patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

PENAFIEL-FREAMUNDE, 1-2: VITÓRIA DÁ 4.º LUGAR

O Freamunde obteve este domingo a terceira vitória consecutiva, ao ganhar na visita ao Penafiel, por 2-1, e ascendeu ao quarto lugar da 2.ª Liga, num jogo intenso e bem disputado da 22.ª jornada.

No Estádio 25 de Abril, os locais marcaram primeiro, por Ângelo Meneses, aos nove minutos, de cabeça, após livre, com a bola a desviar no poste antes de entrar na baliza, mas Pedrinho restabeleceu a igualdade para o Freamunde, aos 16, também de cabeça, a antecipar-se a Ivo Gonçalves, e Celeste, aos 30, com um grande pontapé, estabeleceu o resultado final.

O Freamunde mostrou ter processos mais bem definidos e uma grande qualidade de jogo, assente num futebol apoiado, face a um Penafiel mais solidário e de luta, que nunca dá um lance por perdido, como prometera na apresentação o técnico Paulo Alves, que redescobriu o lateral que havia no extremo Kalindi, e que hoje apostou na mobilidade de Bata, no eixo do ataque.

A primeira parte foi mais intensa e abriu praticamente com o golo de Ângelo Meneses, pelo segundo jogo consecutivo para o campeonato, com um golpe de cabeça, a corresponder a um livre de João Martins da esquerda.

Bata, dois minutos depois, podia ter aumentado a diferença, num lance de insistência na área, mas, depois, até ao intervalo, o domínio foi do Freamunde, equipa que chegou naturalmente ao empate, num grande movimento coletivo, envolvendo Pedrinho, que passou atrasado para David Bruno e acorreu na área à devolução, antecipando-se a Ivo.

O futebol enleante e a pressão alta dos forasteiros eram sublinhados com aplausos pelos muitos adeptos que viajaram da vizinha cidade de Freamunde e intensificaram-se quando o argentino Celeste - um jogador para outros voos -- 'disparou' cruzado e ao ângulo, quando se esperava o centro, após transição rápida, e consumou a reviravolta no marcador.

Os dois golos do Freamunde aconteceram após a lesão do lateral David Bruno, que obrigou ao recuo de Pedrinho, entrando Ivan Perez, outro argentino de enorme qualidade, para o meio campo, numa arrumação que se estendeu aos anfitriões, com o médio Edú a ser 'sacrificado' pelo avançado Caetano.

O Penafiel podia ter empatado perto do intervalo, aos 39 minutos, num lance confuso na área do Freamunde, mas Caetano, por duas vezes, e Ângelo Meneses não conseguiram marcar.

A segunda parte começou com o Freamunde por cima, a trocar a bola a toda a largura do campo e a fazer correr o adversário, mas seriam os locais, nos últimos 20 minutos, a dispor das melhores situações de golo.

Raínho substituiu o guarda-redes, de cabeça, a remate de João Martins, aos 72 minutos, Pedro Ribeiro, aos 76, também de fora da área, obrigou Marco à defesa tarde e, na sequência do pontapé de canto, o central Ângelo Meneses voltou a ficar perto de 'bisar'.

Num jogo de grande intensidade e qualidade, ao nível dos melhores jogos da I Liga, o Freamunde aproximou-se dos lugares de subida, sendo agora quarto, com 36 pontos, a um do terceiro Desportivo de Chaves, terceiro, e a três do Feirense, segundo, estes últimos em zona de promoção, enquanto o Penafiel manteve o 19.º lugar, com 25.

Jogo no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.

Penafiel-Freamunde, 1-2.

Ao intervalo: 1-2.

Marcadores:

1-0, Ângelo Meneses, 09 minutos.

1-1, Pedrinho, 23.

1-2, Celeste, 30.

Equipas:

Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi, Ângelo Meneses, Pedro Ribeiro, Daniel Martins (Mbala, 56), Djibril, Edu (Caetano, 37), João Martins, Aldair (Yero, 68), Bata e Gonçalo Abreu.
Suplentes: Coelho, João Paulo, Tiago Barros, Mbala, Caetano, Yero e Vieira.
Treinador: Paulo Alves.

Freamunde: Marco Rocha, David Bruno (Ivan Perez, 37), Rocha, Luís Pedro, Rui Raínho, Robson, Paulo Grilo, Pedrinho, Celeste (Ansumane, 79), Diogo Ramos (Mauro Dalla Costa, 68) e Fausto Lourenço.
Suplentes: Danny, Eridson, Barbosa, Ivan Perez, Pedro Pereira, Mauro Dalla Costa e Ansumane.
Treinador: Carlos Pinto.

Árbitro: Artur Soares Dias (Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Diogo Ramos (16), Paulo Grilo (29), Ivan Perez (38), Ângelo Meneses (57), João Martins (61), Gonçalo Abreu (78) e Caetano (90+3).

Assistência: Cerca de 1.000 espetadores.
Autor: Lusa
Pontuação individual
Marco - 7
David Bruno - 6
Rocha - 7
Luís Pedro - 7
Raínho - 7
Grilo - 8
Pedrinho - 8
Robson - 7
Fausto - 7
Celeste - 8
Diogo - 7
Ivan Perez - 7
Ansumane - 4
Dalla Costa - 4
Melhor em campo - Pedrinho

Nenhum comentário: