patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Freamunde-Portimonense, 2-2: Insatisfação de Bock vale empate

três golos nos 15 minutos iniciais

Um golo de Bock nos descontos garantiu hoje um empate entre Freamunde e Portimonense (2-2), num jogo da 12.ª jornada da Liga de Honra de futebol marcado por três golos nos 15 minutos iniciais.
Em Freamunde, ainda havia adeptos a sentarem-se na bancada, quando, com o Portimonense preso no ataque, Tó Figueira encontrou uma oportunidade de contra-ataque nos pés de Horácio, que se deslocou em velocidade e, na cara de Ivo, não vacilou, chutando a bola com força para o fundo da baliza dos visitantes.
A equipa de Carlos Mozer não se deixou atordoar com a desvantagem precoce e, na resposta, Semedo cruzou para Sérgio Organista que, ao segundo poste, fez o 1-1 ainda antes dos dez minutos.
Mas o Portimonense tinha reservada mais uma surpresa: aos 13 minutos, a reviravolta ficaria completa, quando, depois de uma primeira defesa de Tó Figueira e de muita confusão na área, Simi, na recarga, encontrou o caminho para o segundo dos algarvios.
Nicolau Vaqueiro, obrigado a uma verdadeira revolução no meio campo devido à ausência de Bruno Magalhães, sentiu necessidade de mexer na equipa e fez saltar do banco Luciano para o lugar do "amarelado" João Amorim, uma troca que lhe valeu um coro de assobios.
Depois de um início agitado, a partida decaiu de interesse, num jogo frio que se prolongou para lá da passagem pelos balneários e que só "animou" com a expulsão de Ben Traoré que, no espaço de dois minutos, viu dois amarelos que deixaram o Portimonense reduzido a dez jogadores.
Com o jogo concentrado no meio campo, as equipas perderam-se em faltas, com o inconformado Bock a ser o único a tentar a sua sorte, de longe, com um remate que saiu muito por cima da baliza defendida por Ivo, aos 70 minutos.
O capitão da equipa da casa teve a hipótese de igualar o marcador, surgindo isolado entre os defesas do Portimonense, a seis minutos do final, mas atrapalhou-se e chutou ao lado. Bock ainda voltou a tentar, mesmo antes do final do tempo regulamentar, mas Ivo negou-lhe o golo.
Aparentemente de cabeça perdida, os homens da casa subiram todos à área dos visitantes, Tó Figueira incluído, e Marco Matias, na emenda de um canto, obrigou Ivo à melhor defesa da tarde. Mas a resistência do Portimonense acabou devido á insistência de Bock, que já no período de compensação garantiu o empate.
Jogo no Estádio do Sport Clube Freamunde, em Freamunde.
Freamunde - Portimonense, 2-2.
Ao intervalo: 1-2.
Marcadores:
1-0, Horácio, 4 minutos
1-1, Sérgio Organista, 7
1-2, Simi, 13.
2-2, Bock, 90+4.
Freamunde: Tó Figueira, João Amorim (Luciano, 29), Luís Pedro, Sérgio Nunes (Machado, 68), Serginho, Brandão, Tarcísio, Babo (Pedro Moita, 59), Bock, Horácio e Marco Matias.
(Suplentes: Assis, Hélder Sousa, Nana K, Pedro Moita, Machado, Luciano e Pedrinho).
- Portimonense: Ivo, Ricardo Pessoa, Eliezio, Ruben Fernandes, Ricardo Nunes, Ben Traoré, Sérgio Organista (Vítor, 87), Semedo, Fabrício (Jonas, 46), Rafa (Felipe Miranda, 67) e Simi.
(Suplentes: Carlos Henriques, Hammes, Jonas, Felipe Miranda, Wakaso, Vítor e Zambujo).
Árbitro: Rui Patrício (Aveiro).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Amorim (17), Eliezio (32), Ben Traoré (53 e 55), Jonas (62), Luciano (65) e Semedo (77). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Bem Traoré (55).
Assistência: Cerca de 500 espectadores.

Um comentário:

Anônimo disse...

Se Segura FreFre, se não cai..