patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

domingo, 2 de setembro de 2012

Leixões 2-2 SC Freamunde

Primeiro ponto para os visitantes

O Freamunde pontuou este domingo pela primeira vez na Segunda Liga, ao empatar 2-2 em casa do Leixões, que, por seu lado, cedeu pela primeira vez pontos perante o seu público.

Num jogo muito disputado, o Freamunde beneficiou de duas grandes penalidades (32 e 55 minutos), convertidas por Lio, para chegar à igualdade.

O Leixões marcou cedo, logo no primeiro minuto, por Tiago Borges, que aproveitou uma desatenção da defesa contrária para rematar forte e cruzado.

O Freamunde recompôs-se e, aos poucos, conseguiu aproximar-se da área leixonense através de um futebol apoiado e paciente, ainda que pouco incisivo e sem causar grande perigo para a baliza de Rui Sacramento.

Mas, aos 34 minutos, num ataque conduzido pelo lado esquerdo, Pedró ultrapassou Nuno Silva e este derrubou-o, fazendo penálti, que o árbitro assinalou prontamente e Lio converteu, restabelecendo assim a igualdade.

O empate durou dois minutos, pois Pedras correspondeu bem a um cruzamento da esquerda, antecipou-se a um defensor contrário e, com o pé esquerdo, rematou forte, fazendo o 2-1.

A segunda parte foi dominada pelo Freamunde, com um futebol tricotado e venenoso, para o qual o Leixões não encontrou o antídoto adequado.

Durante largos minutos, a equipa visitante instalou-se no meio-campo contrário e foi procurando desequilibrar a defesa leixonense com trocas de bola sucessivas, até que, numa jogada envolvente, arrancou outro penalti, que Lio aproveitou para fazer o 2-2 final.

Tudo se complicou para a equipa treinada por Horácio Gonçalves quando, no espaço de quatro minutos, Moedas viu dois cartões amarelos e o vermelho, sendo expulso, deixando assim a sua equipa em inferioridade numérica.

Numa ação individual quase perfeita na grande área leixonenses, Bock falhou por pouco o terceiro golo para o Freamunde, atirando fraco e ao lado.

O Leixões procurou responder e, em dois remates de longe, de Gonçalo Graça (73) e Zé Pedro, andou também muito perto da vitória, mas a bola, nos dois casos, saiu ligeiramente ao lado da baliza de Tó Figueira, com este já batido.

Nos descontos, o Leixões reclamou um penálti por alegada mão de um defesa contrário, mas em vão.

Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos.

Leixões - Freamunde, 2-2.

Ao intervalo: 2-1.

Marcadores:

1-0, Tiago Borges, 01 minuto.

1-1, Lio, 32 (grande penalidade).

2-1, Pedras, 34.

2-2, Lio, 55 (grande penalidade).

- Leixões: Rui Sacramento, Steven, Nuno Silva, Zé Pedro, Sequeira, Moedas, Patrão, Luís Silva, Tiago Borges (Tsoumagkas, 62), Gonçalo Graça e Pedras (Mailo, 86).

(Suplentes: Matos, Nelson, Tsoumagkas, José Augusto, Mailo e Kaká).

Treinador: Horácio Gonçalves.

- Freamunde: Tó Figueira, Babo, Luís Pedro, Pinto, Tico, Brandão, José Alberto, Pedró, Lio (Barbosa, 75), Cristophe (Diogo, 54) e Bock (Joel, 82).

(Suplentes: Petiz, Nana K., Barbosa, Joel, Diogo, Laranjeiro e Batista).

Treinador: Nuno Sousa.

Árbitro: Artur Soares Dias (Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Christophe (22), Nuno Silva (31, Luís Pedro (43), Pinto (52), Zé Pedro (55), Diogo (59), Moedas (64 e 68), Brandão (85) e Patrão (90+3). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Moedas (68).

Assistência: Cerca de 1.200 espectadores.

Nenhum comentário: