior Maranhão, Luciano (João Rodrigues, 65) , Bock, Luis Carlos.

Árbitro: Bruno Esteves

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Serginho (17); Bock (51); Hélder Sousa (53); Tarcisio (57); Bru (60); Marco Matias (68); João Rodrigues (83); Chico Silva (85); Luciano (90+3).

Assistência: Cerca 400 de espetadores.


QUEBRADO O ENGUIÇO DOS GOLOS

O Freamunde apresentou-se em Oliveira de Azeméis com duas novidades, desde logo a estreia oficial de Serginho, defesa esquerdo, e consequentemente a passagem de Luciano para a extrema esquerda do ataque freamundense, fora isso o «onze» foi o esperado.
Os primeiros 10 minutos foram equilibrados, contudo à passagem do 11` a Oliveirense através da marcação de um canto, chegou à vantagem no marcador. Diga-se de passagem que a equipa de Pedro Miguel faz da marcação de cantos a sua arma mais perigosa em termos atacantes. até final da 1ª parte o jogo continuou muito equilibrado, mas pertenceu ao Freamunde a melhor situação de golo dos primeiros 45 minutos, Pedro Henrique junto à baliza adversária, de cabeça não conseguiu direccionar da melhor forma o esférico.
Na 2ª parte o jogo desenrolou-se na maior parte do tempo no meio campo da equipa da casa, o Freamunde com maior posse de bola tentou sempre empurrar o seu adversário para trás, para chegar com a bola junto da baliza de Bruno Vale, mas nem sempre o fez da melhor forma, alguns cruzamentos para a área sem qualquer tipo de sequência. As melhores oportunidades foram 2 remates de fora da área a que o guarda redes da casa se opôs: 1º por Marco Matias e depois por João Rodrigues, ambos entrados durante a 2ª parte do jogo. Nos minutos finais o Freamunde fez um «forcing» maior para tentar pelo menos levar um ponto para casa e foi premiado através de um golo de Bock já no decorrer do período de descontos.
Resultado correcto num jogo em que o Freamunde apesar de não ter feito um jogo de «encher o olho», fez o suficiente para empatar ou até quem sabe algo mais. Teria sido uma tremenda injustiça não o ter conseguido.

2 comentários:

Anônimo disse...

vamos dar a volta a esta situaçao menos boa... todos temos de acreditar e apoiar a equipa... bom resultado obtido num campo muito dificil... FORÇA FRE FRE

Anônimo disse...

Fui ver o jogo a Oliveira de Azeméis e gostei do que vi. Pena as oportunidades desperdiçadas. podiamos ter ganho.