patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Kika assina pelo Freamunde

Kika, que representou o Freamunde a temporada passada por empréstimo do Trofense, foi ao que tudo indica o ultimo reforço dos «capões», visto a «janela» de transferências e contratações encerrar hoje. Segundo a rádio Renascença, Kika faz a partir de hoje parte do plantel ás ordens de Jorge Regadas.
Recorde-se que o jovem médio iniciou a presente época integrado no plantel do Trofense, onde chegou a renovar contrato por duas temporadas, rescindindo algum tempo depois por não fazer parte das primeiras opções do técnico Vitor Oliveira.

domingo, 30 de agosto de 2009

Treinador do Freamunde critica arbitragem e fala de "jogo encomendado"


O treinador do Freamunde, Jorge Regadas, não gostou da arbitragem de Luís Catita no empate 1-1 com o CD Fátima, na terceira jornada da Liga Vitalis, e falou mesmo em "jogo encomendado".
A intervenção de Jorge Regadas teve por base a demora na marcação da grande penalidade, aos 66 minutos de jogo, por mão na bola na área freamundense do central João Paulo, da qual resultou o golo da igualdade ao Fátima.
"Não discuto se o lance é dentro ou fora da área, mas só dez segundos depois é que o árbitro auxiliar deu indicação da grande penalidade", disse Jorge Regadas, afirmando que se tratou de "um jogo encomendado para Luís Catita agradecer à Nossa Senhora de Fátima a subida de divisão".
O técnico do CD Fátima, Rui Vitória, considerou, por seu lado, que a sua equipa "trabalhou muito" para produzir o ponto que conseguiu, num "campo difícil" e frente a "um adversário difícil", admitindo ter ficado "satisfeito" com o resultado.
O Freamunde adiantou-se no marcador aos 10 minutos, num remate à entrada da área desferido por Marco Cláudio, mas o CD Fátima restabeleceu a igualdade aos 68, por Nuno Sousa, na cobrança de uma grande penalidade a castigar mão na bola de João Paulo.
.
IN "O Jogo"

Freamunde 1-1 Fátima

Atitude positiva
Um golo de Nuno Sousa, aos 68 minutos, na cobrança de uma grande penalidade, garantiu hoje ao CD Fátima a igualdade 1-1 no reduto do Freamunde, em jogo da terceira ronda da Liga de Honra. A igualdade acaba por premiar a atitude positiva dos visitantes, que somam pontos pelo segundo jogo consecutivo, numa partida em que a formação local voltou a sentir dificuldades no seu reduto (soma empates nos dois jogos já realizados). Com este resultado, o Freamunde, ainda sem perder, passou a somar cinco pontos, mais um do que o CD Fátima, ambos numa posição intermédia na classificação. A temperatura elevada condicionou a qualidade do jogo, mas os dois conjuntos tiveram mérito na forma como abordaram a partida, recusando quase sempre a tentação do futebol directo. O Freamunde marcou na primeira vez que chegou à baliza contrária, aos 10 minutos, através de um remate colocado de Marco Cláudio, à entrada da área, após passe da direita de Bock, e surgiu em resposta a um lance perigoso do Fátima, após erro infantil de João Paulo, compensado pela intervenção rápida e decisiva de Tó Figueira.
O guarda-redes local realizou mais três intervenções de qualidade no primeiro tempo, aos 19, 20 e 37 minutos, que podiam ter dado vantagem aos forasteiros, enquanto a formação nortenha apenas dispôs de um lance perigoso, aos 24, mas Bock não conseguiu repetir com sucesso o remate de Marco Cláudio, que fez a assistência. O segundo tempo abriu com um aviso do Fátima, na oportunidade mais flagrante do jogo, mas Heldon, na área e sem marcação, cabeceou ao lado, após centro largo da direita de Mamadi. O Fátima tentava chegar-se à frente, mas o Freamunde parecia ter o jogo controlado, até que, aos 66 minutos, o central João Paulo, sem nenhum adversário por perto, corta inadvertidamente a mão com a bola na sua área e Nuno Sousa, na cobrança da grande penalidade, aproveitou para fazer o empate, apontando o seu segundo golo na Liga. Até ao final, o Freamunde voltou a assumir o controlo do jogo, mas já faltavam forças e ideias para recolocar a equipa na frente do resultado.

Jogo no Complexo Desportivo do Freamunde.
Freamunde - CD Fátima, 1-1.
Ao intervalo: 1-0. 1-0, Marco Cláudio, 10. 1-1, Nuno Sousa, 68 (grande penalidade).

FREAMUNDE-Tó Figueira, Raviola, Luís Pedro, João Paulo, Marco Tiago, Brandão (Barbosa, 58), Emanuel, Junior Maranhão (Tarcísio, 34), Marco Cláudio (Cascavel, 77), Bock e Bertinho. (Suplentes: Peraltinha, Pinto, Paulo Monteiro, Barbosa, Tarcísio, Valdinho e Cascavel).

FÁTIMA-Nené, Pedro Correia, Mamadi, Veríssimo, Duarte, Kata, Jorge Neves, David Simão (Miguel Neves, 81), André Carvalhas, Heldon (Moreira, 61) e Nuno Sousa (Wanderson, 87). (Suplentes: Hugo Pinheiro, Samuel, Serginho, Moreira, Miguel Neves, Marco Matias e Wanderson).

Árbitro: Luís Catita (Évora).
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Nené (45+1), Brandão (54), Bock (67), Marco Tiago (69), Cascavel (89), Wanderson (90+3).
Assistência: Cerca de 800 espectadores
.
IN "Record"

Liga Vitalis: 3ª jornada

Beira Mar 1–0 Feirense
Freamunde 1-1 CD. Fátima
Trofense 2–2 Desp. Aves
Desp. Chaves 1-1 Portimonense
Santa Clara 1-2 UD. Oliveirense
Penafiel 1–1 Carregado
Gil Vicente 3–0 Sp. Covilhã
Estoril-Praia 1-1 Varzim


CLASSIFICAÇÃO

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Tarcisio já treinou


Tarcisio, médio brasileiro do Freamunde, já regressou a Portugal, depois de todos os problemas burocráticos que visavam a sua licença para permanecer no nosso país resolvidos, o técnico Jorge Regadas pode assim contar com uma "peça" que foi fundamental na boa campanha realizada pela equipa na temporada transacta. Tarcisio já treinou durante o dia de ontem e apesar de muito atrasado na preparação da época em relação a todos os seus colegas poderá ser opção já para o próximo jogo em casa frente ao Fátima.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Bertinho está "muito motivado" e quer chegar aos dez golos

O avançado Bertinho disse hoje que está "muito motivado" para a época 2009/2010, depois de bisar no domingo na vitória fora do Freamunde frente ao Covilhã (2-3), em jogo da segunda ronda da Liga de Honra em futebol.
"Quando regressei ao Freamunde, a meio da época passada (oriundo do Vizela), vinha desmotivado, triste com o futebol e com algumas pessoas, mas hoje sinto-me feliz. Estou num clube sério e de gente séria, e, quando estamos felizes, as coisas correm-nos melhor", explicou à Agência Lusa.
Bertinho já apontou quatro golos neste início da temporada (dois na Taça da Liga e outros dois na Liga de Honra) e tem como "meta pessoal" chegar aos dez, sem perder de vista o recorde de 13 tentos conseguidos também ao serviço do Freamunde em 2007/2008, na sua estreia nos campeonatos profissionais.
"O que propus a mim mesmo foi chegar aos dez golos, o que vier a partir daí é positivo", sublinhou o atleta, para quem "o verdadeiro Freamunde foi o que se viu na Covilhã" e não o da "exibição cheia" com o Beira-Mar e muito menos o da prestação "menos positiva" frente ao Desportivo das Aves.
O avançado, de 32 anos, foi claro na defesa desta ideia: "(Na Covilhã) Lutámos e trabalhámos muito do primeiro ao último minuto, contra as adversidades, sempre com grande capacidade de sofrimento e empenho, e essa é a mística do clube. É certo que falhámos muitos golos, mas no fim acabámos por nos sair bem".
Em relação às possibilidades da equipa no campeonato, Bertinho apenas prometeu "entrega máxima de todos" e "muita motivação" para tentar vencer cada jogo, consciente das particularidades de uma prova "extremamente competitiva" e "difícil".

Bertinho apontou o 200º golo do Freamunde na Liga de Honra


O Freamunde alcançou no passado domingo na Covilhã o seu 200º golo na Liga de Honra desde sempre através de Bertinho ao apontar o seu 1º golo frente ao Sporting local.

Os capões participam neste escalão pela 6º vez (90/91, 99/2000, 2000/2001, 2007/08, 2008/09 e 2009/10). Com os 3 golos apontados na 2ª jornada do presente campeonato, depois de ter ficado a zero no 1º jogo, o Freamunde tem neste momento 202 golos na competição desde que se estreou.

Covilhã 2-3 Freamunde - Resumo

Sp. Covilhã 2-3 SC Freamunde

BERTINHO BISA E RESOLVE AOS 84'


O Freamunde venceu hoje o Sporting da Covilhã por 3-2, em jogo da segunda jornada da Liga de Honra, disputado na Covilhã. Os forasteiros dominaram o primeiro tempo e chegaram ao intervalo a vencer por 2-1. Mas na segunda parte a equipa da casa reagiu e chegou ao empate, acabando por sofrer um golo contra a corrente do jogo. A primeira metade conseguiu entusiasmar as bancadas, com duas grandes penalidades, uma delas falhada, três golos e muitas oportunidades, a maioria criadas pelo Freamunde. O Covilhã foi quem primeiro criou perigo e, aos cinco minutos, Pimenta foi rasteirado na área por Romaric. Na marcação do castigo máximo Steven Vitória rematou forte à barra, na recarga, o capitão serrano, Edgar, atirou por cima. Aos 13 minutos, Bertinho arrancou pelo corredor direito e inaugurou o marcador, com um remate colocado. Aos 18 minutos Pizzi, junto à linha final, centrou para o coração da área, onde Auri salta mais alto para a igualdade. Pouco depois Bertinho podia ter chegado à vantagem, não fosse a defesa por instinto de Diego.
Ao minuto 31 Paulo Vaz tocou com a mão numa bola bombeada para a área. Na conversão da grande penalidade Emanuel voltou a colocar os visitantes em vantagem. No segundo tempo os "leões da serra" surgiram com grande ímpeto ofensivo, e o golo do empate aconteceu após jogada confusa na área, aos 53 minutos, por Pedro Ribeiro, que entrou ao intervalo. Nos minutos seguintes sucederam-se várias ocasiões de golo por parte do Covilhã e chegou a gritar-se golo, quando o remate de Zezinho tocou as redes laterais. Aos 61 minutos, na sequência de um livre, Steven Vitória remata à barra e na sobra Josué atira ao lado.
Aos 84 minutos, quando o Covilhã mostrava superioridade, Bertinho bateu Diego e estabeleceu o resultado final.

Jogo no Complexo Desportivo da Covilhã
Sporting da Covilhã - Freamunde, 2 - 3.
Ao intervalo: 1-2.
Marcadores: 0-1, Bertinho, aos 13 minutos 1-1, Auri, 18 1-2, Emanuel, 31 (grande penalidade) 2-2, Pedro Ribeiro, aos 53 2-3, Bertinho, aos 84.

SP. COVILHÃ Diego, Steven Vitória, Auri, Zezinho, Machado (Pedro Ribeiro, 45), Edgar, Pizzi, Pimenta, Paulo Vaz, Josué (Basílio, 77) e Dagil (Beré, 82) . (Suplentes: Igor, Fábio Ervões, Milton, Dani, Beré, Pedro Ribeiro e Basílio).

FREAMUNDE Tó Figueira, Tiago, Bock (Cascavel, 68), Bertinho (Barbosa, 85), Marco Cláudio, Emanuel, Romalic, Luís Pedro, Raviola, João Paulo e Gustavo (Brandão, 59). (Suplentes: Peraltinha, Maranhão, Barbosa, Valdinho, Paulo Monteiro, Brandão, Cascavel.

†rbitro: João Capela (Lisboa) Acção Disciplinar: Cartão amarelo para Raviola (21), Paulo Vaz (31) e Romaric (78 e 81).
Cartão vermelho para Romaric (81), por acumulação de amarelos.
Assistência: 1900 pessoas.

in: "Record"

Vitalis: 2ª jornada

Sp. Covilhã 2-3 Freamunde
CD. Fátima 2-1 Trofense
Desp. Aves 2-2 Desp. Chaves
Portimonense 2-1 Beira-Mar
Feirense 4-0 Varzim
Carregado 1-0 Gil Vicente
Penafiel 2-2 Santa Clara
UD. Oliveirense 0-0 Estoril-Praia

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

SC Freamunde 1993/94

Em cima: Tonanha, Rui Pacheco, Belmiro, Amandio, Alexandre, Caeiro.
Em baixo: Carlos, Hilário, Marinho, leonel, Serginho.

A equipa do Freamunde época 93/94, disputou a 3ª divisão nacional serie B, e classificou-se em 1º lugar, alcançando assim a subida à 2ª divisão B, o treinador era Bráulio Brito.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Luíz Carlos pára um mês

Um dos reforços para esta temporada que mais tem dado nas vistas, o médio Luiz Carlos, contraiu uma lesão muscular e segundo o jornal "O Jogo", estará em recuperação durante um mês. Jorge Regadas apesar do azar de não poder contar com o jogador brasileiro nos próximos jogos, estará satisfeito por a lesão não ser tão grave como se previa e paragem do atleta não ser tão longa.
E como tudo não são más noticias, o defesa central Bruno Ferraz regressará aos treinos esta semana depois da paragem por lesão.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Liga Vitalis 1ª jornada

Freamunde 0-0 Desp. Aves

Tó Figueira em grande
GARDIÃO EVITOU DERROTA DA EQUIPA LOCAL

O guarda-redes Tó Figueira, autor de cinco grandes defesas, evitou a derrota do Freamunde na receção ao Aves, em jogo da primeira jornada da Liga de Honra. A igualdade (0-0) foi um resultado lisonjeiro para os locais, face à superioridade revelada na maior parte do tempo pela equipa visitante, que não conseguiu repetir as vitórias em Freamunde nas duas últimas épocas.
Os técnicos do Freamunde e do Aves apresentaram duas alterações relativamente aos jogos da Taça da Liga, competição onde estas duas equipas já foram eliminadas, mas foram os locais que mais acusaram as mudanças. O Aves começou a tomar conta das operações à custa da capacidade de "explosão" de Pedro Pereira, pela direita, e do talento de Ricardo Nascimento, autor dos primeiros remates da partida, todos na sequência de lances de bola parada, aos 10, 15 e 20 minutos.
O Freamunde, muito longe da exibição realizada com o Beira-Mar para a Taça da Liga, respondeu em contra-ataque e por duas vezes podia ter chegado ao golo, aos 26' e 31', após remates de Bock e Marco Cláudio. O Aves continuou melhor no jogo e Júlio César, aos 30', e André Carvalho, no último lance da primeira parte, viram Tó Figueira, com grandes intervenções, negar-lhes o merecido golo.
O guarda-redes do Freamunde manteve o nível no segundo tempo, sendo decisivo por três vezes, aos 75', 90' e 90'+5, a remates de João Silva e Eder Diego e ao impedir a bola de chegar a Benvindo, que se preparava para fazer golo. Neste período, a toada do jogo manteve-se, com os forasteiros sempre melhor, apesar das alterações e da tentativa de reação dos "capões", num jogo em ficaram dúvidas em dois lances nas duas áreas. Aos 21', Luisinho caiu na área do Freamunde, num lance dividido com Luís Pedro, enquanto aos 56', Marco Cláudio, já na área do Aves e quase sem ângulo, rematou para uma defesa de Hugo Ferreira, no limite da linha de golo.
.
in: "Record"

sábado, 15 de agosto de 2009

Comunicado


A Comissão Administrativa, do SC Freamunde, informa que só é permitida a entrada para o parque de estacionamento, em dias de jogos, a quem possuir cartão de parque anual. O cartão de parque anual, que custa 25 €/ano, poderá ser adquirido na secretaria, em hora de expediente (09-12 e das 14-18 horas), ou na Porta B(lado de Ferreira, em dias de jogos.
A Comissão Administrativa informa também que não é permitido acesso ao Estádio sem estar munido de ingressos (cartão de sócio, bilhetes, credenciais ou convites).

Bock em entrevista ao TVS

Bock diz que equipa está "muito motivada" para a Liga de Honra

O capitão do Freamunde, Bock, disse hoje que a equipa não acusou a eliminação da Taça da Liga e garantiu que os atletas estão "confiantes" e "muito motivados" para o arranque da Liga de Honra em futebol.
O Freamunde recebe no domingo o Desportivo das Aves, num jogo integrado na ronda inaugural da Liga de Honra, depois do duplo confronto com o Beira-Mar, a contar para a primeira fase da Taça da Liga, que ditou a eliminação dos "capões" por um golo de diferença, após derrota por 5-1 em Aveiro e vitória caseira por 3-0.
"Como toda a gente viu, o resultado em Aveiro frente ao Beira-Mar foi uma mentira. Ficámos perto da reviravolta no segundo jogo e, no final, estávamos tristes, por não nos terem deixado ir mais além, e, ao mesmo tempo, satisfeitos, por termos dado uma boa resposta e ganho uma equipa", disse à Agência Lusa Bock.
O avançado, de 33 anos, garante que "o Freamunde vai entrar muito motivado no campeonato", sendo a aposta do grupo "começar com o pé direito" frente ao Desportivo das Aves, à semelhança do que tem acontecido nas duas últimas épocas, após vitórias caseiras frente ao Penafiel (3-1) e União de Leiria (1-0).
"Conheço a maioria dos jogadores do Aves e sei que aliam a experiência a uma boa qualidade de jogo. É sempre uma equipa complicada, mas é importante ganharmos o primeiro jogo, aproveitando o factor casa, pois isso também nos dá moral e alento para os próximos desafios", sublinhou.
Em relação às possibilidades da equipa na Liga de Honra, depois do sexto lugar da época passada (melhor resultado de sempre), Bock não abriu o jogo, embora tenha admitido que "este ano há mais soluções de qualidade no plantel", em especial para o meio-campo.
"Acima de tudo, temos uma coisa a nosso favor, que é um treinador que conhece bem os jogadores e a Liga. Como ainda agora se viu na Taça da Liga, onde fomos injustamente eliminados, demos uma boa resposta e estamos muito motivados e desejosos de aproveitar o bom momento que atravessámos", avisou o futebolista.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Petição


“POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL”
Está On-Line desde 25.04.2009 uma petição que visa melhor o panorama futebolistico português. Assim sendo, um grupo de pessoas decidiu que os adeptos comuns devem ter voz activa, e resolveram partilhar a opinião deles sobre o estado a que chegou o Futebol Português, propondo medidas estruturais para a valorização dos Clubes e credibilização das Competições.

A petição pode ser consultada em:
http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

Estando o Blog "Freamunde Allez", completamente de acordo com esta iniciativa, aqui fica o link que podem visitar e apoiar.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Manuel Pacheco: «Exigimos mais respeito»

LÍDER DA COMISSÃO ADMINISTRATIVA CRITICA ÁRBITROS

O presidente da Comissão Administrativa do Freamunde, Manuel Pacheco, exigiu "mais respeito" pelo clube, em referência ao trabalho das equipas de arbitragem, após o jogo com o Beira-Mar, referente à Carlsberg Cup, que a equipa portuense ganhou por 3-0.
"Sinto-me injustiçado pelas arbitragens nestes últimos dois anos e meio e, principalmente, nestes primeiros dois jogos da temporada frente ao Beira-Mar", disse Manuel Pacheco, visivelmente agastado com o trabalho do juiz Hugo Miguel. O dirigente lamentou que Bruno Conceição e Rui Sampaio não tenha sido expulsos, ainda na primeira parte, pedindo "mais respeito pelo clube", reclamando contra os clubes "incumpridores, mas que têm tudo e mais alguma coisa". O Freamunde venceu em casa o Beira-Mar, por 3-0, mas não conseguiu anular a desvantagem do jogo da primeira mão, em que perdeu (1-5), tendo sido eliminado da Taça da Liga em futebol.

Freamunde-Beira-Mar, 3-0

Arbitragem polémica
LOCAIS MUITO PERTO DE CONSEGUIR VIRAR ELIMINATÓRIA

O Freamunde venceu hoje no seu reduto o Beira-Mar por 3-0, mas não conseguiu anular a desvantagem do primeiro jogo (5-1) e foi eliminado da Taça da Liga em futebol, num jogo com arbitragem polémica.
O árbitro de Lisboa teve interferência no resultado, com claro prejuízo dos locais, que podem reclamar da não expulsão, aos 22 minutos, de Bruno Conceição, uma das figuras do jogo, com intervenções enormes durante o desafio, e, mais tarde, aos 32, de Rui Sampaio, no lance da grande penalidade, depois de o médio já ter sido admoestado com a cartolina amarela.
Os freamundenses precisavam de vencer por quatro golos sem resposta para levarem a eliminatória para os pontapés da marca de grande penalidade, ou por cinco tentos de diferença para seguirem em frente na prova, depois de terem perdido em Aveiro por 5-1, e justificavam melhor resultado do que a vitória por 3-0.
Aos dois minutos, Bertinho deixou o primeiro aviso, ao rematar já na área, sobre a esquerda, para defesa de Bruno Conceição, que voltou a ter de se aplicar aos 10 minutos, num centro-remate da direita de Raviola.
Os locais, com uma defesa segura e um meio-campo pressionante e habilidoso, dominavam o jogo em toda a linha e, aos 22 minutos, Romaric, isolado por Luiz Carlos, um dos melhores em campo, só não marcou porque foi derrubado em falta, à entrada da área, por Bruno Conceição, a quem o árbitro perdoou a expulsão.
Na resposta, aos 25, os aveirenses, no único lance de perigo do primeiro tempo, quase marcaram, mas os remates de Pedro Araújo e Artur foram travados por Tó Figueira e Luís Pedro, respetivamente.
O Freamunde, sem nunca deixar de procurar o golo, inaugurou o marcador aos 34 minutos, por Emanuel, na cobrança de uma grande penalidade duvidosa, por pretensa falta na área de Rui Sampaio, que acabou por não ser punido com a segunda cartolina amarela.
No minuto seguinte, aos 35, Bertinho, após triangulação perfeita com Raviola e Bock, fez o segundo golo da equipa, com um remate, à entrada da área, colocado e indefensável, bisando aos 52, num remate após ressalto (uma mão na bola de um defesa aveirense não sancionada pelo árbitro) na área.
Antes do terceiro golo, Cascavel, que entrou ao intervalo, teve por duas vezes, aos 47 e 48, oportunidade para marcar, mas Bruno Conceição foi melhor no "duelo", uma situação que se repetiu aos 75, quando se isolou, a passe de Bock, outra grande exibição.
Nos descontos, aos 90+3, Bertinho voltou a fazer brilhar o guarda-redes aveirense e, no último lance do jogo, Cascavel, igualmente na área, demorou um tudo nada a rematar e inviabilizou o merecido quarto golo freamundense.

Jogo no Complexo Desportivo do Freamunde
Assistência:
Cerca de 1. 246 espectadores.
Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa).
Ao intervalo: 2-0
Marcadores: 1-0, Emanuel, 34 minutos (grande penalidade); 2-0, Bertinho, 35; 3-0, Bertinho, 52
Freamunde: Tó Figueira, Raviola, Romaric, Luís Pedro, Paulo Monteiro (Marco Tiago, 71), Emanuel, Luiz Carlos, Marco Cláudio (Barbosa, 57), Valdinho (Cascavel, 46), Bock e Bertinho.

Beira-Mar: Bruno Conceição, Tero, Kanu, Yohan, Rui Sampaio, Pedro Moreira, Pedro Araújo, Artur (Sidnei, 57), Djamal, Fangueiro (Yartey, 68) e Wang (Dally, 83).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Bruno Conceição (22), Pedro Araújo (26), Rui Sampaio (32), Raviola (63), Dally (90+4).
.
lusa

domingo, 9 de agosto de 2009

Freamunde 3-0 Beira Mar (4-5 no total das duas mãos)

Foi por pouco...


O Freamunde não conseguiu esta tarde da a volta à enorme desvantagem que trazia de Aveiro na 1ª mão da 1ª eliminatória da Carlsberg Cup (1-5). Apesar de tudo, e quando muito poucos acreditavam na revira-volta, os "capões", estiveram muito próximos do improvável, batendo os aveirenses por 3 bolas a zero, e faltando apenas mais um golo para levar a decisão para a marcação de grandes penalidades.
Foi um bom jogo de futebol o que se assistiu em Freamunde, com a equipa da casa desta feita com muito mais opções e com quase todos os reforços disponíveis para jogar. Apesar da eliminação prematura na competição, as perspectivas de uma boa época por parte dos azuis, ficaram evidentes esta tarde, a equipa mostrou bons pormenores, garra e ambição, os reforços, na sua maioria estiveram em bom plano.
Outro aspecto a realçar, os adeptos do Freamunde, mesmo vergados na semana passada a uma derrota de 5-1 e com poucas esperanças na continuidade na prova, apareceram em muito bom numero (1246 espectadores), a apoiar a sua equipa. Numa competição que ainda não está enraizada totalmente no panorama futebolistico português, numa tarde de Domingo com muito calor em pleno mês de Agosto e vindo a equipa de uma derrota pesadissima, não sei sinceramente que clube da Liga Vitalis e até mesmo da I Liga, levaria tanta gente ao estádio!!

PARABENS À EQUIPA E AOS FREAMUNDENSES PELA ATITUDE!!
FORÇA SC FREAMUNDE!!

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Segunda vitória na pré-época


O Freamunde deslocou-se ontem ao terreno do Merelinense para disputar mais uma partida de preparação e venceu por 1-0 a equipa dos arredores de Braga, que subiu a temporada passada a 2ª divisão nacional.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

1ª Jornada da Liga Vitalis já tem horários


Os jogos da 1ª jornada da Liga Vitalis já tem datas e horários definidos, assim o 1º jogo será logo na 5ªfeira dia 13 de Agosto, entre o Beira-Mar e o Covilhã ás 20:15h, e será transmitido pela SportTv (parece que teremos desta forma 2 jogos transmitidos pela televisão em cada jornada). o 2º será entre o Santa Clara e o Fátima, Domingo ás 11:15h.
O nosso Freamunde, para não fugir á regra fará mais uma vez esta época os seus jogos ás 15 horas de Domingo em pleno Agosto, ainda não se entendeu bem porquê, talvez sobre um calor abrasador e altamente convidativo para o estádio encher, diga-se!!!! Não seria melhor realizar o jogo ao final da tarde?? É só uma sugestão, que eu penso que agradaria a todos os freamundenses... e avenses suponho que também!!!

1ª jornada da Liga Vitalis:
13-08-2009
Beira Mar – Covilhã, 20h15, SportTV

16-08-2009
Santa Clara - Fátima, 11h15 (10h15 Açores), Sport TV
Freamunde – Aves, 15h00
Estoril - Portimonense, 16h00
Chaves – Feirense, 16h00
Trofense – Carregado, 16h00
Gil Vicente – Penafiel, 17h00
Varzim – Oliveirense, 18h00

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Cascavel reforça o ataque

ATACANTE CHEGA A TÍTULO DEFINITIVO

O avançado Cascavel chegou a acordo com o Freamunde por uma época e começa a trabalhar com os novos colegas na terça-feira, depois de ter rescindido contrato com o Trofense, igualmente da Liga Vitalis.
O filho de Paulinho Cascavel, antigo goleador do FC Porto, Vitória de Guimarães, Sporting e Gil Vicente, justificou a rescisão com a falta de oportunidades na formação da Trofa, onde realizou apenas 1 jogo a titular em 3 anos.
Cascavel, de 22 anos, assinou contrato por uma época, na esperança de repetir o registo da última temporada, na qual foi o melhor marcador da equipa, com 8 tentos (7 na Liga Vitalis e 1 na Taça da Liga).
"Existia vontade das duas partes e, quando assim é, as coisas tornam-se fáceis. O Freamunde é um clube que já conheço da época passada, de uma aliança que foi boa para as duas partes. Tem gente séria, que gosta de mim e me apoia", disse à Agência Lusa.
Para 2009/10, Cascavel elevou a fasquia: "No ano passado, joguei 9 ou 10 partidas a titular e fiz os golos que fiz. Se trabalhar bem e conseguir jogar mais vezes poderei marcar mais".

IN "Record online"

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Beira-Mar goleia Freamunde

2ª parte de terror!!


O Beira-Mar goleou este domingo o Freamunde por 5-1, após ter estado em desvantagem, na 1.ª mão da primeira fase da Taça da Liga, em partida disputada no Estádio Municipal de Aveiro.
A formação de Jorge Regadas entrou mais atrevida no encontro, superiorizando-se nas jogadas de ataque, enquanto o Beira-Mar começou o jogo com maiores dificuldades para fazer circular a bola.
Os forasteiros marcaram aos 19', num lance em que o guardião aveirense não fica isento de responsabilidades, largando a bola a remate de Bock, que inaugurou o marcador.
O Beira-Mar respondeu já perto do intervalo, com um remate certeiro de Fangueiro, a igualar as contas da partida ao minuto 37 e a relançar o encontro para o segundo tempo.
A segunda parte começou, praticamente, com o golo dos aveirenses e a reviravolta no resultado, após falta na área de Romaric sobre o avançado "auri-negro" Fary. Artur, aos 49', concretizaria a consequente grande penalidade, sem hipóteses para Tó Ferreira.
Com o golo e a entrada do avançado Wang Gang, o ataque do Beira-Mar ficou mais dinâmico, com os aveirenses a criarem sucessivas situações de golo eminente, enquanto o Freamunde recuava no terreno.
O chinês esteve em grande destaque ao construir a jogada do 3-1 para a formação aveirense, desmarcando-se em velocidade e dando para Fangueiro bisar, aos 69'.
Após o golo, o treinador dos visitantes Jorge Regadas foi expulso devido a palavras proferidas ao árbitro Carlos Xistra.
O resultado dilatou-se com o 4.º e 5.º golo do Beira-Mar a surgirem por intermédio de Ishmael Yartey: o ex-júnior do Benfica entrou aos 85' e marcou aos 87' e 90', deixando o "onze" de Leonardo Jardim em posição privilegiada na eliminatória.

Jogo no Estádio Municipal de Aveiro.
Assistência: Cerca de 500 espectadores.
Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco).
Ao intervalo: 1-1.
Marcadores: 0-1, Bock (19 minutos); 1-1, Fangueiro (37); 2-1, Artur (gp' 49); 3-1, Fangueiro (69); 4-1, Ishmael Yartey (87); 5-1, Ishmael Yartey (90).
Beira-Mar: Bruno Conceição, Pedro Moreira, Tero, Kanu, Pedro Araújo, Djamal, Artur, Rui Sampaio, Sidnei (Leandro Pimenta, 74), Fangueiro (Ishamel Yartey, 83) e Fary (Wang Gang, 60).
Freamunde: Tó Figueira, Cláudio Borges, Romaric, Pinto, Paulo Monteiro, Brandão, Raviola, Emanuel, Gustavo (Barbosa, 68), Bertinho e Bock.
Acção disciplinar: cartão amarelo para Emanuel (42) e Brandão (67).

in record

Xistra ofuscou Yartey
Existem duas formas de analisar a partida. Pela vertente do futebol jogado, destacando-se o valor de dois jovens beira-marenses estreantes nestas andanças, o ganês Yartey e o chinês Wang Gang, que através da pontaria do primeiro - dois golos em apenas 10' - e da velocidade do segundo, desbarataram o que restava das forças do Freamunde, esgotado em meio tempo e sem opções porque apenas apresentou 13 jogadores, dois deles juniores. Ou pela vertente do futebol falado, invariavelmente pelas decisões de Carlos Xistra, de que se queixa o Freamunde, contestando dois momentos do jogo: o penálti, no reatamento do encontro, que colocou os aveirenses em vantagem, e o golo seguinte, por fora-de-jogo, que não foi sancionado. Como é de futebol que se trata, sabe-se que exacerba paixões. Por isso, a melhor forma de analisar o jogo é deixar claro que nem o Beira-Mar foi tão consistente, nem o Freamunde tão inexistente como o resultado poderá fazer parecer.

Declarações
"Ninguém prepara jogos para ganhar por muitos, só para vencer. Ganhámos e mostrámos que a equipa está a crescer
Leonardo Jardim, treinador do Beira-mar

"Se tiver Carlos Xistra e Valter Oliveira [assistente], em sentido contrário, na 2ª mão, a eliminatória está em aberto
Jorge Regadas, treinador do Freamunde

in O Jogo

domingo, 2 de agosto de 2009

Regadas só tem 13

O Freamunde vai apresentar-se em Aveiro com apenas 13 jogadores, fruto de vários imprevistos que vão deixar Jorge Regadas somente com dois jogadores no banco de suplentes, um deles guarda-redes. A razia no plantel deve-se ao facto de haver quatro jogadores lesionados, três brasileiros ainda sem a inscrição regularizada por falta do certificado internacional, às saídas forçadas de Raul e Baptiste que abandonaram recentemente Freamunde porque o clube não quis pagar as verbas de compensação aos clubes formadores, e à ausência de Tarcísio, que continua no Brasil à espera que lhe seja emitido o visto de trabalho. Tiago, que chegou esta semana, ainda não pode ser opção.
,
Técnico do Beira-Mar dá favoritismo ao Freamunde
Depois de uma pré-época pouco satisfatória, com apenas uma vitória em 6 jogos, Leonardo Jardim entende que o Freamunde está neste momento em melhor posição para passar à fase de grupos da Taça da Liga.
"É uma equipa mais coesa, porque mantém quase toda a estrutura do ano passado, enquanto nós somos ainda um conjunto em construção. Para além disso, e apesar de já termos limado algumas arestas, continuamos a apresentar certas debilidades defensivas, sobretudo em lances de bola parada", justificou o treinador aveirense que ontem completou 35 anos.
Apesar de já contar com o central Yohan Tavares, é provável que o técnico não arrisque na sua entrada no onze titular depois de uma paragem de quase um ano, deixando o eixo da defesa entregue a Tero e Kanu. Os benfiquistas Leandro Pimenta e Yartey deverão ser a chave para criar desequilíbrios.
in "Record"