patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

segunda-feira, 14 de março de 2011

Moreirense 2-1 Freamunde

Jogo marcado por lances polémicos
O Moreirense venceu (2-1) e igualou este domingo os 27 pontos do Freamunde, que seguia com 13 jogos consecutivos sem perder, num encontro, da 21.ª jornada da Liga Orangina, marcado por lances polémicos.
Renato Santos colocou os vimaranenses em vantagem, aos 26 minutos, e, depois, o inevitável Bock igualou, aos 44, e o gabonês Antchouet decidiu, aos 79, ambos de penálti, sendo que nos descontos ficou por assinalar um outro castigo máximo para os forasteiros, que podia ter valido o empate.
A equipa orientada por Jorge Casquilha entrou melhor na partida, apesar de os primeiros 15 minutos terem sido pautados por alguma apatia de parte a parte. O Freamunde só reagiu com convicção depois de estar em desvantagem.
O primeiro remate à baliza pertenceu aos locais, por Renato Santos, aos 19 minutos. No minuto seguinte, Pintassilgo também tentou a sorte e, aos 22’, Castro, de livre, atirou forte para o guarda-redes visitante encaixar.
Adivinhava-se o golo do Moreirense, que apareceu aos 26 minutos, quando Renato Santos rematou de forma certeira e colocada, pela direita, sem dar hipóteses a Tó Figueira.
João Rodrigues, com tentativas aos 30 e 40 minutos, e Bock, aos 38 e 40, mostraram-se inconformados com a desvantagem, mas o empate surgiu envolto em polémica.
O árbitro da partida, Diogo Santos, considerou que Pinto defendeu com a mão na pequena área e assinalou grande penalidade, perante os protestos efusivos dos minhotos. Bock não errou o alvo e, aos 44 minutos, repôs a igualdade.
A etapa complementar começou com outra polémica: Pinto chegou a introduzir a bola na baliza do conjunto de Nicolau Vaqueiro, após livre marcado por Castro, que foi ainda ao poste, mas o juiz considerou fora-de-jogo (59 minutos).
Na resposta, aos 63 minutos, Maciel esteve perto do segundo para os forasteiros, mas a bola acabou por sair por cima da baliza de Roberto Tigrão.
Aos 78 minutos, novo lance duvidoso. O árbitro considerou que Maciel fez falta sobre Castro e assinalou uma grande penalidade, que Antchouet converteu com sucesso, aos 79.
Mesmo no cair do pano, Bobô desperdiçou uma oportunidade soberana de ampliar e arrumar a partida, mas, isolado frente ao guardião do Freamunde, rematou ao lado (90 minutos).
Do outro lado do campo, Bock (92 minutos) ficou a reclamar grande penalidade, por alegada falta de Zé Alberto, mas o árbitro aveirense não assinalou, fazendo, depois, "vista grossa" a uma defesa com a mão de Pinto, a remate de Marco Matias, aos 94 minutos, no último lance do jogo.

Jogo no Parque Desportivo Comendador Joaquim Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos

Moreirense - Freamunde, 2-1
Marcadores: 1-0, Renato Santos, 26 minutos; 1-1, Bock, 44 (grande penalidade); 2-1, Antchouet, 79 (grande penalidade)

Moreirense: Roberto Tigrão, Zé Alberto, Pica, Pinto, Luís Tinoco, Pintassilgo, Castro, Castanheira (Bobô, 61), Antchouet, Renato Santos (Dionattan, 82) e Luís Pinto (Lico, 71)

Freamunde: Tó Figueira, Tarcisio (Alonso, 78), Vítor Bastos, Luís Pedro, Serginho, Luíz Carlos, Brandão (Hélder Sousa, 71), Raviola, Marco Matias, João (Maciel, 56) e Bock

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Pinto (43), Marco Matias (46), Castro (60), Maciel (78) e Luís Tinoco (89)
Assistência: Cerca de 1500 espectadores

@Record

7 comentários:

Anônimo disse...

ca se fasem ca se pagam,tarde mas pagam-se nao e'

Anônimo disse...

Estas a referir-te a quê anormal?

Anônimo disse...

eles sabem que eu sei o que eles sabem

Anônimo disse...

pregunta ao rui neto

Anônimo disse...

és muito anormal! falas por meias palavras ninguem te entende palhaço

Anônimo disse...

vai inssultar os teus

Anônimo disse...

tas cum medo