patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Babo fez a sua estreia como internacional português

Babo estreou-se ontem como internacional português no jogo frente ao Japão. O jovem freamundense entrou já perto do final da partida não evitando a derrota por 3-1.

Nipónicos viram marcador
A Selecção Nacional Sub-20 estreou-se esta quinta-feira na 2012 SBS Cup International Youth Soccer diante da formação nipónica que acolhe a competição.

Na partida que teve a duração de 80 minutos e decorreu em Fujeida, o conjunto luso dominou o primeiro tempo e dispôs de várias oportunidades para marcar, mas foi para o intervalo a vencer apenas pela margem mínima. Portugal adiantou-se no marcador graças ao tento de Kiko, aos 37 minutos, que foi assistido por Piqueti, mas no segundo tempo, o Japão deu a volta ao marcador.
Em apenas três minutos os nipónicos passaram de uma situação de desvantagem para vencedores. Masaya Matsumoto (60'), assistido por Yuya Kubo, apontou o golo do empate e três minutos volvidos (63') Shinya Yajima aproveitou da melhor forma a segunda assistência para golo de Yuya Kubo. O avançando japonês esteve novamente em plano de destaque ao apontar o terceiro tento dos nipónicos aos 69 minutos de jogo.
Nipónicos aproveitam cansaço lusoSob calor intenso, que levou as equipas a acordarem que os jogos teriam apenas 80 minutos e duas paragens a meio de cada uma das partes, os jogadores lusos sentiram dificuldades na última meia hora de jogo, momento em que o adversário aproveitou para dar a volta ao marcador, conforme explicou o Treinador Nacional, Edgar Borges no final da partida. “O Japão ganhou bem, sobretudo pelo que fez nos últimos 30 minutos de jogo, altura em que faltaram as forças aos nossos jogadores. Fomos superiores na primeira parte, altura em que marcamos um golo e poderíamos ter ampliado o resultado, mas não soubemos aproveitar. Também entrámos bem na segunda parte, mas sentimos dificuldades físicas à medida que o jogo foi avançando. Ainda dispusemos de duas oportunidades flagrantes para marcar, mas não fizemos e o Japão, muitíssimo bem, aproveitou-se da nossa inferioridade física para construir resultado justo, em função daquilo que fez, sobretudo, na última meia hora de jogo. Ainda tentámos virar o resultado, arriscando um pouco mais, mas não foi possível, pois o resultado já estava feito e o jogo a correr para o lado do nosso adversário. Temos que dar os parabéns ao Japão que esteve melhor fisicamente e está mais bem preparado neste momento”, analisou. “Enquanto os nossos jogadores tiveram forças, o nosso jogo foi óptimo, mas cometemos alguns erros defensivos, fundamentalmente devido à fadiga evidenciada pelos nossos jogadores. Ninguém ficou satisfeito com o resultado, mas há que pensar no próximo jogo”, defendeu.
Em declarações ao fpf,pt, Edgar Borges referiu que não espera um jogo fácil já na sexta-feira, diante da Coreia do Sul, e lembrou que todos conheciam os riscos de participar nesta competição neste momento da época. “Quando viemos participar neste torneio já sabíamos que iriamos ter dificuldades - que iríamos ter pouco tempo de recuperação entre os jogos, que iríamos encontrar um clima diferente e equipas num momento de preparação mais adiantado em relação à nossa. Este é um primeiro passo na preparação da equipa que vai estar presente no Campeonato do Mundo [de Sub-20 Turquia 2013]. Em função do momento em que se disputa o torneio, sabíamos que iriamos ter dificuldades. Os nossos adversários estão num outro momento da época, têm um outro traquejo competitivo e jogam em casa. O clima que encontrámos é totalmente diferente do nosso e temos mais dificuldades que os adversários, porque não estamos habituados. Os nossos jogadores desidrataram muito e na parte final sentiram muita cãimbras. Sabíamos que estas situações poderiam acontecer. Independentemente de todas as condicionantes, fizemos tudo para ganhar e temos que dar os parabéns ao adversário”, reiterou.
Próximo adversário de Portugal venceu 2-0A Equipa das Quinas volta a jogar na sexta-feira, pelas 10h20 (18h20 locais), no no Kusanagi Athletic Stadium, diante da Coreia do Sul que bateu esta quinta-feira a Selecção de Shizuoka, por 2-0.
Pauleta elogia atitudeO Director da Federação Portuguesa de Futebol, Pedro Pauleta, que acompanha a delegação lusa no Japão deixou elogios ao empenho dos jogadores. “A equipa efectuou um jogo dois dias depois de ter chegado ao Japão. A diferença horária é de 8 horas em relação a Portugal continental, pelo que não é fácil a adaptação, mas independentemente do pouco tempo de adaptação, do clima que encontraram e da fase mais adiantada de preparação, os nossos jogadores mostraram grande atitude tiveram”, sublinhou o ex-internacional luso e máximo goleador da Equipa das Quinas.
Ficha de Jogo2012 SBS Cup International Youth Soccer
City Stadium, em Fujeida (Japão)

Equipa de Arbitragem: Japão
Árbitro: Tetsuro Yoshida.
Árbitros Assistentes: Shinji Ochi e Yukimasa Anai.
Quarto Árbitro: Shinoni Nakamura.

JAPÃO 3-1 PORTUGAL (0-1, ao intervalo)

Japão: Masatoshi Kushibiki; Naoki Kawaguchi (Ken Matsubara, 77'), Wataru Endo (Cap.), Takuya Iwanami, Ryuga Suzuki (Kazuki Sato, 60'), Andrew Kumagai, Gakuto Notsuta, Ryuji Hirota (Shinya Yajima, 56'), Masaya Matsumoto (Naomichi Ueda, 80'+2'), Yuya Kubo e Daiki Watari (Kosuke Onose, 69').
Suplentes não utilizados: William Popp e Kento Hashimoto.
Treinador: Yasushi Yoshida.
Golos: Masaya Matsumoto (60'), Shinya Yajima  63') e Yuya Kubo (69').
Disciplina: Cartão amarelo a Andrew Kumagai.

Portugal: Rafael Veloso; Miguel Rodrigues, Frederico Venâncio, André Teixeira (Cap.) e Daniel Martins (Rui Areias, 78'); Ricardo Alves, Tó-Zé (Babo, 78') e Jota; Kiko (Ângelo Menezes, 73'), Cafu (Aladje, 65') e Piqueti (Vieirinha, 65').
Suplente não utilizado: Bruno Varela.
Treinador: Edgar Borges.
Golos: Kiko (37').
Disciplina: Cartão amarelo para Jota (40'+2') e Aladje (79').


www.fpf.pt

Nenhum comentário: