patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

domingo, 4 de janeiro de 2015

Freamunde-Beira-Mar, 0-0: Quarto empate consecutivo da equipa da casa

O Freamunde isolou-se, este domingo, provisoriamente na liderança da 2.ª Liga, ao empatar sem golos na receção ao Beira-Mar, mas poderá ser destronado por Oliveirense e Tondela no final da 21.ª jornada.

O empate serviu melhor os interesses dos aveirenses, à condição no 14.º lugar, com 26 pontos, do que os objetivos dos freamundenses, que voltaram a sentir dificuldades como visitados, agora com 37 pontos, mas uma liderança ao alcance de Oliveirense (36), que recebe o Farense, e do Tondela (35), anfitrião do Olhanense.

Como era de prever, o Freamunde foi mais dominador e assumiu as despesas do jogo, com um futebol envolvente e a toda a largura do terreno, face a um Beira-Mar na expetativa e remetido ao seu meio-campo.

O jogo curto, de pé para pé, dos locais, que somaram o quarto empate consecutivo, pecava por falta de intensidade e velocidade no último terço do terreno, facilitando a tarefa do adversário. Robson, aos 14 minutos, rematou por cima da baliza de Rui Rego, após jogada de envolvimento pela esquerda, no lance mais perigoso construído pelo Freamunde no primeiro tempo, respondendo os aveirenses por Edivândio, aos 30, com um cabeceamento por cima.

A entrada de Pedrinho, por troca com o "apagado" Lio, no início da segunda parte, deu mais velocidade ao jogo do Freamunde, que adiantou linhas e jogou mais perto da área aveirense, sem, com isso, conseguir traduzir em oportunidades ou golos o domínio do jogo. Jô, aos 49 minutos, obrigou Rui Rego a uma defesa apertada, numa das raras vezes em que os freamundenses lograram ameaçar a baliza aveirense em lances corridos.

Luís Pedro, por duas vezes de cabeça, na sequência de pontapés de cantos, também chegou a "cheirar" o golo. O Beira-Mar só de bola parada ameaçou Marco Rocha, por Diego Tavares, e na parte final do encontro, beneficiando da maior capacidade de transporte de bola do "suplente" Dieguinho, Fábio Santos cabeceou com perigo, beneficiando de uma distração defensiva do Freamunde.

Freamunde:

Marco Rocha, Bruno Santos, Monteiro, Rocha, Rui Raínho, Barbosa, Lio (Pedrinho, 46), Robson (Luís Pedro, 78), Jô, Fausto Lourenço e Ansumane (Tiago Cintra, 83).
Suplentes: Jorge Baptista, Luís Pedro, Huguinho, Djodjo, Pedrinho, Tiago Leão e Tiago Cintra.
Treinador: Filó.

Beira-Mar:

Rui Rego, André Nogueira, Diego Tavares, Fábio Santos, Vítor Vinha, Leandro Chaparro, Rafael Assis, Edú, Bacar Baldé (Patrick Edema, 90+4), Nádson (Embaló, 88) e Edivândio (Dieguinho, 69).
Suplentes: Márcio Aguiar, Miguel Campos, Patrick Edema, Dieguinho e Embaló.
Treinador: Paulo Alves.

Árbitro: Rui Rodrigues (Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Edú (80), Diego Tavares (85), Luís Pedro (89) e Bruno Santos (90+2).

Assistência: Cerca de 600 espetadores.

@Record

Nenhum comentário: