patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

segunda-feira, 16 de março de 2015

Oriental-Freamunde, 0-0 EQUIPA ORIENTADA POR FILÓ DOMINOU ENCONTRO


Oriental e Freamunde empataram este domingo 0-0, em Lisboa, em jogo da 34.ª jornada da 2.ª Liga, com os forasteiros a perderem a oportunidade de se colarem ao Chaves na liderança do campeonato.

O Freamunde dominou praticamente todo o encontro, beneficiando sempre das melhores ocasiões para fazer o golo da vitória, mas a formação de Filó mostrou desacerto na hora de finalizar, perante um Oriental que na segunda parte se remeteu à sua grande área procurando o empate.

Com a igualdade, o Oriental mantem-se no 14.º lugar, somando 45 pontos, enquanto o Freamunde tem 57 e falha a possibilidade de alcançar o Chaves na primeira posição, podendo perder o 2.º posto para o Tondela, que joga hoje na Madeira frente ao União.

A jogar em casa, o Oriental entrou melhor, com mais intensidade e dinamismo, mas sem chegar com perigo à baliza do Freamunde, que só apareceu no jogo depois dos 20 minutos, assumindo a partida até ao intervalo, sempre com o belga Djim em destaque.

O avançado emprestado pelo FC Porto teve três ocasiões para inaugurar o marcador. Aos 21 minutos, na sequência de um canto, surgiu solto na pequena área e cabeceou ao lado, aos 26 não aproveitou uma falha do defesa Hugo Grilo, que o colocou isolado dentro da área, atirando ao lado, e aos 36 desperdiçou novamente de cabeça, após cruzamento de Pedrinho.

O Oriental lutou muito, sempre com muita disponibilidade por parte dos jogadores, mas o desacerto de Henrique Gomes e Roncatto nas laterais não permitiu que a bola chegasse em condições ao avançado Mauro Bastos, que muita das vezes se via obrigado a sair da sua posição para tentar captar a bola.

A formação de João Barbosa só por uma vez incomodou Marco, num remate de meia distância de Bruno Aguiar que passou perto do poste, aos 43.

Na etapa complementar, o Freamunde voltou a entrar melhor, com mais vontade de desfazer o nulo, e Ansumane dispôs de uma boa oportunidade para marcar, aos 61 minutos, com o guineense a fazer todo o corredor direito e a atirar forte para uma defesa de recurso de Janota.

Até final, o Freamunde continuou a controlar o encontro remetendo a formação orientalista ao seu meio campo, e tentou chegar ao golo de todas as formas, mas nunca conseguiu bater Ricardo Janota.

Jogo no Campo Eng.º Carlos Salema, em Lisboa.

Oriental: Ricardo Janota, Tiago Rosa, Yago (André Almeida, 55), Hugo Grilo, João Pedro, Seidi (Miguel Paixão, 81), Bruno Aguiar, Tom, Henrique (Pedro Alves, 63), Mauro Bastos e Roncatto.
Suplentes: Mota, Pedro Alves, Valdo, Ballack, Leonel, André Almeida e Miguel Paixão.
Treinador: João Barbosa.

Freamunde: Marco, Mesquita, Rocha, Luís Pedro, Huguinho, Lio, Barbosa, Pedrinho (Raínho, 88), Ansumane, Djim (Dally, 80), e Leandro (Jô, 81).
Suplentes: Jorge Baptista, Rainho, Jo, Amadeu, Paulo Roberto, Braima Candé e Dally.
Treinador: Filó.

Árbitro: Marco Ferreira (Madeira).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Seidi (37) Lio (59), Mesquita (77).

Assistência: cerca de 350 espetadores.

LUSA

Nenhum comentário: