patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

domingo, 20 de março de 2011

Freamunde 1-4 Penafiel

O Penafiel deu este sábado um passo importante na luta pela permanência na Liga de Honra, ao vencer fora o Freamunde por 4-1, com dois golos de Cascavel, num jogo a contar para a 22.ª jornada.
A equipa de Francisco Chaló, que está próxima dos lugares de descida, entrou no jogo de forma determinada, com Cascavel, ex-jogador do Freamunde, a resolver o jogo ainda no primeiro tempo com dois golos.
O avançado inaugurou o marcador aos 25 minutos, na conversão de uma grande penalidade, após uma falta provocada pelo guarda-redes Tó Figueira, "bisou" aos 35 e ainda esteve na origem do 3-0, marcado por Wesllem aos 44 minutos, embora tenha ficado a ideia de que estaria em fora-de-jogo.
O Freamunde não conseguia ter a bola, e o melhor que conseguiu na primeira parte foi um remate na àrea, mas mal direccionado, por João Rodrigues, aos nove minutos.
O técnico local, Nicolau Vaqueiro, tentou inverter o rumo dos acontecimentos ainda no primeiro tempo com a entrada do avançado Lucas para o lugar do médio Alonso, e reiniciou o segundo tempo com uma defesa de três elementos.
A equipa foi mais dominadora, tendo conseguido sete pontapés de canto, mas o golo que podia fazer a equipa renascer no jogo surgiu apenas aos 84 minutos, num cabeceamento de Larry, em plena área, mas pouco efeito teve pois seis minutos depois, Michel sentenciou o jogo, fazendo o 4-1 final.
Com este resultado, o Freamunde que ainda está numa posição incómoda na tabela, mantém 27 pontos, mais dois do que o Penafiel, no primeiro trunfo de Francisco Chaló como treinador da formação "rubro-negra".


Jogo no Complexo Desportivo do Freamunde.
Freamunde - Penafiel, 1-4.
Ao intervalo: 0-3.
Marcadores: 0-1, Cascavel, 25 minutos (grande penalidade). 0-2, Cascavel, 35. 0-3, Wesllem, 44. 1-3, Larry, 84. 1-4, Michel, 90.

Equipas:
Freamunde: Tó Figueira, Raviola, Vítor Bastos (Larry, 62), Sérgio Nunes, Serginho (Hélder Sousa, 46), Brandão, Alonso (Lucas, 42), Luiz Carlos, Marco Matias, João Rodrigues e Bock.
(Suplentes: Douglas, Hélder Sousa, Luís Pedro, Paulo Monteiro, Larry e Lucas).

Penafiel: Márcio Ramos, Dias, Vagner, Ginho, Elízio, Hugo Soares, Ferreira (Rafa, 50), Vítor, Coronas, Wesllem (Kanu, 71) e Cascavel (Michel, 59).
(Suplentes: Riça, Zamorano, Costa, Rafa, Diogo Rosado, Kanu e Michel).

Árbitro: Vasco Santos (Porto).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ginho (07), Serginho (17), Tó Figueira (24), Coronas (32), Ferreira, (41), Vítor (53), Brandão (61), Wesllem (68), Elízio (69), Larry (72) e Marco Matias (89). Cartão vermelho direto para Hélder Sousa (90+4).
Assistência: 1240 espetadores.

@Record

5 comentários:

Anônimo disse...

um dia mau.acontece.nao se deve esquecer para nao ser repetido no futuro.viva o SCF.JR.

Anônimo disse...

Há dias assim.

Força Freamunde

Ricky Bessa disse...

foi mau, a atitude da primeira parte não se pode voltar a repetir, mas não se deve esquecer o trabalho feito até aqui, e com a atitude dos ultimos jogos.. vamos ficar na segunda liga sem problemas..

Anônimo disse...

Parabens ao comentario do J.R.
Assim se analisa e motiva um grupo de trabalho.
Vamos em frente.

Anônimo disse...

Alguma coisa boa há-se extrair-se deste jogo. Aprende-se com os erros e atitudes destas não se irão voltar a repetir. Os jogadores levaram uma lição. E sem esquecer que o Hélder Sousa pelo menos um jogo não irá jogar. Isto não é jogador.