patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

sexta-feira, 18 de março de 2011

Bock: «Jogo com Penafiel é decisivo»

Capitão é o melhor goleador da Liga orangina
 
 
O avançado Bock, capitão do Freamunde e melhor goleador da Liga Orangina, considerou esta quinta-feira o encontro com o Penafiel, da 22.ª jornada, como "decisivo" para o futuro das duas equipas na prova.

"O jogo de domingo será decisivo para Freamunde e Penafiel: a vitória assegura-nos praticamente a permanência e deixará o Penafiel, que ainda luta mais arduamente por esse objetivo, numa situação muito pouco confortável", disse o jogador à agência Lusa.

Bock revelou ainda o desejo de "tentar aproveitar a ansiedade e o momento menos bom que o Penafiel atravessa", apesar de reconhecer que o adversário tem "muito valor", uma ideia cimentada na contestada derrota sofrida pelo Freamunde na última jornada (2-1).

Bock é claro: "A derrota com o Moreirense, da maneira que aconteceu, ainda nos deu mais força. Quebrou o ciclo de 13 jogos sem perder e a ambição de chegarmos lá em cima. Fazíamos 30 pontos, ficávamos a cinco da subida, e aí dizia que íamos lutar até ao fim por um lugar entre as equipas que sobem".

O experiente futebolista, de 35 anos, é uma das figuras da Liga Orangina, liderando com 12 tentos a lista de melhores marcadores da prova, mas garantiu que não vive "obcecado" com esse título.

Bock explicou que gostava de "manter o registo goleador", o que "seria sinal de que se trabalha bem", mas deu preferência à prestação coletiva do Freamunde, "uma equipa que está muito bem e tem valores individuais muito bons".

O avançado, que diz ter ultrapassado em Moreira de Cónegos a barreira dos 900 golos em toda a carreira, persegue os 20 golos conseguidos no Vizela, na época 2005/2006, o seu melhor registo na Liga de Honra, que lhe valeram na altura o título partilhado de goleador da prova, juntamente com Nuno Sousa, à época jogador do Gondomar.

À Lusa, Bock admitiu ainda vontade de continuar a jogar, acreditando ter condições para o fazer "mais uma ou duas épocas", mas preferiu jogar à defesa, lembrando que "uma lesão pode precipitar o fim".

@record

Nenhum comentário: