patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

quinta-feira, 17 de março de 2016

Mafra 2-1 Freamunde

O Mafra regressou, este domingo, aos triunfos caseiros na 2.ª Liga, ao receber e bater o candidato Freamunde por 2-1, com golos do central francês Diouf e do médio Vasco Varão ainda na primeira parte.

Em encontro da 35.ª jornada, o Freamunde ainda reduziu para 2-1, através de um penalti marcado por Pedrinho, aos 48 minutos, dando expressão ao seu maior pendor atacante na segunda parte, mas não conseguiu pontuar.

O sucesso não retira o Mafra da zona da despromoção, mas permite igualar Benfica B e Santa Clara e dá um maior alento à equipa da região saloia de Lisboa para tentar escapar ao espetro da despromoção.


Jules Diouf abriu a contagem, de cabeça, aos 15 minutos, aproveitando um 'brinde' do guarda-redes Marco Pereira, o qual largou uma bola aparentemente fácil. após canto marcado na direita por Alisson.

Foi o segundo golo do central francês do Mafra, que já tinha marcado o golo da vitória caseira (1-0) sobre o Leixões, em embate da 31.ª jornada.

Aos 31 minutos, o Mafra apontou o segundo. Contra-ataque rápido, a defesa do Freamunde foi apanhada em contra-pé, com a bola a sobrar para o capitão Vasco Varão, que, à entrada da área, disparou rasteiro para o fundo da baliza.

A equipa anfitriã realizou uma das melhores primeiras partes da temporada de estreia na II Liga, com a vantagem de dois golos a traduzir o que se passou no relvado.

O Mafra praticou um futebol rápido, fluente e incisivo e quase marcou o terceiro aos 41 minutos, pelo avançado brasileiro Alisson. O guarda-redes Marco desviou com a ponta dos dedos contra o poste da sua baliza.

Na segunda metade, o Freamunde entrou a 'todo o gás' e reduziu logo aos 48 minutos, por Pedrinho, que converteu um grande penalidade provocada pelo lateral Pedro Caipiro.

Poucos instantes depois, o avançado Diogo Ramos, após a marcação de um livre, cabeceou à barra da baliza defendida por Filipe Leão.

O jogo estava relançado e equilibrado. O técnico Carlos Brito tornou a equipa nortenha mais ofensiva, ao lançar os argentinos Mauro Costa e Francesco Celeste.

Mas, o Mafra conseguiu segurar o triunfo até ao final, apesar de ter recuado em demasia e ter perdido o controlo e a iniciativa de jogo.

Uma situação que se agravou a partir dos 78 minutos com a expulsão do central francês Jules Diouf, castigado após entrada mais dura sobre Diogo Ramos.

Jogo realizado no Estádio Municipal de Mafra.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, Jules Diouf, 15 minutos.

2-0, Vasco Varão, 33.

2-1, Pedrinho, 48 (grande penalidade).

Mafra: Filipe Leão, André Teixeira, João Afonso, Jules Diouf, Pedro Caipiro, Kiki Ballack, Vasco Varão, Leo Tomé, Luís Carlos (Abou Touré, 59), Alisson (Laurindo, 67) e Jorginho (Rafael Goiano, 79).

(Suplentes: João Godinho, Rafael Goiano, Kaká, Laurindo, Abou Touré, Adelaja e Mailó).

Treinador: Jorge Paixão.

Freamunde: Marco Pereira, David Bruno, Luís Rocha, Luís Pedro, Rui Rainho, Ivan Perez, (Francesco Celeste, 46) Robson, Fausto, Pedro Pereira (Mauro Costa, 46), Pedrinho e Diogo Ramos (Cafú, 81).

(Suplentes: Rui Nereu, Eridson, Cafú, Mauro Costa, Francesco Celeste, Paulo Grilo e Anderson).

Treinador: Carlos Brito.

Árbitro: Cosme Machado (Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para David Bruno (07), Fausto (10), Pedro Caipiro (47), Leo Tomé (71), Abou Touré (76) e Laurindo (90+2). Cartão vermelho direto para Jules Diouf (78).

Assistência: Cerca de 400 espetadores.

Autor: Lusa
PONTUAÇÃO INDIVIDUAL
MARCO - 4
DAVID BRUNO - 6
ROCHA - 6
LUIS PEDRO - 6
RAINHO - 5
IVAN PEREZ - 4
ROBSON - 5
PEDRINHO - 5
FAUSTO - 5
PEDRO PEREIRA - 4
DIOGO - 5
MAURO - 4
CELESTE - 6
CAFU - 1
MELHOR EM CAMPO - CELESTE 

Nenhum comentário: