patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

sábado, 27 de novembro de 2010

Pescar em Freamunde

Jogar pelo seguro é uma das premissas que o Guimarães cumprirá à risca na reabertura do mercado de transferências, em Janeiro. A esperança de vida da equipa será prolongada com a entrada de sangue novo, e Manuel Machado dá preferência a jogadores com alguma experiência no futebol português, encurtando ao máximo a margem de erro, e encara com seriedade os nomes de Júnior Maranhão e Pedro Henriques, ambos pertencentes aos quadros do Freamunde, da Liga Orangina. O médio-ofensivo, de 24 anos, e o avançado, de 19, despertaram a curiosidade do treinador em jogos particulares e desde então têm sido frequentemente observados pelo departamento de scouting, liderado nesta altura pelo antigo jogador vitoriano Adão.


A má notícia para o Guimarães é que há mais clubes atentos às qualidades dos dois brasileiros. Em declarações prestadas à Rádio Renascença, Júnior Maranhão fez o ponto da situação. "Tenho a esperança de dar o salto para a I Liga e trabalho para isso. Espero que aconteça em Janeiro ou no fim da época. Creio que tenho sido observado por vários clubes, e qualquer um serve, desde que seja um bom projecto", testemunhou. Bem vistas as coisas, a lei da concorrência não terá aplicação absoluta nestes casos, dadas as boas relações entre Guimarães e Freamunde que logo no começo da época se traduziram nos empréstimos do central Vítor Bastos, do médio uruguaio Santiago Ostolaza e dos avançados Marco Matias e Marcelo aos capões. Ou seja, por uma questão de gratidão institucional os minhotos têm algum direito de preferência sobre Júnior Maranhão e Pedro Henrique.

Nicolau Vaqueiro, treinador do Freamunde, não poupa em elogios a Júnior Maranhão. "É um jogador completo: excelente técnica, grande capacidade física e inteligência. Tem todos os predicados para jogar ao mais alto nível", salientou, confirmando que a juventude de Pedro Henriques o obriga a "mais tempo" para atingir o mesmo patamar.

Júnior Maranhão
Freamunde
Um 10 de pé esquerdo
Tão depressa finta e assiste como fulmina a baliza adversária de pé esquerdo. É um puro 10, mas também pode actuar junto à linha

Pedro Henrique
Freamunde
Alto, esguio e rápido
Do alto dos seus 1,88 metros, este avançado é o cabo dos trabalhos quando mete velocidade. Tem como maior pecado a precipitação

in O Jogo

Nenhum comentário: