patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Freamunde 2-2 Aves

Empate em jogo intenso
Quatro golos e muitas oportunidades
 
 Freamunde e Desportivo das Aves anularam-se esta quarta-feira (2-2), num jogo intenso da II Liga de futebol, com quatro golos e muitas oportunidades, mas o resultado não serviu os interesses de nenhuma das equipas.

No jogo da 24.ª jornada da prova, os locais foram os que estivaram mais perto da vitória, sobretudo no segundo tempo, tirando partido da vantagem numérica após expulsão de Vasco Rocha, aos 62 minutos, mas esbarraram sempre em Marafona, guarda-redes do Aves e um dos melhores em campo, com três grandes defesas.

A chuva e o vento forte não tiraram intensidade a um jogo que começou com o Freamunde a pressionar alto, tentando tirar proveito da maior mobilidade dos seus avançados, com o reforço Tony, no lugar de Bock, a juntar-se a Diogo e Christophe, servidos pelo também reforço Coelho, o melhor dos locais. Esta atitude esteve perto de sair premiada, aos dois minutos, mas o "chapéu" de Christophe foi negado por uma "enorme" defesa de Marafona.

Ainda sem vencer em 2013 e após duas derrotas consecutivas para o campeonato, a última das quais em casa diante do Arouca (3-0), um adversário direto, o Aves revelou eficácia, ao marcar no primeiro ataque, aos 17 minutos, por Lourenço, após centro de Rabiola.

O Freamunde reagiu bem e, cinco minutos depois, restabeleceu a igualdade por Christophe, de cabeça, após um lance de insistência de Coelho na esquerda, mas o Aves voltaria a adiantar-se no marcador, aos 26 minutos, por Vasco Rocha, aproveitando um ressalto na área do Freamunde.

A segunda parte foi ainda mais intensa e mostrou um Freamunde muito pressionante e mais rápido sobre a bola, aproveitando a entrada de Pedró para o meio-campo, obrigando o Aves a recuar as linhas e a apostar mais no contra-ataque. O inevitável Rabiola, aos 52 minutos, venceu Pinto em velocidade, ultrapassou Tó Figueira e, com a baliza desguarnecida, rematou por cima, desperdiçando uma oportunidade de resolver o jogo, já depois da ameaça do freamundense Tony, logo no reatamento.

A resposta do Freamunde chegou no minuto seguinte, num lance confuso na área do Aves que o árbitro considera faltoso, e, na cobrança da respetiva grande penalidade, Pedró restabeleceu a igualdade. Os locais intensificaram a pressão e, com mais um elemento em campo, após expulsão de Vasco Rocha, aos 62 minutos, criaram várias situações de golo, contra apenas um lance de Lourenço, mas em todas Marafona levou a melhor.

Este empate deixou o Freamunde no último lugar, por troca com o Trofense, ambos com 19 pontos, enquanto o Aves manteve o quarto lugar, com 39, mas não conseguiu capitalizar o empate do Arouca (terceiro, com 42) diante do Penafiel (0-0).

Jogo no Estádio do Sport Clube de Freamunde.

Freamunde - Desportivo das Aves, 2-2.

Marcadores: 0-1, Lourenço, 12 minutos. 1-1, Christophe, 16. 1-2, Vasco Rocha, 26. 2-2, Pedró, 53 (grande penalidade).

- Freamunde: Tó Figueira, Laranjeiro, Luís Pedro, Pinto, Lio, Zé Alberto, Babo (Pedró, 46), Coelho, Diogo, Christophe e Tony (Joel, 82).

Suplentes: Peter Rusina, Tico, Baptista, Nana K, Pedró, Joel e Bock.

Treinador: João Eusébio.

- Desportivo das Aves: Marafona, Filipe, Romaric, Élvis, Mamadu, Tito, Romeu, Lourenço (Renato Reis, 72), Vasco Rocha, Vasco Matos e Rabiola (Dally, 88).

Suplentes: Rui Faria, Wallace, Adilson, Binaia, Renato Santos, Renato Reis e Dally.

Treinador: José Vilaça.

Árbitro: Artur Soares Dias (Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Mamadu (09), Marafona (38), Vasco Rocha (53 e 62), Pinto (67), Romeu (81) e Élvis (87). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Vasco Rocha (62).

Assistência: 750 espectadores.

LUSA

Nenhum comentário: