patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

patrocinadores Oficiais do SC Freamunde

domingo, 29 de abril de 2012

Freamunde-Atlético, 2-2: Manutenção comprometida

O Freamunde desperdiçou este domingo uma vantagem de dois golos e acabou empatado por um inofensivo Atlético (2-2), comprometendo a permanência na Liga Orangina, em encontro da 28.ª jornada.

Os locais chegaram à vantagem no primeiro tempo, com tentos de Zé Alberto, aos 9 minutos, que contou com a colaboração do guarda-redes Caleb, e de Horácio, aos 24', na cobrança de uma grande penalidade, e tinham o jogo controlado face a uma formação tranquila e que apenas criou perigo nos últimos 10 minutos.

No Atlético, André Matias entrou ao intervalo, mas os efeitos desta alteração surgiram apenas aos 83 minutos, após um jogo enrolado de parte a parte, mas em que os locais desperdiçaram algumas oportunidades de golo, quando Barry [na foto] reduziu a desvantagem, na recarga a um primeiro remate desviado por Tó Figueira para o ferro da baliza.

O Atlético ainda festejava o golo quando, no minuto seguinte, aos 84', chegou ao empate, num cabeceamento de André Matias. Ainda podia ter chegado à vantagem, ao minuto 90, mas o remate de Zezinho esbarrou em Vasco Santos.

Com este resultado, o Atlético passou a somar 36 pontos, enquanto o Freamunde fez 30 e mantém-se na zona de despromoção, a duas jornadas do fim.


Jogo no Complexo Desportivo do Freamunde.

Freamunde - Atlético, 2-2.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores: 1-0, Zé Alberto, 09 minutos; 2-0, Horácio, 34 (grande penalidade); 2-1, Barry, 83; 2-2, André Matias, 84.
Freamunde: Tó Figueira, Vasco Campos, Hélder Sousa, Luís Pedro, Serginho, Brandão, Zé Alberto, Pedro Moita (Babo, 66), João Rodrigues (Pedrinho, 87), Luciano e Horácio (Pedro Henrique, 71).
Suplentes: Assis, Batista, Vieira, Paulo Monteiro, Babo, Pedro Henrique e Pedrinho.

Atlético: Caleb, Luís Dias, Gonçalo Silva, Rolão, Stephane (Filipe Ferreira, 43), Mário Martins (André Matias, 46), Saramago, Marcelo (Tiago Caeiro, 64), Barry, Leandro Pimenta e Zezinho.
Suplentes: Botelho, Vítor Bastos, Filipe Ferreira, Laurindo, Tiago Caeiro, Hélio Vaz e André Matias. 

Árbitro: Jorge Tavares (Aveiro).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Marcelo (23), Rolão (33), Stephane (36), Luís Dias (59), Gonçalo Silva (62) e João Rodrigues (76).

Assistência: Cerca de 1000 espetadores.

Liga Orangina: 28ª jornada

Estoril-Santa Clara, 0-0
Beleneses-Arouca, 3-0(Miguel Rosa 13', Zazá 35', 64')

Naval-Moreirense, 1-2(Michel Simplicio 48' ; Fábio Espinho 16', Pintassilgo 30')

U. Madeira-Leixões, 3-1(Tiago Costa, 55' gp, 81' gp, Nuno Silva 90'+2; Florent 45')

Trofense-Sp. Covilhã, 2-2(David 44', Zé Manel 51' ; Gabi 14', Fofana 32')

Oliveirense-Portimonense, 1-1(Clemente 53'; Ricardo Pessoa 40' gp)

Freamunde-Atlético, 2-2 (Zé Alberto 13', Horácio 34' gp: Barry 84', André Matias 85')

Aves-Penafiel, 2-0(Vasco Matos 39', Pedro Coronas 81' pb)

CLASSIFICAÇÃO

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Manifesto de um Freamundense! - Por Ricky Bessa

Eu lembro-me perfeitamente de ter escolhido a minha preferência politica, de ter adoptado uma religião, de virar adulto, até da primeira vez que tive uma desilusão amorosa, são situações que consigo definir no espaço e no tempo com alguma facilidade..

No outro dia perguntaram-me de forma pertinente, és do Freamunde desde quando? És do Freamunde porquê? Eu hesitei, a verdade é que não consegui responder de forma supersónica, duma forma corriqueira, aquelas questões.. Ser do Freamunde é muito mais que um estado de espírito passageiro, é algo mais forte que uma simples simpatia, mais persistente que qualquer moda, ser do Freamunde não é como as calças à boca de sino que vão e voltam, é como usar um par de jeans, algo que nos faz sentir bem, confortáveis.. Ser do Freamunde é estar bem de domingo a domingo, quer a equipa esteja no topo ou na penumbra, quer na Orangina ou na Regional.. Ser do Freamunde é algo intemporal, é algo que não conseguimos definir o principio e jamais terá fim.

Sinceramente, não sei definir o momento em que me tornei Freamundense, não sei se foi a festejar os livres do Ricardo Fernandes, os golos do Bock, as defesas do Ribeiro, se foi de ver o nosso complexo a abarrotar naqueles famosos quartos de final contra o Porto, ou até, se foi de ouvir o meu Pai a contar as histórias do velhinho Carvalhal, dos tempos em que aqueles que vestem de amarelo se borravam de medo, só de passar da Baiúca pró lado de cá..

Sou do Freamunde desde que me posso considerar gente, sou do Freamunde não porque parece bem, mas porque me faz sentir bem melhor, sou do Freamunde porque quando somos tocados por um sentimento tão especial não podemos jamais deixar de o sentir, de ir ao estádio, de ficar emocionados quando o clube aparece nos jornais, de ficar abatido com as derrotas como se nos tivessem dado um murro no estômago, de ficar alegre nas vitórias como se tivéssemos ganho na roleta..

Todos sabem que atravessemos uma das fases mais conturbadas da nossa existência, mas, do fundo do poço saem sempre os campeões, ninguém dúvida que este é um clube de campeões, ninguém dúvida que somos singulares e únicos, capazes de trepar qualquer Everest, quanto mais um simples poço..

Peço a todos os que se sentem Freamundenses como eu, que apoiem esta equipa, mas acima de tudo esta instituição, esta casa, esta história que ainda tem muitas páginas para virar, que estejam lá, durante os 270 minutos que faltam até ao fim do campeonato, para que no fim todos tenhamos sentido que o máximo foi dado..

Aos jogadores, que lutem como têm lutado, a sorte está directamente ligada com probabilidades, se ela nos tem faltado até aqui, com lesões, castigos e erros de arbitragens, tenho a certeza que ela vai mudar, que vai acompanhar esta equipa, uma das equipas com mais garra e coração destes últimos ano, capaz de recuperações espantosas e de ir buscar forças onde já ninguém pensa ser possível..

Todos juntos, vamos à luta, o barco pode afundar, mas estamos e estaremos sempre todos a remar para o mesmo lado até ao ultimo suspiro, as ondas vão continuar a bater e nós iremos continuar a remar cada vez com mais força rumo a porto seguro.. Somos Freamunde, somos singulares, somos garra, somos alma invencível.. Todos ao estádio!


Ricardo Bessa, sócio 2242 do Sport Clube Freamunde.
 Retirado de: facebook

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Quem são os verdadeiros freamundenses?



Faz por estes dias 5 anos que estes momentos de festa e glória foram uma realidade, campeão nacional, subida  à II Liga, milhares de pessoas em torno da equipa e do clube, estádios cheios em casa e fora, fantástico para quem assistiu e espectacular para quem participou.

Se nesses jogos o 12º jogador foi decisivo, nos próximos 3, a presença de muito publico é tão ou mais importante. O mal disto tudo é que normalmente não comparecem nem metade dos que surgem nos momentos de glória. Ser adepto nos momentos de festa é fácil, e é nos momentos dificeis como o que o clube está a passar que se vêm os verdadeiros freamundenses!


Eu estive na subida de divisão em 2006/07 e vou estar na luta pela manutenção nos próximos 3 jogos e TU??

É AGORA QUE SE VAI VER QUEM SÃO OS VERDADEIROS FREAMUNDENSES!

VAIS FICAR EM CASA??

Está na hora da familia freamundense se unir em torno de um objectivo

Faltam apenas 3 jogos para terminar o campeonato da II Liga, como é sabido o Freamunde encontra-se numa situação muito difícil na tabela classificativa, ou seja «carrega ás costa» o ultimo lugar. Para conseguir a manutenção precisa de vencer, e o próximo jogo é decisivo, em caso de derrota ou mesmo empate, a situação fica quase impossível, restando apenas 6 pontos por disputar, sendo que um desses jogos a disputar é no terreno do Aves, que se encontra na disputa pela subida de divisão.
Em suma, faltam 3 jogos, e o Freamunde tem que pensar seriamente em vence-los todos, mesmo sendo difícil é possível, contudo neste momento o mais importante é o próximo frente ao Atlético, é um jogo quase decisivo e para vencer é necessário o apoio maciço de todos os freamundenses sem excepção porque o 12º jogador terá um peso enorme nestes últimos jogos, e com toda a gente unida entre direcção, jogadores, treinadores e adeptos, tudo será mais fácil.


Por isso mesmo deixava aqui um apelo a todos os jogadores do SC Freamunde que acompanham o blog, para deixarem aqui algumas frases para no próximo Domingo comparecerem em peso no estádio, enviem as vossas mensagens para o email freamundeallez@hotmail.com e logo de seguida serão aqui publicadas para que os freamundenses tenham mais um incentivo para estarem em força com a equipa no Domingo.

Outra sugestão que deixo é, uma vez que existe a página oficial do SC Freamunde no facebook e que milhares de pessoas têm acesso a ela, assim como os jogadores, deixem frases de apoio e incentivo à equipa, tudo o que possa parecer pouco, neste momento pode valer muito!

Sempre nos gabamos de pertencermos a um clube diferente e de sermos um povo único...está na hora de provar! Nos momentos altos todos os adeptos são bons!

Goooooolloo do Freamunde...Joooão Taipa!!!

Música linda da Banda Pedaços de Nós dedicada ao enorme jogador do SC Freamunde que foi João Taipa.

Freamunde tem cinco baixas o para o Atlético

 Bock é a grande ausência para Domingo



O Freamunde regista cinco ausências nas opções para o próximo jogo, fora de casa, frente ao Atlético. Marco Matias está a receber tratamento no departamento médico do Vitória de Guimarães, e Nana K está afastado, por lesão, até ao final da temporada. Bock, Tarcísio e Bruno Magalhães não podem fazer parte dos planos do treinador Nicolau Vaqueiro na próxima partida, por se encontrarem castigados. Apesar dos salários em atraso, os jogadores não vão fazer greve.

@OJogo

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Alargamento discutido dia 3 de Maio

Assembleia Geral Extraordinária 

Reunião magna agendada para 3 de Maio

De acordo com o Comunicado Oficial 252, e face ao requerimento apresentado por Marítimo, Olhanense, Gil Vicente, Rio Ave, Paços, Beira-Mar, V. Setúbal, Feirense, U. Leiria, Penafiel, Arouca, Santa Clara, Oliveirense, União da Madeira, Freamunde, Covilhã, Trofense e Portimonense, está agendada para o próximo dia 3 de Maio, às 14h30, no Auditório da Liga, no Porto, com a seguinte ordem de trabalhos:
1. Leitura e aprovação da acta da reunião anterior;
2. Discussão, aprovação e deliberação da alteração ao regulamento de competições de acordo com a proposta enviada a 30 de Março de 2012, ao Excelentíssimo Presidente da Federação Portuguesa de Futebol;
3. Discussão e tomada de posição sobre o processo do “Plano Mateus”
4. Outros assuntos de interesse geral;

Comunicado Oficial 252:http://www.ligaportugal.pt/SiteCollectionDocuments/Época%202011-2012/Comunicado%20oficial%20252.pdf

terça-feira, 24 de abril de 2012

Domingo não podes faltar!



Domingo, dia 29, um só destino: Todos ao estádio, rumo à vitória.

Cada sócio com as cotas em dia tem direito a 2 convites, que pode levantar junto da secretaria até dia 27 ou no bilheteira no próprio dia.

Vamos encher o estádio. Traz um amigo também.

Resumo: Juniores na 1ª Nacional


segunda-feira, 23 de abril de 2012

Resultados Dep. Formação


Juniores - 2ª Divisão Nacional - 2ª fase
SC Freamunde - 2 ; FC Vizela - 1

Juvenis sub17 - Taça Acácio Lello

Amarante FC - 2 ; SC Freamunde -2

Juvenis sub16 - 2ª Divisão AFP - Fase Final

Rio Ave FC - 2 ; SC Freamunde - 2

Iniciados sub15 - Taça José Bacelar
SC Freamunde - 4 ; USC Paredes - 1

Iniciados sub14 - 2ª Divisão AFP - Fase Final
SC Freamunde - 1 ; EF Hernâni Gonçalves - 0

Infantis sub13 - Taça Joaquim Piedade
FC Alpendorada - 0 ; SC Freamunde -5

Infantis sub12 - 2ª Divisão AFP - Fase dos 2ºs
FC Porto - 1 ; SC Freamunde - 2

domingo, 22 de abril de 2012

Freamunde cai para a última posição

Portimonense 2-0 Freamunde

O Portimonense venceu este domingo o Freamunde, por 2-0, em encontro da 27.ª jornada da Liga de Honra, desfecho que permitiu aos algarvios abandonarem os lugares de descida.
O Portimonense chegou ao intervalo com a vantagem mínima, com um golo do avançado Luís Carlos, aos 35 minutos, tendo Organista fixado o resultado com um tento apontado no período de descontos (90+5).
A vitória diante do Freamunde, a sexta sob o comando do técnico Lázaro Oliveira (na foto), mantém os algarvios na luta pela permanência, com um ponto de vantagem sobre o Freamunde e Sporting da Covilhã, ambos com 29 pontos.
O Portimonense entrou melhor no jogo, mas coube ao Freamunde a primeira oportunidade de perigo, aos quatro minutos, num remate de Luís Pedro que levou a bola a embater no poste da baliza de Serginho.
Apesar do domínio conseguido a meio-campo, a formação de Lázaro Oliveira manifestou alguma "ansiedade" na linha avançada e, só aos 22 minutos, é que Luís Carlos criou perigo, mas Tó Figueira negou-lhe o golo.
Após várias oportunidades falhadas, o Portimonense abriu o marcador, num lance em que Lucas Silva assistiu Luís Carlos, com o avançado a colocar a bola longe do alcance de Tó Figueira.
Depois do descanso, o Portimonense manteve o domínio do jogo construindo várias oportunidades de golo, com destaque para o avançado Lucas Silva que, por duas vezes, isolado, rematou ao lado da baliza.
Face à pressão ofensiva dos algarvios na procura do segundo golo, o Freamunde foi "obrigado" a recuar no terreno, passando a jogar perto da sua área e sem espaços para sair para o ataque e incomodar o guarda-redes Serginho.
Aos 86 minutos, a formação de Nicolau Vaqueiro passou a jogar apenas com dez elementos, devido à expulsão (vermelho direto) de Tarcísio, que tentou agredir o central com Eridson, permitindo que o Portimonense acentuasse a pressão ofensiva e as oportunidades de golo.
Numa dessas ocasiões, já em período de descontos, Organista isolou-se e bateu o guarda-redes Tó Figueira, fixando o resultado em 2-0.


Jogo no Estádio Municipal de Portimão.
Portimonense - Freamunde, 2-0.
Ao intervalo: 1-0.
Marcadores:
1-0, Luís Carlos, 35 minutos.
2-0, Organista, 90+5.


Portimonense: Serginho, Ricardo Pessoa, Hammes (Hugo Carreira, 74), Eridson, Ruben Fernandes, Wacaso, Robson (Organista, 57), Pedro Oliveira, Zambujo (Rafa, 70), Luís Carlos e Lucas Silva.
(Suplentes: Goda, Organista, Rafa, Simy, Hugo Carreira, Willen e Dódó).

Freamunde: Tó Figueira, Vasco (Horácio, 55), Luís Pedro, Sérgio Nunes, Luciano, Hélder Sousa, Zé Alberto, João, Pedro Moita (Brandão, 70), Bock e Tarcísio.
(Suplentes: Assis, Horácio, Paulo Monteiro, Brandão, Batista, Pedrinho e Serginho).

Árbitro: Pedro Proença (Lisboa).
Ação disciplinar: cartão amarelo para Hammes (27), Luís Carlos (42), Bock (42), Pedrinho (86), Eridson (86) e Brandão (90+3). Cartão vermelho direto a Tarcísio (86).
Assistência: cerca de 2.500 espectadores.

@Record

Liga Orangina: 27ª jornada

Moreirense-Estoril, 2-1
(Castro 33', Bruno Moreira 85'; Tony Taylor 37')

Portimonense-Freamunde, 2-0
(Luís Carlos 33', Sérgio Organista 90+5')


Leixões-Oliveirense, 1-1
(Paulo Tavares 45+3' gp; Zé Pedro 12')

Arouca-Trofense, 2-0
(Joeano 41' gp, 79' gp)

Covilhã-Penafiel, 1-0
(Dani Matos 29')

Naval-U. Madeira, 2-1
(Ricardo Ehle 35', Paulinho Guara 72'; Tiago Costa 17')

Santa Clara-Belenenses, 1-1 (Lourenço 64' gp; Miguel Rosa 58')

Atlético-Aves, 0-0

classificação

Duelo entre aflitos poderá aliviar a pressão da descida

Apesar da situação desesperada na classificação com que ambas as equipas - a primeira abaixo da linha de água e a primeira acima dela - se debatem, o jogo de hoje tem tudo para ser decisivo nas contas da permanência, pois defrontam-se dois adversários diretos e todos os pontos em disputa afiguram-se essenciais.
O Portimonense tem vindo a realizar uma recuperação espetacular no campeonato, com quatro vitórias nos últimos cinco jogos, o que poderá constituir um tónico motivacional extra para os pupilos de Lázaro Oliveira. Os castigados Vitinha e Semedo não poderão ser opção para o técnico da equipa algarvia.
Do lado dos capões, e apesar das conhecidas dificuldades financeiras, um bom resultado moralizará a equipa para o que resta da Liga Orangina. O treinador Nicolau Vaqueiro não poderá contar com Bruno Magalhães, que cumpre o primeiro de dois jogos de castigo da Liga.

Equipas Prováveis


>> Estádio Municipal do Algarve
>> Árbitro Não divulgado pelo CA da FPF

Portimonense


Serginho; Ricardo Pessoa, Eridson, Rúben Fernandes e Tininho; Jonas, Organista e Pedro Oliveira; Luís Carlos, Lucas e Zambujo.
Outros convocados: Goda, Hugo Carreira, Hammes, Wakaso, Robson, Rafa, Simi, Dodó e Willen.
Treinador Lázaro Oliveira

Freamunde


Assis; Vasco, Luís Pedro, Sérgio Nunes e Luciano; Zé Alberto, Brandão e Tarcísio; Pedro Moita, Horácio e Bock.
Outros convocados: Tó Figueira, , Batista, Hélder Sousa, Serginho, Paulo Monteiro, Pedrinho e João Rodrigues.

@OJogo

Juniores regressam à 1ª Divisão Nacional

Os juniores do Freamunde venceram ontem o jogo decisivo frente ao Vizela e alcançaram a 1ª divisão novamente. Depois de descer a época passada o Freamunde consegue na recta final chegar novamente ao escalão maximo de juniores.

O jogo de ontem foi muito disputado, e o Vizela foi um digno vencido, vendendo cara a derrota, de qualquer forma o resultado de 2-1 foi justo e deu a subida à equipa da casa.

PARABÉNS CAMPEÕES!
SOMOS GRANDES!
VIVA O SPORT CLUBE FREAMUNDE!!

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Amanhã ás 16h todos os caminhos vão dar ao Complexo Desportivo do Freamunde



Amanhã realiza-se o tão ansiado jogo que é uma autentica final entre o SC Freamunde e o Vizela no escalão de Juniores sub-19. É apenas um jogo, mas decidirá quem sobe de divisão e alcança mais uma vez o escalão máximo desta faixa etária, ou seja a 1ª Divisão Nacional. O Vizela traz a Freamunde a vantagem de um empate bastar para alcançar o objectivo, e o Freamunde recebe o Vizela com a vantagem de jogar em casa, contudo apenas a vitória servirá os intentos dos freamundenses.

Este formato de 1ª Divisão Nacional de Juniores existe apenas desde 2005/06, o Freamunde já participou em duas épocas, em 2007/08 e na época passada 2010/11. Neste momento está a um pequeno passo de poder regressar ao convívio dos «grandes», e poder assim dar uma alegria a um clube com 79 anos e que passa por momentos muito difíceis. Esta possível alegria não resolve o problema mas pelo menos ameniza um pouco a dor e dificuldade que o SC Freamunde atravessa.

Vamos unir-nos e apoiar um clube que cada vez mais precisa de nós sócios e adeptos para ultrapassar todos estes obstáculos e seguir em frente rumo a futuro melhor, um futuro de vitórias e alegrias.

SÁBADO VAMOS APOIAR OS NOSSOS JOVENS E AJUDAR A ESCREVER MAIS UMA BELA PÁGINA NA HISTÓRIA DO NOSSO ENORMÍSSIMO SPORT CLUBE FREAMUNDE

Futebol feminino - Calendário do Campeonato de Promoção


Jogo «mata-mata» entre o Freamunde e o Vizela


quinta-feira, 19 de abril de 2012

Portimão o palco de um jogo quase decisivo

O Freamunde tem no próximo Domingo um jogo de caracter quase decisivo no terreno do Portimonense. Dois pontos apenas separam as duas equipas, que lutam desesperadamente pela fuga à despromoção, em caso de derrota as coisas complicam-se muito para o Freamunde que pode ser mesmo relegado para a ultima posição na tabela classificativa, se o Covilhã vencer o seu adversário.

Os últimos 3 confrontos entre as duas equipas em Portimão dão uma vitória para cada uma das equipas e empate, neste momento para o Freamunde, tanto um empate como uma vitória seriam resultados muito positivos, e depois com mais 2 jogos em casa, as perspetivas para os «capões» seriam muito mais animadoras.

O Freamunde clube passa neste momento por uma situação muito complicada já por demais falada e conhecida, e uma vitória no próximo jogo poderá ser um incentivo para todos os freamundenses não só em termos classificativos como em termos de animo para todos em união resolvermos este momento mau que o clube atravessa.

Nós adeptos temos uma admiração enorme pelos nossos jogadores que têm sido inexcedíveis na entrega  e na forma como envergam a nossa camisola, e nós só poderemos prometer uma coisa, todos vamos trabalhar para solucionar o problema existente, e o que vos foi prometido será cumprido.

FORÇA EM PORTIMÃO!
VIVA O SC FREAMUNDE!

segunda-feira, 16 de abril de 2012

SC Freamunde, uma alma invencível!

ETV: No âmbito do seminário foi produzido um vídeo que pretende demonstrar o espírito apaixonado e eterno dum povo pelo seu clube!

SC Freamunde mais do que um clube, um sentimento!


www.youtube.com/estrelinhatv

Resultados Departamento de Formação

Juniores - 2ª Divisão Nacional - 2ª fase
FC Penafiel - 0 ; SC Freamunde - 1

Juvenis sub17 - Taça Acácio Lello
(prova extra juniores)
SC Freamunde - 1 ; GDC Ferreira - 0

Juvenis sub16 - 2ª Divisão AFP - Fase Final

SC Freamunde - 7 ; EF Hernani Gonçalves - 0


Iniciados sub15 - Taça José Bacelar (prova extra iniciados)
AC Amarante - 0 ; SC Freamunde - 10

Iniciados sub14 - 2ª Divisão AFP - Fase Final

FC Felgueiras - 1 ; SC Freamunde - 1

Infantis sub13 - Taça Joaquim Piedade (prova extra infantis)

SC Freamunde - 2 ; Aliança de Gandra - 1

Infantis sub12 - 2ª Divisão AFP - Fase dos 2ºs

SC Freamunde - 4 ; Aliados de Lordelo
- 1

SC Freamunde sem dinheiro

Jogadores não recebem há três meses e presidente demissionário não vai pagar ao Fisco


O SC Freamunde está a atravessar grandes dificuldades financeiras. Os jogadores do plantel sénior já acumulam três meses de ordenados em atraso e alguns estão já, garantem, sem dinheiro para fazer face a despesas diárias.
Manuel Pacheco, presidente demissionário, revela que este mês já não haverá dinheiro para pagar às Finanças e à Segurança Social e mostra pouco optimismo em ver o problema resolvido. Sobretudo depois de uma Assembleia-Geral que, apesar de bastante concorrida, não encontrou uma solução para investir no clube cerca de 200 mil euros para responder às necessidades imediatas.
Patrocinadores não pagam o que prometeram
O SC Freamunde está a enfrentar um cenário negro. Os jogadores não recebem ordenados há três meses e já reduziram o número de treinos para diminuir os custos com as deslocações. Também a equipa técnica, liderada por Nicolau Vaqueiro, decidiu diminuir o número de elementos que integram a comitiva nos jogos fora do estádio freamundense para poupar nos custos.
Entretanto, sentindo-se impotente para resolver os problemas financeiros, Manuel Pacheco demitiu-se da presidência da instituição e não sabe se, mesmo como líder interino, vai cumprir o mandato até ao final da época. Tudo dependerá, diz, do dinheiro que entrar, ou não, nos cofres do clube. "Só penso duas vezes em continuar se houver dinheiro vivo. Já não acredito em promessas ou em cheques pré-datados. Tem de haver dinheiro vivo", afirma Manuel Pacheco.
Segundo o homem que liderou o clube nas últimas épocas, foram exactamente as falsas promessas que levaram o SC Freamunde à actual situação. "Se os nossos parceiros tivessem cumprido com os pagamentos que prometeram não estaríamos assim", referiu.
Com um orçamento de um milhão de euros, a colectividade de Paços de Ferreira já gastou, esta época, 500 mil euros. "E tenho de gastar outros 500 mil euros até final da época. Mas não há dinheiro e este mês já não vou pagar às Finanças e à Segurança Social", avisa.
A Câmara Municipal de Paços de Ferreira, que assinou um protocolo na qual se comprometia a pagar cerca de 200 mil euros, ainda não disponibilizou, nas palavras de Manuel Pacheco, qualquer verba e até os organismos que gerem o futebol em Portugal estão em dívida para com o clube freamundense. "Se o Município tivesse cumprido connosco não estávamos nesta situação. A Federação também me deve 50 mil euros das receitas do Totobola e a Liga de Clubes também não pagou 75 mil euros prometidos no âmbito de um Programa de Solidariedade", declara.
Tudo isto foi dito pelo próprio Manuel Pacheco numa Assembleia-Geral que se realizou na semana passada. À reunião magna compareceu cerca de uma centena de associados, que avançou com várias propostas para angariar receitas para o clube. Porém, no final do encontro, nada se concretizou. "As pessoas falam, mas disponibilizarem-se para ir para a rua já é pior", sustenta o presidente demissionário.


Reunião com a Câmara revelou-se inconclusiva

A comissão administrativa do SC Freamunde reuniu-se, nesta terça-feira, com representantes da Câmara Municipal de Paços de Ferreira. No final do encontro, Manuel Pacheco mostrou-se pouco entusiasmado com o resultado das conversações. "Nem correu bem, nem correu mal. A Câmara anunciou que vai fazer um plano de pagamentos que permita que seja tudo pago até Dezembro", revelou o líder do SC Freamunde.
Em causa está um protocolo que prevê o pagamento por parte da autarquia pacense de cerca de 200 mil euros como contrapartida pela publicidade, mas também para suportar os custos com obras e manutenção das infra-estruturas. "Esta época, ainda não recebemos qualquer verba", garante Pacheco.
O vereador António Coelho assegura, porém, que já foi transferido algum dinheiro para o clube, embora admita que, "hoje, não seja possível fazer essas transferências com a mesma regularidade com que se fazia no passado".
O responsável pelo pelouro do Desporto lembra, aliás, que o protocolo estabelecido com os clubes está condicionado à disponibilidade financeira do Município. "E também a Câmara teve de fazer vários cortes", salienta António Coelho.

Clube luta pela permanência
Quando faltam quatro jornadas para o fim do campeonato, o SC Freamunde está ainda a lutar pela permanência na Liga Orangina. Com 29 pontos, os freamundenses ocupam a 14ª posição, o que equivale ao antepenúltimo lugar, numa competição em que os dois últimos clubes descem de divisão.
Assim, depois de ter empatado a duas bolas com o Covilhã na última jornada, os capões deslocam-se a Portimão, casa do clube que está no 15º lugar. Com 27 pontos, os algarvios ainda acalentam esperança em assegurar a permanência e terá frente ao SC Freamunde a derradeira oportunidade.
O jogo realiza-se às 16h00 de 22 de Abril.

www.verdadeiroolhar.pt

"Movimento de Clubes de Fátima" promete medidas drásticas

O auto-denominado "Movimento de Clubes de Fátima" anunciou este sábado, em Coimbra, que se a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) não der resposta até terça-feira à proposta apresentada para o alargamento da competição tomará medidas "drásticas".

O movimento, que engloba 20 clubes das duas ligas principais, reuniu-se na tarde de sábado, na sede da Associação de Futebol de Coimbra, e, no final, o presidente da Oliveirense, José Godinho, referiu que os clubes poderão "tomar uma posição muito forte" se não forem respeitados nas suas opções.

O "Movimento de Clubes de Fátima" enviou à FPF uma proposta de solução para o alargamento da Liga, efetuada na sequência da reunião realizada a 20 março, na sede da FPF, e enviada a 30 de março, por email, a Fernando Gomes, presidente federativo.

A proposta, a que agência Lusa teve hoje acesso, defende que no final da presente temporada seja realizada uma liguilha, disputada pelos dois últimos clubes da Liga e os terceiro e quarto classificados da Liga Orangina, com vista ao alargamento do campeonato principal para 18 clubes.

O primeiro e segundo classificados da Liga de Honra sobem automaticamente à Liga.

A proposta do movimento sugere ainda que na época 2012/2013 subam à Liga principal os três primeiros classificados da Liga de Honra e, em sentido inverso, desçam os três últimos do escalão maior do futebol nacional.

"Depois de terça-feira, tomaremos a nossa posição, que poderá chegar a medidas bastante drásticas, que não queremos enunciar, embora já estejam decididas. Fazemo-lo por uma questão de respeito, porque o processo está em desenvolvimento", referiu o presidente da Oliveirense, José Godinho.

A 12 de março, a AG da Liga aprovou o alargamento da Liga já na próxima época sem despromoções à Liga de Honra, rejeitando a proposta de uma liguilha avançada pelo presidente da LPFP, Mário Figueiredo, que o auto-denominado "Movimento de Clubes de Fátima" agora propõe.

Após estas deliberações, a FPF vetou a proposta de alargamento da Liga sem descidas de divisão, por considerar que a mesma coloca em causa "a verdade desportiva".

@Record

domingo, 15 de abril de 2012

Vitória sobre o Moreirense em particular

Luciano marcou único golo

O Freamunde recebeu e venceu este sábado o Moreirense, por 1-0, com um golo de Luciano ,que começou o jogo no banco, apontado aos 60 minutos do particular.
As duas equipas aproveitaram desta forma a pausa na Liga Orangina, motivada pela final da Taça da Liga, para manterem os níveis de competição num encontro equilibrado.
O Freamunde jogou com Tó Figueira, na baliza, Vasco, Hélder Sousa, Luís Pedro e Serginho, na defesa, Brandão, Zé Alberto e Pedro Moita, no meio-campo, e ainda Horácio, João Rodrigues e Bock, no ataque.
Jogaram ainda pela formação anfitriã Assis, Paulo Monteiro, Sérgio Nunes, Pedrinho, Bruno Magalhães, Luciano e Tarcísio.
O Moreirense alinhou de início com Ricardo Ribeiro, na baliza, Diogo Figueiras, Pinto, Miguel Oliveira e João Vicente, na defesa, Tales, Filipe Gonçalves e Pintassilgo, no meio-campo, Tiago Carneiro, Wagner e Bruno Moreira, no ataque.
O técnico Casquilha utilizou ainda neste particular Cristiano, Chico, Augusto, Bru, Fábio Espinho, Ghilas, Luís Pinto, Césinha e Renato Santos.

@Record

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Agenda fim de semana

5º Aniversário


5 anos
43.800 horas online
1.932 postagens
281.160 visitas
452.700 page views

Obrigado a todos os que passaram e continuam a passar por aqui, e a cima de tudo...

VIVA O SC FREAMUNDE!!

segunda-feira, 9 de abril de 2012

VI Seminário do Sport Clube Freamunde

PROGRAMA


FICHA DE INSCRIÇÃO:  AQUI

Impor Lei da rolha como protesto

A viver dias muito conturbados, com três meses de salários em atraso e o presidente demissionário, o Freamunde tem, na vertente desportiva, uma preocupação acrescida. Numa fase em que cada ponto é ouro para um cofre pontual muito depauperado, os capões encontraram razões de queixa da arbitragem nas duas últimas deslocações. Uma situação que levou Nicolau Vaqueiro a aderir à lei da rolha, não sem antes classificar de "lastimável" o atual estado do futebol português.
Cinjamo-nos aos factos: nas últimas quatro jornadas, foram assinaladas três grandes penalidades contra os capões, mas o copo encheu no jogo de Matosinhos e transbordou na ilha de São Miguel. Na ronda 23, em casa do Leixões, o Freamunde esteve em vantagem até ao minuto 93, quando Helder Malheiro vislumbrou uma grande penalidade na área azul que ditou o empate e acabou por retirar dois pontos ao Freamunde. O lance foi considerado pela Imprensa como "no mínimo duvidoso".
Quinze dias depois, o mesmo filme foi visionado pela formação freamundense ao minuto 87 do encontro com o Santa Clara, quando persistia o nulo inicial. Desse encontro, há imagens que mostram não haver razões para a infração assinalada por Rui Patrício que, qual cereja no topo do bolo, deu ordem de expulsão a Luís Pedro, um dos pilares dos azuis. Vaqueiro ficou de saco cheio e o silêncio foi a forma encontrada de preservar uma folha disciplinar exemplar ao longo de quatro décadas.
Olhando para a tabela, e num exercício hipotético, os três pontos que os capões reclamam resultariam numa subida para o 11º lugar da tabela, abrindo uma janela para a linha de água de cinco pontos.
O Freamunde, contudo, é agora 13º, com apenas mais dois pontos que o Portimonense, e na próxima ronda, que se realiza apenas no dia 22 do corrente, desloca-se a… Portimão, onde mora um adversário que tem vindo a realizar uma recuperação sensacional.


www.facebook.com/diariodesportivo.ojogo

sábado, 7 de abril de 2012

Jogo emocionante com resultado injusto

Freamunde 2-2 Covilhã

O Freamunde cedeu esta tarde um empate frente ao Sp. da Covilhã por culpa própria, à custa de duas autenticas ofertas que, para equipa serrana caíram do céu.
Devido à ausência de Louis Pedro por castigo, a zona central da defensiva freamundense foi forçosamente alterada, passando Hélder Sousa a ocupar a posição, e foi pelos pés de Hélder Sousa (tarde para esquecer) que o Freamunde começou praticamente o jogo em desvantagem quando falhou intercepção da bola e o seu colga foi obrigado a cometer grande penalidade. Hélder Sousa acumulou erros durante os o tempo que esteve em campo, e Nicolau Vaqueiro foi «obrigado» a retira-lo para não comprometer ainda mais a equipa.

Depois de se encontrar a perder, o Freamunde tentou chegar ao empate, teve mais posse de bola, jogou quase sempre no meio campo adversário mas raramente conseguiu criar perigo junto da baliza Covilhã.
No 2º tempo o Freamunde voltou com vontade de dar a volta ao resultado, e foi aos 61 minutos de jogo que Horácio apontou o golo da igualdade. Quando toda a gente esperava o 2º golo da casa, pois era o Freamunde mais pressionava nesse sentido, num lance inofensivo na área freamundense, Zé Alberto e Brandão atrapalharam-se e a bola sobrou para um avançado do Covilhã que bateu pela 2ª vez Assis, foi o desalento total nas bancadas.
Contudo, os atletas freamundenses tiveram ainda força anímica para pelo menos conquistar um ponto, e assim foi, Bruno Magalhães já muito perto do final num remate forte empatou a partida. Logo de seguida os jogadores desentenderam-se depois de uma falta a meio campo, e o árbitro da partida expulsou Bruno Magalhães e um jogador do Covilhã.
Destaque ainda para a lesão de Marco Matias, que teve de sair mais cedo da partida, ao que tudo indica com uma lesão na clavícula.

Ao intervalo: 0-1.
Marcadores:
0-1, Gabi, 06 minutos (grande penalidade).
1-1, Horácio, 65.
1-2, André Sousa, 81.
2-2, Bruno Magalhães, 90+3.

Equipas:
Freamunde: Assis, Vasco Campos (João Rodrigues, 59), Hélder Sousa (Brandão, 41), Sérgio Nunes, Luciano, Zé Alberto, Bruno Magalhães, Tarcísio, Marco Matias, Bock e Horácio (Pedro Moita, 80).Suplentes: Tó Figueira, Batista, Serginho, Brandão, Pedro Moita, Pedrinho e João Rodrigues.

Sp. Covilhã: Igor Araújo, Zezinho, Aníbal Capela, Ricardo Rocha, Joel, Filipe Fernandes, Gabi (Gegé, 57), Jorge Chula (André Sousa, 60), Dani Matos (Dominic, 80), Pimenta e Fofana. Suplentes: Nuno Santos, Dani Coelho, Gegé, Milton, André Sousa, Pedro Ribeiro e Dominic.


Árbitro: André Gralha (Santarém).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Vasco Santos (05), Filipe Fernandes (17 e 87), Zé Alberto (20), Zezinho (32 e 90+5), Hélder Sousa (38), Gabi (45+1) e Gegé (64) e Ricardo Rocha (90+3). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Filipe Fernandes (87) e Zezinho (90+5). Cartão vermelho direto para Bruno Magalhães (90+5).

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Convite? Não obrigado!

Esta deverá ser a resposta de um bom freamundense perante a possibilidade de lhe oferecerem um convite para ir assistir à partida do próximo Sábado.


Como toda a gente sabe, o SC Freamunde atravessa uma grave crise financeira, que tem como uma das principais consequencias a divida aos atletas dos salários dos últimos meses, o que provoca grandes problemas na suas vidas particulares. Além deste aspecto gravíssimo, existem as contas diárias que é necessário liquidar e que são imprescindíveis como a água, a luz, o tratamento dos relvados etc etc.

O clube é dos sócios e adeptos, o clube existe porque as pessoas que querem que exista, por isso estas referidas pessoas são as primeiras a terem de se preocupar com a situação gravíssima que o clube atravessa, e não podemos estar eternamente à espera com «o ovo no cú da galinha», temos que fazer alguma coisa para inverter esta situação. O minimo que um bom freamundense que se preze e goste do clube do seu coração e da sua terra, é já neste próximo jogo em casa (Sábado, 16 horas) comparecer no estádio, pagar o bilhete para assistir e assim contribuir para minimizar a divida existente, e apoiar o SC Freamunde e os seus atletas que passam por dificuldades notórias e compreensiveis

Para quem não sabe, o Freamunde - Covilhã terá quota suplementar para os sócios que queiram assistir ao jogo, e para quem não é sócio o preço do bilhete é o normal. Vamos unir-nos em torno destas dificuldades preocupantes e tentar todos juntos dar a volta a este momento menos bom que o clube atravessa.

O verdadeiro freamundense vai no próximo Sábado comprar bilhete para assistir ao jogo, seja quota suplementar, seja o bilhete normal e vai apoiar o SC Freamunde rumo à manutenção e rumo à estabilidade financeira.

VIVA O SPORT CLUBE FREAMUNDE!!

segunda-feira, 2 de abril de 2012

resumo: Santa Clara 1-0 SC Freamunde


Depois não querem ser criticados e ameaçam com greve!!

Santa Clara 1-0 Freamunde

Apresentam exibições deste calibre, inventam faltas incriveis, decidem os vencedores dos jogos e depois os «meninos» fazem birra e ameaçam fazer greve!! GANHEM VERGONHA!!
Este Rui Patricio ficou atravessado!


Depois de uma série de três derrotas seguidas que culminaram na demissão de Bruno Moura, os açorianos procuraram, não da melhor forma, regressar às vitórias, conseguindo-o num jogo em que o Freamunde teve as melhores ocasiões de golo, mas todas desperdiçadas.
O jogo decidiu-se num mergulho para a piscina de Dincic que o assistente de Rui Patrício considerou falta e que o médio Lourenço não esbanjou, oferecendo três pontos importantes na luta pela permanência, que promete estar para durar até ao fim do campeonato. 

 Declarações
"Em nome de todo o grupo de trabalho, quero aqui dedicar esta vitória de hoje a um grande treinador: Bruno Moura"
Ricardo Chéu, treinador do Santa Clara
 

"Atendendo à imposição da lei da rolha venho aqui dizer que faço greve às declarações até ao final da época"
Nicolau Vaqueiro, treinador do Freamunde

@OJogo



Liga Orangina : 25ª Jornada

Santa Clara-Freamunde, 1-0(Lourenço 88' gp)

Naval-Belenenses, 0-1(Rodrigo António 66' gp)

Covilhã-Oliveirense, 0-1(Rui Lima 34')

Arouca-U. Madeira, 0-0

Portimonense-Penafiel, 3-2(Eridson 22', Zambujo 60' e Rúben 90'+2; Manoel 51' e Valdemar 72')

Moreirense-Atlético, 4-1(Luis Pinto 55', Bruno Moreira 60', Wagner 75' e Ghilas 78'; Leandro Pimenta 27')

Leixões-Aves, 0-0

Estoril-Trofense,0-2
(Edú 55'; Zé Manel 86' gp)

Classificação